Comércio espera aumento das vendas

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 03/10/2018 às 06:38:00

 

Milton Alves Júnior
Diante de um movimento ainda tímido em todos os polos comerciais de Aracaju, comerciantes de olho nas vendas destinadas ao Dia das Crianças - a ser comemorado no próximo dia 12 de outubro, seguem intensificando os atrativos a fim de ultrapassar o índice de 2,7% de aumento nas vendas conquistado no mesmo período do ano passado. De acordo com a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), a realização de um pleito eleitoral no próximo domingo contribui diretamente para que o fluxo de consumidores no centro da capital, por exemplo, permaneça abaixo do esperado. A preocupação ocorre, também, em virtude do feriado prolongado da próxima semana.
Como o dia 12 deste mês cai em uma sexta, e é feriado nacional em virtude das comemorações ao Dia de Nossa Senhora Aparecida - padroeira do Brasil, a existência do feriado prolongado pode interferir diretamente no setor varejista, em especial junto as lojas que revendem brinquedos, equipamentos eletrônicos e vestuário infantil. De acordo com presidente da CDL de Aracaju, Brenno Barreto, apesar da instabilidade financeira que segue assolando o país, desde 2016, após o ápice da crise econômica mundial, Sergipe vem contabilizando crescimento tímido, porém real. O cenário ímpar em torno do Dia das Crianças gera um freio nesse crescimento, mas não retira a confiabilidade progressista dos vendedores.
 "Embora seja um crescimento tímido, as expectativas são boas. Essa é uma data que motiva. Quem tem uma criança dificilmente deixa de comprar um brinquedo. Estamos justamente nos apegando a esse fator importante, e, por este motivo, acredito muito que após as eleições de domingo tanto no centro da cidade, com também nos outros polos comerciais será possível multiplicar o movimento das vendas", declarou. Questionado sobre a possibilidade de estender o horário de funcionamento das lojas entre a segunda e a quinta-feira da semana que vem, Brenno Barreto não descartou essa possibilidade e informou que a decisão será coletiva entre o setor e oficializada ainda essa semana.
A Câmara também segue atenta a possível necessidade de solicitar aumento das rondas militares e de agentes da Guarda Municipal de Aracaju a fim de garantir tranquilidade a todos os consumidores e comerciantes. "Sabemos da necessidade de nos adequar de acordo com as necessidades e reivindicações dos clientes. Faltando pouco mais de uma semana para essa data comemorativa, sempre especial para o calendário econômico do setor lojista, estamos atentos a probabilidade de ampliar o horário de atendimento e a necessidade de ampliar a presença dos setores de Segurança Pública. Desta forma será possível garantir satisfação e conforto para todos", afirmou.

Diante de um movimento ainda tímido em todos os polos comerciais de Aracaju, comerciantes de olho nas vendas destinadas ao Dia das Crianças - a ser comemorado no próximo dia 12 de outubro, seguem intensificando os atrativos a fim de ultrapassar o índice de 2,7% de aumento nas vendas conquistado no mesmo período do ano passado. De acordo com a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), a realização de um pleito eleitoral no próximo domingo contribui diretamente para que o fluxo de consumidores no centro da capital, por exemplo, permaneça abaixo do esperado. A preocupação ocorre, também, em virtude do feriado prolongado da próxima semana.
Como o dia 12 deste mês cai em uma sexta, e é feriado nacional em virtude das comemorações ao Dia de Nossa Senhora Aparecida - padroeira do Brasil, a existência do feriado prolongado pode interferir diretamente no setor varejista, em especial junto as lojas que revendem brinquedos, equipamentos eletrônicos e vestuário infantil. De acordo com presidente da CDL de Aracaju, Brenno Barreto, apesar da instabilidade financeira que segue assolando o país, desde 2016, após o ápice da crise econômica mundial, Sergipe vem contabilizando crescimento tímido, porém real. O cenário ímpar em torno do Dia das Crianças gera um freio nesse crescimento, mas não retira a confiabilidade progressista dos vendedores.
 "Embora seja um crescimento tímido, as expectativas são boas. Essa é uma data que motiva. Quem tem uma criança dificilmente deixa de comprar um brinquedo. Estamos justamente nos apegando a esse fator importante, e, por este motivo, acredito muito que após as eleições de domingo tanto no centro da cidade, com também nos outros polos comerciais será possível multiplicar o movimento das vendas", declarou. Questionado sobre a possibilidade de estender o horário de funcionamento das lojas entre a segunda e a quinta-feira da semana que vem, Brenno Barreto não descartou essa possibilidade e informou que a decisão será coletiva entre o setor e oficializada ainda essa semana.
A Câmara também segue atenta a possível necessidade de solicitar aumento das rondas militares e de agentes da Guarda Municipal de Aracaju a fim de garantir tranquilidade a todos os consumidores e comerciantes. "Sabemos da necessidade de nos adequar de acordo com as necessidades e reivindicações dos clientes. Faltando pouco mais de uma semana para essa data comemorativa, sempre especial para o calendário econômico do setor lojista, estamos atentos a probabilidade de ampliar o horário de atendimento e a necessidade de ampliar a presença dos setores de Segurança Pública. Desta forma será possível garantir satisfação e conforto para todos", afirmou.