UFS sedia curso de formação para gestores públicos de Sergipe

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
UFS e Fapese entram como parceiros para realização do curso de formação de gestores públicos
UFS e Fapese entram como parceiros para realização do curso de formação de gestores públicos

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 06/10/2018 às 06:42:00

 

Foi iniciado nesta sexta-
feira  o curso de forma
ção para os participantes selecionados no concurso público do governo do estado de Sergipe para cargo de Gestor Público especialista em Políticas Públicas e Gestão Governamental (EPPGG). Os 50 participantes mais bem classificados na primeira fase do concurso participam da formação, que tem caráter classificatório e eliminatório para a segunda fase. Na abertura do curso, que vai acontecer na Universidade Federal de Sergipe, participaram Ciro Brasil, presidente do Sindicato dos Gestores Públicos (Singesp), e Josué Modesto dos Passos Subrinho, secretário de educação do estado e ex-reitor da UFS.
A Fundação de Apoio à Pesquisa e Extensão de Sergipe (Fapese) é a responsável pelo curso de formação. E, segundo Iara Castaneda, gerente de projetos da instituição, a UFS surge como apoiadora nesta fase. "Com o apoio da universidade, a Fapese é responsável pela elaboração dessa etapa do concurso, que será composta de mais de 360 horas/aula e cinco módulos", explica.
Itamar Freitas, presidente da Fapese, ressalta a importância da parceria das instituições nesse projeto. "Estamos unindo três entidades públicas para a capacitação de gestores que, futuramente, irão impactar na oferta do serviço público", diz.
O curso será realizado nas dependências da UFS e acontece até o dia 17 de dezembro deste ano e contará com a participação de professores da universidade.
Rosalvo Ferreira, pró-reitor de Planejamento e representante do reitor Angelo Roberto Antoniolli, parabenizou a preocupação do estado na formação de novos gestores públicos. Além disso, reconheceu a importância da parceria entre a Fapese e a UFS nesse projeto. "A UFS foi uma das poucas que não parou nesse período difícil, sendo um modelo de como pode ser feita uma boa gestão", afirma.
Segundo Ana Georgia Pereira, superintendente de recursos humanos da Secretaria de Planejamento, Orçamento e Gestão do governo de Sergipe (Seplag), esta etapa, aliada aos resultados obtidos na primeira prova, irão definir os 19 selecionados para o cargo de Gestor Público. "É uma grande alegria estar trabalhando com a UFS e com a Fapese, com o reconhecimento de que escolhemos dentro do estado a melhor fundação para isso", diz.

Foi iniciado nesta sexta- feira  o curso de forma ção para os participantes selecionados no concurso público do governo do estado de Sergipe para cargo de Gestor Público especialista em Políticas Públicas e Gestão Governamental (EPPGG). Os 50 participantes mais bem classificados na primeira fase do concurso participam da formação, que tem caráter classificatório e eliminatório para a segunda fase. Na abertura do curso, que vai acontecer na Universidade Federal de Sergipe, participaram Ciro Brasil, presidente do Sindicato dos Gestores Públicos (Singesp), e Josué Modesto dos Passos Subrinho, secretário de educação do estado e ex-reitor da UFS.
A Fundação de Apoio à Pesquisa e Extensão de Sergipe (Fapese) é a responsável pelo curso de formação. E, segundo Iara Castaneda, gerente de projetos da instituição, a UFS surge como apoiadora nesta fase. "Com o apoio da universidade, a Fapese é responsável pela elaboração dessa etapa do concurso, que será composta de mais de 360 horas/aula e cinco módulos", explica.Itamar Freitas, presidente da Fapese, ressalta a importância da parceria das instituições nesse projeto. "Estamos unindo três entidades públicas para a capacitação de gestores que, futuramente, irão impactar na oferta do serviço público", diz.
O curso será realizado nas dependências da UFS e acontece até o dia 17 de dezembro deste ano e contará com a participação de professores da universidade.
Rosalvo Ferreira, pró-reitor de Planejamento e representante do reitor Angelo Roberto Antoniolli, parabenizou a preocupação do estado na formação de novos gestores públicos. Além disso, reconheceu a importância da parceria entre a Fapese e a UFS nesse projeto. "A UFS foi uma das poucas que não parou nesse período difícil, sendo um modelo de como pode ser feita uma boa gestão", afirma.
Segundo Ana Georgia Pereira, superintendente de recursos humanos da Secretaria de Planejamento, Orçamento e Gestão do governo de Sergipe (Seplag), esta etapa, aliada aos resultados obtidos na primeira prova, irão definir os 19 selecionados para o cargo de Gestor Público. "É uma grande alegria estar trabalhando com a UFS e com a Fapese, com o reconhecimento de que escolhemos dentro do estado a melhor fundação para isso", diz.