SergipeTec apresenta protótipo de economia de energia na Anprotec

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 06/10/2018 às 06:54:00

 

O Sergipe Parque 
Tecnológico (Ser
gipeTec) esteve presente na 28ª Conferência Anprotec, em Goiânia/GO. A grande novidade da participação do SergipeTec foi a apresentação do protótipo sobre 'Utilização de microcontroladores para economia de energia na produção de mudas: Um estudo da Biofábrica do SergipeTec', cuja autoria é do analista de suporte, Wagner Alves; e do gestor de Projetos Sociais, Vitor Vaz.
Sob a temática Agro: Negócio, Tecnologia e Inovação, a Conferência destacou o potencial inovador das incubadoras de empresas, parques tecnológicos, instituições de ensino e pesquisa e startups brasileiras, mostrando que, além de grande produtor e exportador de commodities, o Brasil tem um sólido ecossistema que lhe permite estar na vanguarda tecnológica do agronegócio e ser referência para o restante do mundo.
"O estudo de caso trata-se da análise referente à viabilidade técnica e econômica da utilização de microcontroladores para a economia de energia na produção de mudas da Biofábrica do SergipeTec. Os resultados mostraram que, a partir do investimento realizado com a produção do protótipo e a utilização dele na produção de mudas, a economia de energia foi superior a 44%. Comparando o investimento realizado no protótipo, somado ao desgaste do equipamento de ar-condicionado, a viabilidade econômica mostrou-se atrativa, a partir do momento que os custos de manutenção e de investimento foram inferiores a 50% do valor economizado no período", explicou Wagner. 
Para o analista, o protótipo é uma oportunidade para outros seguimentos estudarem os investimentos na minimização de consumo de energia elétrica em ambientes de produção e trabalho. "É importante destacar que a grande maioria das empresas e instituições ainda utilizam sistemas de ar-condicionado e, consequentemente, possuem despesas altas com energia elétrica", reforçou Wagner. 

O Sergipe Parque  Tecnológico (Ser gipeTec) esteve presente na 28ª Conferência Anprotec, em Goiânia/GO. A grande novidade da participação do SergipeTec foi a apresentação do protótipo sobre 'Utilização de microcontroladores para economia de energia na produção de mudas: Um estudo da Biofábrica do SergipeTec', cuja autoria é do analista de suporte, Wagner Alves; e do gestor de Projetos Sociais, Vitor Vaz.
Sob a temática Agro: Negócio, Tecnologia e Inovação, a Conferência destacou o potencial inovador das incubadoras de empresas, parques tecnológicos, instituições de ensino e pesquisa e startups brasileiras, mostrando que, além de grande produtor e exportador de commodities, o Brasil tem um sólido ecossistema que lhe permite estar na vanguarda tecnológica do agronegócio e ser referência para o restante do mundo.
"O estudo de caso trata-se da análise referente à viabilidade técnica e econômica da utilização de microcontroladores para a economia de energia na produção de mudas da Biofábrica do SergipeTec. Os resultados mostraram que, a partir do investimento realizado com a produção do protótipo e a utilização dele na produção de mudas, a economia de energia foi superior a 44%. Comparando o investimento realizado no protótipo, somado ao desgaste do equipamento de ar-condicionado, a viabilidade econômica mostrou-se atrativa, a partir do momento que os custos de manutenção e de investimento foram inferiores a 50% do valor economizado no período", explicou Wagner. 
Para o analista, o protótipo é uma oportunidade para outros seguimentos estudarem os investimentos na minimização de consumo de energia elétrica em ambientes de produção e trabalho. "É importante destacar que a grande maioria das empresas e instituições ainda utilizam sistemas de ar-condicionado e, consequentemente, possuem despesas altas com energia elétrica", reforçou Wagner.