Milhares de pessoas vão homenagear hoje Nossa Senhora Aparecida

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
MILHARES DE FIEIS PARTICIPAM HOJE DA ROMARIA AO SANTUÁRIO DE NOSSA SENHORA DE APARECIDA, AGRESTE DO ESTADO; EM ARACAJU HAVERÁ PROCISSÃO NO CONJUNTO BUGIO
MILHARES DE FIEIS PARTICIPAM HOJE DA ROMARIA AO SANTUÁRIO DE NOSSA SENHORA DE APARECIDA, AGRESTE DO ESTADO; EM ARACAJU HAVERÁ PROCISSÃO NO CONJUNTO BUGIO


Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 15/10/2018 às 10:04:00

 

Milton Alves Júnior
Patrimônio cultural e 
imaterial do Estado 
de Sergipe, hoje é dia de reunir milhares de fiéis na tradicional romaria de Nossa Senhora Aparecida no município sergipano que recebe o nome da padroeira do Brasil. Conforme previsto pela Igreja Católica em Sergipe, hoje a caminhada sai Povoado Queimadas, em Ribeirópolis, com destino à sede do município de Nossa Senhora Aparecida. Realizada desde 2004, sempre no dia 12 de outubro, a via expressa de aproximadamente oito quilômetros se transforma no 'caminho da fé'. Na perspectiva de novamente receber caravanas de vários estados do Nordeste e de cidades sergipanas este ano a atividade religiosa possuí como tema: "Em Jesus, com Maria, transformamos a vida".
De acordo com o pároco do município, Douglas Gonçalves, o reconhecimento deste evento tem contribuído desde 2015 para a multiplicação do número de fiéis interessados em participar da caminhada. A romaria se transformou em patrimônio e imaterial cultural e através da Lei Estadual nº 63/2015, sendo inclusa no Calendário Festivo de Sergipe. "Desde a primeira caminhada, quinze anos se passaram, e o pequeno número de fiéis do ano de 2004 se multiplicou em milhares. Estimamos para 2018 uma média de 200 mil pessoas peregrinando pela rodovia rota do sertão, motivados pela fé na Mãe de Jesus e fervorosos em pedir e agradecer as bênçãos recebidas", disse.
 Em Aracaju - Já em Aracaju a celebração dos 35 anos da Paróquia de Nossa Senhora Aparecida (oficializada em 12 de Outubro de 1983). Começou às 5h com Alvorada Festiva. Às 6h houve Missa dos Devotos; às 8 horas será celebrada a Missa das Crianças. No mesmo horário, tem início a Peregrinação de Nossa Senhora Aparecida. A concentração será em frente à Paróquia Nossa Senhora de Lourdes, no Bairro Siqueira Campos, onde todos saem em caminha até o Santuário. Na chegada será celebrada a Missa dos Peregrinos por Dom José Palmeira Lessa, Arcebispo Emérito de Aracaju. Ainda de acordo com a comissão organizadora no período da tarde será realizada a Missa Solene a partir das 15 horas.
Logo após acontece a grande procissão, que vai percorrer as principais ruas do Bugio. E às 18 horas celebração da última Missa do Dia Festivo com o Arcebispo de Aracaju Dom João José Costa. O dia festivo será encerrado com show e quermesse. Devota de Nossa Senhora Aparecida, a funcionária pública aposentada Regila Ferreira Nunes, de 64 anos, conversou com o Jornal do Dia e garantiu que esta data possui um significado especial para a respectiva família. Para a fiel, paralelo ao fato de ter contabilizado múltiplos momentos de felicidade no meio familiar, trabalhista e entre amigos, ela agradece à padroeira todos os objetivos alcançados com o mais absoluto sucesso por parte dos filhos e netos.
"Tenho a plena convicção que todo dia é um bom momento para se agradecer as preces alcançadas e também aos erros que cometemos, mas que prontamente aprendemos com ele. Apesar desse agradecimento ser diário, nada mais importante do que participar dessa novena em que possuímos a oportunidade de intensificar os nossos agradecimentos por tudo. Felizmente posso dizer que ao longo dos meus quase 65 anos contabilizei muito mais momentos felizes do que tristes e isso é um belo motivo para se ajoelhar e mais uma vez agradecer", disse.

Patrimônio cultural e  imaterial do Estado  de Sergipe, hoje é dia de reunir milhares de fiéis na tradicional romaria de Nossa Senhora Aparecida no município sergipano que recebe o nome da padroeira do Brasil. Conforme previsto pela Igreja Católica em Sergipe, hoje a caminhada sai Povoado Queimadas, em Ribeirópolis, com destino à sede do município de Nossa Senhora Aparecida. Realizada desde 2004, sempre no dia 12 de outubro, a via expressa de aproximadamente oito quilômetros se transforma no 'caminho da fé'. Na perspectiva de novamente receber caravanas de vários estados do Nordeste e de cidades sergipanas este ano a atividade religiosa possuí como tema: "Em Jesus, com Maria, transformamos a vida".
De acordo com o pároco do município, Douglas Gonçalves, o reconhecimento deste evento tem contribuído desde 2015 para a multiplicação do número de fiéis interessados em participar da caminhada. A romaria se transformou em patrimônio e imaterial cultural e através da Lei Estadual nº 63/2015, sendo inclusa no Calendário Festivo de Sergipe. "Desde a primeira caminhada, quinze anos se passaram, e o pequeno número de fiéis do ano de 2004 se multiplicou em milhares. Estimamos para 2018 uma média de 200 mil pessoas peregrinando pela rodovia rota do sertão, motivados pela fé na Mãe de Jesus e fervorosos em pedir e agradecer as bênçãos recebidas", disse.

 Em Aracaju - Já em Aracaju a celebração dos 35 anos da Paróquia de Nossa Senhora Aparecida (oficializada em 12 de Outubro de 1983). Começou às 5h com Alvorada Festiva. Às 6h houve Missa dos Devotos; às 8 horas será celebrada a Missa das Crianças. No mesmo horário, tem início a Peregrinação de Nossa Senhora Aparecida. A concentração será em frente à Paróquia Nossa Senhora de Lourdes, no Bairro Siqueira Campos, onde todos saem em caminha até o Santuário. Na chegada será celebrada a Missa dos Peregrinos por Dom José Palmeira Lessa, Arcebispo Emérito de Aracaju. Ainda de acordo com a comissão organizadora no período da tarde será realizada a Missa Solene a partir das 15 horas.
Logo após acontece a grande procissão, que vai percorrer as principais ruas do Bugio. E às 18 horas celebração da última Missa do Dia Festivo com o Arcebispo de Aracaju Dom João José Costa. O dia festivo será encerrado com show e quermesse. Devota de Nossa Senhora Aparecida, a funcionária pública aposentada Regila Ferreira Nunes, de 64 anos, conversou com o Jornal do Dia e garantiu que esta data possui um significado especial para a respectiva família. Para a fiel, paralelo ao fato de ter contabilizado múltiplos momentos de felicidade no meio familiar, trabalhista e entre amigos, ela agradece à padroeira todos os objetivos alcançados com o mais absoluto sucesso por parte dos filhos e netos.
"Tenho a plena convicção que todo dia é um bom momento para se agradecer as preces alcançadas e também aos erros que cometemos, mas que prontamente aprendemos com ele. Apesar desse agradecimento ser diário, nada mais importante do que participar dessa novena em que possuímos a oportunidade de intensificar os nossos agradecimentos por tudo. Felizmente posso dizer que ao longo dos meus quase 65 anos contabilizei muito mais momentos felizes do que tristes e isso é um belo motivo para se ajoelhar e mais uma vez agradecer", disse.