Combater o desemprego é prioridade para Valadares Filho

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
Valadares Filho posa para foto com apoiadores
Valadares Filho posa para foto com apoiadores

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 29/09/2018 às 07:16:00

 

Em cada garagem da maioria das residências de Sergipe o espaço é ocupado com um salão de beleza, um pequeno mercado, uma lojinha de variedades. Essa tem sido a forma mais comum que o sergipano encontrou para driblar a crise que se abateu sobre o estado que tem no desemprego uma das suas mais perversas consequências. São mais de 173 mil trabalhadores fora do mercado, buscando formas de sobrevivência.
Tânia Conceição da Luz, 42, assistente de serviços gerais, engrossa essa triste estatística. Vítima da falta de ações governamentais capazes de evitar o fechamento de tantos postos de trabalho, ela ficou desempregada há dois anos. Mãe de três filhos menores, encontrou na informalidade a alternativa para sobreviver. Com o pouco dinheiro que tinha, montou uma "banca" de frutas e verduras na porta de casa. Com isso, vai mantendo a casa.
Moradora do bairro Santos Dumont, em Aracaju, ouviu nesta quinta-feira (27), durante a passagem de Valadares Filho, candidato ao governo de Sergipe pela coligação "Um Novo Governo para Nossa Gente", uma notícia que lhe encheu de esperança. No seu Programa de Governo, o candidato pensou nos empreendedores individuais que estão na informalidade e vai por em prática um projeto que busca retirar essa informalidade de micro e pequenos empreendedores. Com isso, não só legaliza atividades econômicas informais, como também combate o desemprego, criando novas oportunidades.
Para alcançar tal objetivo, Valadares Filho pretende criar o programa "Crédito Fácil", abrindo uma linha de crédito, no valor de R$ 200 milhões, no Banco do Estado de Sergipe  (Banese), destinada ao financiamento de negócios de micros e pequenos empreendedores individuais, para atender pessoas como Tânia Luz.
A proposta do candidato para combater o desemprego é muito mais ousada e afeta também os jovens. Valadares Filho quer implantar dois programas fundamentais para abrir novas vagas no mercado de trabalho, um deles focado na juventude. O "Emprego Já" pretende criar 60 mil vagas a partir do incentivo e fortalecimento da indústria, agroindústria, micro e pequenas empresas, hoje grandes geradoras de emprego e renda.
Para a juventude, Valadares Filho idealizou o "Meu Primeiro Emprego", proposta que pretende estimular a iniciativa privada a abrir oportunidades para a mão de obra jovem, devidamente qualificada e capacitada, mas sem experiência, para entrar no mercado de trabalho. O estudante Iago Sidney Andrade, 16, morador do conjunto Marcos Freire III, em Nossa Senhora do Socorro, na grande Aracaju, cidade por onde também passou a carreata dos candidatos que compõem a coligação de Valadares Filho na noite desta quinta-feira, mostrou-se entusiasmado com a novidade.

Em cada garagem da maioria das residências de Sergipe o espaço é ocupado com um salão de beleza, um pequeno mercado, uma lojinha de variedades. Essa tem sido a forma mais comum que o sergipano encontrou para driblar a crise que se abateu sobre o estado que tem no desemprego uma das suas mais perversas consequências. São mais de 173 mil trabalhadores fora do mercado, buscando formas de sobrevivência.
Tânia Conceição da Luz, 42, assistente de serviços gerais, engrossa essa triste estatística. Vítima da falta de ações governamentais capazes de evitar o fechamento de tantos postos de trabalho, ela ficou desempregada há dois anos. Mãe de três filhos menores, encontrou na informalidade a alternativa para sobreviver. Com o pouco dinheiro que tinha, montou uma "banca" de frutas e verduras na porta de casa. Com isso, vai mantendo a casa.
Moradora do bairro Santos Dumont, em Aracaju, ouviu nesta quinta-feira (27), durante a passagem de Valadares Filho, candidato ao governo de Sergipe pela coligação "Um Novo Governo para Nossa Gente", uma notícia que lhe encheu de esperança. No seu Programa de Governo, o candidato pensou nos empreendedores individuais que estão na informalidade e vai por em prática um projeto que busca retirar essa informalidade de micro e pequenos empreendedores. Com isso, não só legaliza atividades econômicas informais, como também combate o desemprego, criando novas oportunidades.
Para alcançar tal objetivo, Valadares Filho pretende criar o programa "Crédito Fácil", abrindo uma linha de crédito, no valor de R$ 200 milhões, no Banco do Estado de Sergipe  (Banese), destinada ao financiamento de negócios de micros e pequenos empreendedores individuais, para atender pessoas como Tânia Luz.
A proposta do candidato para combater o desemprego é muito mais ousada e afeta também os jovens. Valadares Filho quer implantar dois programas fundamentais para abrir novas vagas no mercado de trabalho, um deles focado na juventude. O "Emprego Já" pretende criar 60 mil vagas a partir do incentivo e fortalecimento da indústria, agroindústria, micro e pequenas empresas, hoje grandes geradoras de emprego e renda.
Para a juventude, Valadares Filho idealizou o "Meu Primeiro Emprego", proposta que pretende estimular a iniciativa privada a abrir oportunidades para a mão de obra jovem, devidamente qualificada e capacitada, mas sem experiência, para entrar no mercado de trabalho. O estudante Iago Sidney Andrade, 16, morador do conjunto Marcos Freire III, em Nossa Senhora do Socorro, na grande Aracaju, cidade por onde também passou a carreata dos candidatos que compõem a coligação de Valadares Filho na noite desta quinta-feira, mostrou-se entusiasmado com a novidade.