“Vou preparar Sergipe para os próximos 20 anos”, diz Belivaldo

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
Belivaldo chagas durante a entrevista
Belivaldo chagas durante a entrevista

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 27/09/2018 às 07:17:00

 

O governador do Es
tado e candidato à 
reeleição Belivaldo Chagas assegurou ontem aos sergipanos que fará uma gestão técnica, em seu próximo governo, pautada em preparar Sergipe para retomada do crescimento econômico e social não apenas para os quatros anos de seu mandato, mas para as próximas três décadas.
Belivaldo foi sabatinado, ao vivo, no programa Entrevistas CBN, uma série de sabatinas promovida pela emissora com todos os candidatos a governador e a senador que disputam as Eleições 2018 em Sergipe, com ordem de entrevistas definida em sorteio.
O governador do Estado afirmou que, diferente dos demais candidatos ao cargo de chefe do Executivo Estadual, que prometem “fazer isso, fazer aquilo”, ele já executa boa parte das medidas que pretende aprofundar em sua próxima gestão. 
“Ou seja, comigo não tem essa história de ‘vou fazer se eleito for’. Com o magistério, por exemplo, já concedemos 15% de reajuste no escalonamento da carreira, respeitando tanto a formação do professor quanto o tempo de serviço prestado. Isso já é lei e passa a valer ainda este ano, resultado de negociações que fizemos junto ao Sintese depois que assumi o cargo”, destacou o governador, ao ressaltar o compromisso que tem com a valorização dos professores.
Belivaldo aproveitou a entrevista para refirmar a prioridade que dedica ao servidor público em sua gestão à frente do Governo de Sergipe e explicou que, a partir dos esforços que a equipe de gestão econômica tem empreendido para reduzir despesas e reequilibrar as finanças públicas, os servidores, “70% deles”, voltaram a receber seus salários dentro do mês referência.
Em disputa pela reeleição, o governador afirmou que, ao assumir o cargo, em abril deste ano, sentou com a equipe econômica e fez um raio x da situação atual das finanças e determinou metas a ser atingidas com a execução do Plano de Recuperação Econômica e Geração de Empregos implantado em sua gestão.
“De lá pra cá, já avançamos muito nesse sentido. Reduzimos em torno de R$30 milhões o custeio da máquina administrativa, e vamos reduzir ainda com a reforma administrativa que vou implementar em minha próxima gestão. E, mesmo nos meses mais difíceis para arrecadação financeira do Estado [julho, agosto e setembro], conseguimos pagar 70% da folha de pessoal dentro do mês e o restante do pessoal recebe até o dia 12 do mês seguinte”, disse, ao frisar que essa medida aumenta a confiança dos varejistas, que têm agora a certeza que o governo paga aos servidores numa data determinada, sem riscos de atraso ou de parcelamentos dos salários. 
Durante os 50 minutos da entrevista, o governador foi questionado sobre diversos temas de interesse social, como a garantia da estabilidade dos servidores da Fundação Hospitalar de Sergipe, cujo projeto de lei será votado pela Assembleia Legislativa nesta quinta-feira, dia 27.
Ao encerrar sua participação na sabatina promovida pela Rádio CBN, Belivaldo se mostrou confiante no sucesso de sua campanha, cujo crescimento está atestado por todas as pesquisas de opinião, e estimulou os eleitores sergipanos a não deixar de votar no próximo dia 7 de outubro, “para que outros não escolham por você os candidatos que os representarão pelos próximos quatro anos”, disse o governador ao frisar que em pouco mais de cinco meses, mostrou ter experiência e preparo suficientes para superar os desafios atuais, “algo que falta aos meus adversários”, finalizou.

O governador do Es tado e candidato à  reeleição Belivaldo Chagas assegurou ontem aos sergipanos que fará uma gestão técnica, em seu próximo governo, pautada em preparar Sergipe para retomada do crescimento econômico e social não apenas para os quatros anos de seu mandato, mas para as próximas três décadas.
Belivaldo foi sabatinado, ao vivo, no programa Entrevistas CBN, uma série de sabatinas promovida pela emissora com todos os candidatos a governador e a senador que disputam as Eleições 2018 em Sergipe, com ordem de entrevistas definida em sorteio.
O governador do Estado afirmou que, diferente dos demais candidatos ao cargo de chefe do Executivo Estadual, que prometem “fazer isso, fazer aquilo”, ele já executa boa parte das medidas que pretende aprofundar em sua próxima gestão. 
“Ou seja, comigo não tem essa história de ‘vou fazer se eleito for’. Com o magistério, por exemplo, já concedemos 15% de reajuste no escalonamento da carreira, respeitando tanto a formação do professor quanto o tempo de serviço prestado. Isso já é lei e passa a valer ainda este ano, resultado de negociações que fizemos junto ao Sintese depois que assumi o cargo”, destacou o governador, ao ressaltar o compromisso que tem com a valorização dos professores.
Belivaldo aproveitou a entrevista para refirmar a prioridade que dedica ao servidor público em sua gestão à frente do Governo de Sergipe e explicou que, a partir dos esforços que a equipe de gestão econômica tem empreendido para reduzir despesas e reequilibrar as finanças públicas, os servidores, “70% deles”, voltaram a receber seus salários dentro do mês referência.
Em disputa pela reeleição, o governador afirmou que, ao assumir o cargo, em abril deste ano, sentou com a equipe econômica e fez um raio x da situação atual das finanças e determinou metas a ser atingidas com a execução do Plano de Recuperação Econômica e Geração de Empregos implantado em sua gestão.
“De lá pra cá, já avançamos muito nesse sentido. Reduzimos em torno de R$30 milhões o custeio da máquina administrativa, e vamos reduzir ainda com a reforma administrativa que vou implementar em minha próxima gestão. E, mesmo nos meses mais difíceis para arrecadação financeira do Estado [julho, agosto e setembro], conseguimos pagar 70% da folha de pessoal dentro do mês e o restante do pessoal recebe até o dia 12 do mês seguinte”, disse, ao frisar que essa medida aumenta a confiança dos varejistas, que têm agora a certeza que o governo paga aos servidores numa data determinada, sem riscos de atraso ou de parcelamentos dos salários. 
Durante os 50 minutos da entrevista, o governador foi questionado sobre diversos temas de interesse social, como a garantia da estabilidade dos servidores da Fundação Hospitalar de Sergipe, cujo projeto de lei será votado pela Assembleia Legislativa nesta quinta-feira, dia 27.
Ao encerrar sua participação na sabatina promovida pela Rádio CBN, Belivaldo se mostrou confiante no sucesso de sua campanha, cujo crescimento está atestado por todas as pesquisas de opinião, e estimulou os eleitores sergipanos a não deixar de votar no próximo dia 7 de outubro, “para que outros não escolham por você os candidatos que os representarão pelos próximos quatro anos”, disse o governador ao frisar que em pouco mais de cinco meses, mostrou ter experiência e preparo suficientes para superar os desafios atuais, “algo que falta aos meus adversários”, finalizou.