CBF divulga calendário do futebol para 2019

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
No calendário da CBF para 2019 o Campeonato Sergipano terá apenas 18 datas, de 20 de janeiro a 21 de abril
No calendário da CBF para 2019 o Campeonato Sergipano terá apenas 18 datas, de 20 de janeiro a 21 de abril

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 04/10/2018 às 06:47:00

 

A Confederação Bra
sileira de Futebol 
(CBF), publicou nesta quarta-feira 3, o calendário do futebol brasileiro para 2019. O Campeonato Brasileiro da Série A começará em 28 de abril e vai até 8 de dezembro. A Série B irá de 27 de abril até 30 de novembro. Já a Copa do Brasil terá seu início no dia 6 de fevereiro. As finais acontecerão nos dias 4 e 11 de setembro. Boa notícia para clubes, atletas e torcedores é que, em 2019, todos os jogos noturnos começarão até o horário de 21h30.
O calendário do futebol brasileiro em 2019 inicia no dia 2 de janeiro, com a abertura da pré-temporada, que terá 18 dias, quatro a mais do que em 2018. Os campeonatos estaduais continuarão a ter 18 datas disponíveis, entre 20 de janeiro e 21 de abril, respeitando a qualificação técnica obtida neste ano e os contratos vigentes.
A exemplo do que aconteceu em 2018, o calendário do ano que vem será impactado por um torneio internacional. Neste caso a Copa América, que será realizada no Brasil entre 14 de junho e 7 de julho. Nesse período, as principais competições nacionais terão uma pausa. 
O calendário reduz para uma semana o intervalo entre as partidas de ida e volta das quartas de final, semifinais e finais da Copa do Brasil. O torneio terminará em setembro. Com isso, não vai mais coincidir com as rodadas finais da Série A e das Copas Continentais. 
A mudança distribui ao longo do ano as principais decisões. Em abril, serão definidos os campeões estaduais. Em setembro, o vencedor da Copa do Brasil. E em novembro e dezembro os campeões brasileiros e os das copas Libertadores e Sul-Americana.
A elaboração do calendário nacional é o exercício de alocar nas datas disponíveis os contratos existentes, a agenda mundial do futebol e a legislação vigente.
- Um dos grandes desafios da CBF é aprimorar o calendário, distribuir melhor as competições durante o ano e oferecer aos torcedores, dias e horários de jogos cada vez melhores. Fizemos um movimento nesta direção e vamos avançar mais em 2020 - avalia o Diretor Executivo de Gestão e presidente eleito da CBF, Rogério Caboclo.

A Confederação Bra sileira de Futebol  (CBF), publicou nesta quarta-feira 3, o calendário do futebol brasileiro para 2019. O Campeonato Brasileiro da Série A começará em 28 de abril e vai até 8 de dezembro. A Série B irá de 27 de abril até 30 de novembro. Já a Copa do Brasil terá seu início no dia 6 de fevereiro. As finais acontecerão nos dias 4 e 11 de setembro. Boa notícia para clubes, atletas e torcedores é que, em 2019, todos os jogos noturnos começarão até o horário de 21h30.
O calendário do futebol brasileiro em 2019 inicia no dia 2 de janeiro, com a abertura da pré-temporada, que terá 18 dias, quatro a mais do que em 2018. Os campeonatos estaduais continuarão a ter 18 datas disponíveis, entre 20 de janeiro e 21 de abril, respeitando a qualificação técnica obtida neste ano e os contratos vigentes.
A exemplo do que aconteceu em 2018, o calendário do ano que vem será impactado por um torneio internacional. Neste caso a Copa América, que será realizada no Brasil entre 14 de junho e 7 de julho. Nesse período, as principais competições nacionais terão uma pausa. 
O calendário reduz para uma semana o intervalo entre as partidas de ida e volta das quartas de final, semifinais e finais da Copa do Brasil. O torneio terminará em setembro. Com isso, não vai mais coincidir com as rodadas finais da Série A e das Copas Continentais. 
A mudança distribui ao longo do ano as principais decisões. Em abril, serão definidos os campeões estaduais. Em setembro, o vencedor da Copa do Brasil. E em novembro e dezembro os campeões brasileiros e os das copas Libertadores e Sul-Americana.
A elaboração do calendário nacional é o exercício de alocar nas datas disponíveis os contratos existentes, a agenda mundial do futebol e a legislação vigente.
- Um dos grandes desafios da CBF é aprimorar o calendário, distribuir melhor as competições durante o ano e oferecer aos torcedores, dias e horários de jogos cada vez melhores. Fizemos um movimento nesta direção e vamos avançar mais em 2020 - avalia o Diretor Executivo de Gestão e presidente eleito da CBF, Rogério Caboclo.