Homem é preso por venda de anabolizante

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
Os anabolizante apreendidos pela PF
Os anabolizante apreendidos pela PF

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 03/10/2018 às 06:39:00

 

A Polícia Federal prendeu um homem de 32 anos que vendia anabolizantes no Distrito Industrial (zona sul). Segundo a PF, a investigação começou após uma denúncia de suposta entrega de medicamentos proibidos. Ao chegarem no local, a polícia monitorou um suspeito que pretendia despachar, por serviço postal, produtos anabolizantes, ocasião que foi preso em flagrante delito.
Durante o interrogatório, o preso, confessou que comercializava os produtos há mais de três meses e que também era usuário de anabolizantes. Com o preso, de forte compleição física, foram apreendidas 100 ampolas de anabolizantes proibidos no Brasil. As investigações prosseguem no sentido de identificar demais envolvidos. O preso está detido em uma Delegacia Metropolitana de Aracaju e irá responder por comércio de produtos destinados a fins terapêuticos ou medicinais, sem registro no órgão de vigilância sanitária, crime hediondo, com pena prevista de 10 a 15 anos de reclusão.
As substâncias anabolizantes ajudam no crescimento dos músculos sob o risco de câncer e infarto. Elas podem gerar lesões devido ao súbito aumento de força e pouco preparo mental e nos tendões; Perigo de morte; Problemas cardiovasculares. A dosagem extra de hormônios causa o aceleramento do metabolismo, podendo obstruir veias e impedir a passagem do sangue de forma normal, o que pode ocasionar ataques cardíacos;

A Polícia Federal prendeu um homem de 32 anos que vendia anabolizantes no Distrito Industrial (zona sul). Segundo a PF, a investigação começou após uma denúncia de suposta entrega de medicamentos proibidos. Ao chegarem no local, a polícia monitorou um suspeito que pretendia despachar, por serviço postal, produtos anabolizantes, ocasião que foi preso em flagrante delito.
Durante o interrogatório, o preso, confessou que comercializava os produtos há mais de três meses e que também era usuário de anabolizantes. Com o preso, de forte compleição física, foram apreendidas 100 ampolas de anabolizantes proibidos no Brasil. As investigações prosseguem no sentido de identificar demais envolvidos. O preso está detido em uma Delegacia Metropolitana de Aracaju e irá responder por comércio de produtos destinados a fins terapêuticos ou medicinais, sem registro no órgão de vigilância sanitária, crime hediondo, com pena prevista de 10 a 15 anos de reclusão.
As substâncias anabolizantes ajudam no crescimento dos músculos sob o risco de câncer e infarto. Elas podem gerar lesões devido ao súbito aumento de força e pouco preparo mental e nos tendões; Perigo de morte; Problemas cardiovasculares. A dosagem extra de hormônios causa o aceleramento do metabolismo, podendo obstruir veias e impedir a passagem do sangue de forma normal, o que pode ocasionar ataques cardíacos;