Concurso de "Ser Criança" apresenta arte que irá ilustrar os caminhões da coleta de lixo da capital

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
Um dos caminhões já está pintado com trabalhos dos vencedores do concurso
Um dos caminhões já está pintado com trabalhos dos vencedores do concurso

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 15/10/2018 às 09:56:00

 

Aconteceu na tarde da quarta-feira (10), na sede do Museu da Gente Sergipana, a solenidade de premiação da segunda edição do Concurso de Desenhos e Frases "Ser Criança". O evento, que foi desenvolvido pela Fundação Brasil Ecoar em parceria com a Prefeitura de Aracaju, por meio da Secretaria da Assistência Social e da Empresa Municipal de Serviços Urbanos (Emsurb), e com o apoio da empresa Torre Empreendimentos e do Instituto Banese, levou a temática da educação ambiental a crianças e adolescentes, atendidos pelo Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos nos 16 Centros de Referência da Assistência Social (CRAS) de Aracaju.
 O diretor-presidente da Fundação Brasil Ecoar, José da Silva Araújo, explicou que o objetivo do concurso foi incentivar o conhecimento de crianças e adolescentes sobre a importância dos cuidados com o meio ambiente. "Nossa equipe teatral trabalhou de forma lúdica, durante 65 dias, junto as crianças dos CRAS e, hoje, chegamos com grande êxito ao resultado final desse concurso que demonstrou, através de desenhos e frases, um dos pilares que norteia a nossa fundação, que é a educação ambiental".
 Após as oficinas, os meninos e meninas, entre 6 e 17 anos, foram estimulados a participar do concurso elaborando frases e desenhos que sensibilizassem a população em geral sobre a importância da temática.
 Para a secretária da Assistência Social, Rosane Cunha, eventos como esse são de extrema importância, uma vez que possuem um diferencial que é o trabalho intersetorial e com uma temática atual. "Os temas relacionados ao meio ambiente são abordados durante todo o ano nos CRAS. Esse concurso em especial é importante, pois demonstra o poder de um trabalho desenvolvido em parcerias e ajuda a despertar nas crianças e adolescentes os cuidados com o meio ambiente", destacou a secretária.
 "Essa atividade, prevista no contrato do vencedor do lote 1 da licitação, é uma iniciativa que cria no público infanto-juvenil, a cultura da limpeza urbana e do respeito ao meio ambiente, pois cidade mais limpa é aquela que menos se suja", enfatizou o presidente da Emsurb, Luiz Roberto Dantas.
 A programação da solenidade foi composta também pela apresentação do grupo de Ballet do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos de Aracaju, do grupo de percussão Lateiros Curupira, formado por adolescentes do CRAS Maria Diná Menezes, e a apresentação da peça teatral "Aprendendo sobre a coleta seletiva com a turma do Sítio do Pica-Pau Amarelo", realizada pela equipe de educação ambiental da Fundação Brasil Ecoar.
"A frase e o desenho escolhidos  serão aplicados em nossa frota de caminhões coletores durante toda a vigência do contrato com a Prefeitura de Aracaju. A arte produzida pelas crianças, servirão para levar mensagens de conscientização ambiental para toda a população para que elas sejam partícipes nesse processo", comentou o diretor-presidente da empresa Torre Empreendimentos, José Antônio Torres Neto.

Aconteceu na tarde da quarta-feira (10), na sede do Museu da Gente Sergipana, a solenidade de premiação da segunda edição do Concurso de Desenhos e Frases "Ser Criança". O evento, que foi desenvolvido pela Fundação Brasil Ecoar em parceria com a Prefeitura de Aracaju, por meio da Secretaria da Assistência Social e da Empresa Municipal de Serviços Urbanos (Emsurb), e com o apoio da empresa Torre Empreendimentos e do Instituto Banese, levou a temática da educação ambiental a crianças e adolescentes, atendidos pelo Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos nos 16 Centros de Referência da Assistência Social (CRAS) de Aracaju.
 O diretor-presidente da Fundação Brasil Ecoar, José da Silva Araújo, explicou que o objetivo do concurso foi incentivar o conhecimento de crianças e adolescentes sobre a importância dos cuidados com o meio ambiente. "Nossa equipe teatral trabalhou de forma lúdica, durante 65 dias, junto as crianças dos CRAS e, hoje, chegamos com grande êxito ao resultado final desse concurso que demonstrou, através de desenhos e frases, um dos pilares que norteia a nossa fundação, que é a educação ambiental".
 Após as oficinas, os meninos e meninas, entre 6 e 17 anos, foram estimulados a participar do concurso elaborando frases e desenhos que sensibilizassem a população em geral sobre a importância da temática.
 Para a secretária da Assistência Social, Rosane Cunha, eventos como esse são de extrema importância, uma vez que possuem um diferencial que é o trabalho intersetorial e com uma temática atual. "Os temas relacionados ao meio ambiente são abordados durante todo o ano nos CRAS. Esse concurso em especial é importante, pois demonstra o poder de um trabalho desenvolvido em parcerias e ajuda a despertar nas crianças e adolescentes os cuidados com o meio ambiente", destacou a secretária.
 "Essa atividade, prevista no contrato do vencedor do lote 1 da licitação, é uma iniciativa que cria no público infanto-juvenil, a cultura da limpeza urbana e do respeito ao meio ambiente, pois cidade mais limpa é aquela que menos se suja", enfatizou o presidente da Emsurb, Luiz Roberto Dantas.
 A programação da solenidade foi composta também pela apresentação do grupo de Ballet do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos de Aracaju, do grupo de percussão Lateiros Curupira, formado por adolescentes do CRAS Maria Diná Menezes, e a apresentação da peça teatral "Aprendendo sobre a coleta seletiva com a turma do Sítio do Pica-Pau Amarelo", realizada pela equipe de educação ambiental da Fundação Brasil Ecoar.
"A frase e o desenho escolhidos  serão aplicados em nossa frota de caminhões coletores durante toda a vigência do contrato com a Prefeitura de Aracaju. A arte produzida pelas crianças, servirão para levar mensagens de conscientização ambiental para toda a população para que elas sejam partícipes nesse processo", comentou o diretor-presidente da empresa Torre Empreendimentos, José Antônio Torres Neto.