NAT/Seidh inicia programação comemorativa da Semana da Pessoa com Deficiência

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 26/09/2018 às 06:51:00

 

A Secretaria de Estado da Inclusão Social (Seidh), por meio do Núcleo de Apoio ao Trabalho (NAT), deu início, nesta terça-feira, à Semana da Pessoa com Deficiência, a partir da temática "Multiplicando Ações Inclusivas". Na abertura do evento, se apresentou o Coral Terceira Visão, composto pelos membros da Associação dos Deficientes Visuais de Sergipe (Adevise). A programação contou, ainda, com a oficina de qualificação profissional sobre Atendimento ao Cliente e uma palestra especial sobre Educação e Previdência.
Após a apresentação de músicas populares, o regente do Coral Terceira Visão, Evanilson Vieira da Silva, elogiou a iniciativa da Seidh e do NAT de promover ações voltadas aos PCDs com foco no mercado de trabalho. De acordo com ele, a música tem promovido a mudança na vida dos 16 integrantes do Coral, há 16 anos. "Nós fazemos tudo com esmero, ensaiamos as músicas, alguns ainda ficam nervosos antes de apresentar, mas logo ficam felizes e agradecidas pelo canto. Porque a música é um instrumento de inclusão, de harmonização e interação entre as pessoas", disse o maestro Evanilson.
A técnica do setor de Pessoa com Deficiência do NAT, Alexandra Carvalho, explicou que a Semana da Pessoa com Deficiência tem o intuito de trazer à tona a realidade dessas pessoas e discutir os desafios para sua inserção no mercado de trabalho. "Temos exigências desse mercado e, para atendê-las, promovemos momentos de qualificação profissional. No entanto, ainda há muita resistência e preconceito que devem ser quebrados para efetivar a inclusão dos PCDs", apontou.
Segundo a coordenadora Estadual do Trabalho e Emprego da Seidh, Sandra Magna Rezende, ações como essa colaboram com a superação dessas dificuldades. "Sabemos que o trabalho é a forma mais efetiva de inclusão social. E o nosso trabalho vai além do encaminhamento das PCDs para seleções. Considerando os perfis procurados pelas empresas, oferecemos qualificação profissional continuamente, por meio das oficinas e palestras com temáticas relevantes e de interesse do nosso público", afirmou.

A Secretaria de Estado da Inclusão Social (Seidh), por meio do Núcleo de Apoio ao Trabalho (NAT), deu início, nesta terça-feira, à Semana da Pessoa com Deficiência, a partir da temática "Multiplicando Ações Inclusivas". Na abertura do evento, se apresentou o Coral Terceira Visão, composto pelos membros da Associação dos Deficientes Visuais de Sergipe (Adevise). A programação contou, ainda, com a oficina de qualificação profissional sobre Atendimento ao Cliente e uma palestra especial sobre Educação e Previdência.
Após a apresentação de músicas populares, o regente do Coral Terceira Visão, Evanilson Vieira da Silva, elogiou a iniciativa da Seidh e do NAT de promover ações voltadas aos PCDs com foco no mercado de trabalho. De acordo com ele, a música tem promovido a mudança na vida dos 16 integrantes do Coral, há 16 anos. "Nós fazemos tudo com esmero, ensaiamos as músicas, alguns ainda ficam nervosos antes de apresentar, mas logo ficam felizes e agradecidas pelo canto. Porque a música é um instrumento de inclusão, de harmonização e interação entre as pessoas", disse o maestro Evanilson.
A técnica do setor de Pessoa com Deficiência do NAT, Alexandra Carvalho, explicou que a Semana da Pessoa com Deficiência tem o intuito de trazer à tona a realidade dessas pessoas e discutir os desafios para sua inserção no mercado de trabalho. "Temos exigências desse mercado e, para atendê-las, promovemos momentos de qualificação profissional. No entanto, ainda há muita resistência e preconceito que devem ser quebrados para efetivar a inclusão dos PCDs", apontou.
Segundo a coordenadora Estadual do Trabalho e Emprego da Seidh, Sandra Magna Rezende, ações como essa colaboram com a superação dessas dificuldades. "Sabemos que o trabalho é a forma mais efetiva de inclusão social. E o nosso trabalho vai além do encaminhamento das PCDs para seleções. Considerando os perfis procurados pelas empresas, oferecemos qualificação profissional continuamente, por meio das oficinas e palestras com temáticas relevantes e de interesse do nosso público", afirmou.