Bancada feminina cresce na Assembleia Legislativa de Sergipe

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 09/10/2018 às 06:52:00

 

A Assembleia Legislativa de Sergipe (Alese), vinte quatro deputados compõe o parlamento. Na eleição de domingo (07), a nova legislatura começou com um aumento na bancada feminina que passará a ter seis representantes.
No pleito, duas deputadas estaduais foram reeleitas, Goretti Reis (PSD) com 21.306 votos e Maria Mendonça (PSDB) 19.102 votos. A mudança do quadro foi constituída por Maisa Mitidieri (PSD) com 35.707 votos; Janier Mota (PR) com 25.731 votos; Diná Almeida (PODE- Podemos) com 20.168 votos, Kitty Lima (REDE) com 18.008 votos.
Em Sergipe, segundo dados do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) exatas 832.878 mulheres  votaram nesta eleição, o que representa 52,8% contra um total de 744.180 dos homens.
Deixa o quadro da Alese duas deputadas, a deputada estadual  pelo partido dos trabalhadores, Ana Lúcia que não concorreu às eleições e Silvia Fontes (PDT) que ainda está participando no segundo turno.
Ana Lúcia  foi eleita pela primeira vez em 2002, e está no seu quarto mandato. É  Professora da rede estadual por profissão e de coração há mais de 40 anos. Ajudou a fundar o SINTESE e a construir a Central Única dos Trabalhadores, tendo sido dirigente das duas entidades. Foi Secretária Municipal de Educação de Aracaju e, entre 2007 e 2009, assumiu a Secretaria de Estado da Inclusão, Assistência e Desenvolvimento Social;

A Assembleia Legislativa de Sergipe (Alese), vinte quatro deputados compõe o parlamento. Na eleição de domingo (07), a nova legislatura começou com um aumento na bancada feminina que passará a ter seis representantes.
No pleito, duas deputadas estaduais foram reeleitas, Goretti Reis (PSD) com 21.306 votos e Maria Mendonça (PSDB) 19.102 votos. A mudança do quadro foi constituída por Maisa Mitidieri (PSD) com 35.707 votos; Janier Mota (PR) com 25.731 votos; Diná Almeida (PODE- Podemos) com 20.168 votos, Kitty Lima (REDE) com 18.008 votos.
Em Sergipe, segundo dados do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) exatas 832.878 mulheres  votaram nesta eleição, o que representa 52,8% contra um total de 744.180 dos homens.Deixa o quadro da Alese duas deputadas, a deputada estadual  pelo partido dos trabalhadores, Ana Lúcia que não concorreu às eleições e Silvia Fontes (PDT) que ainda está participando no segundo turno.
Ana Lúcia  foi eleita pela primeira vez em 2002, e está no seu quarto mandato. É  Professora da rede estadual por profissão e de coração há mais de 40 anos. Ajudou a fundar o SINTESE e a construir a Central Única dos Trabalhadores, tendo sido dirigente das duas entidades. Foi Secretária Municipal de Educação de Aracaju e, entre 2007 e 2009, assumiu a Secretaria de Estado da Inclusão, Assistência e Desenvolvimento Social;