Festival Ópera na Tela leva 12 récitas inéditas para o Parque Lage (RJ)

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 16/10/2018 às 07:38:00

 

Integrado à agenda cultural carioca, o Festival Ópera na Tela, em sua quarta edição, retorna ao Parque Lage, na zona sul do Rio, exibindo 12 óperas inéditas e recentes (2017/2018) em um telão em uma tenda cristal ao ar livre montada especialmente para o evento. Entre 27 de outubro e 8 de novembro, o público poderá assistir montagens clássicas e célebres apresentadas em teatros de Paris, Milão, Roma, Barcelona, Praga, Berlim, Salzburgo e Bayreuth, entre outros grandes palcos líricos.
O festival dará ao público mais uma vez a oportunidade de se emocionar com os maiores cantores do mundo: com destaques este ano para Anna Netrebko (presente em três óperas: Aída, Macbeth e Andrea Chénier), Plácido Domingo (Macbeth), Aida Garifullina (Romeu e Julieta e La Bohème), Anja Harteros(Tosca) e o tenor brasileiro Atalla Ayan (La Bohème). Também estão presentes regentes lendários, comoRiccardo Muti (Aída), Daniel Barenboim (Macbeth), Plácido Domingo (Don Giovanni), Riccardo Chailly(Don Pasquale e Andrea Chénier) e Christian Thielemann (Tosca e Tristão e Isolda).
Entre os destaques deste ano estão 'Don Giovanni', dirigida por Plácido Domingo, em uma reconstituição da regência de Mozart no Teatro dos Estados de Praga há 230 anos; 'Tristão e Isolda', apresentada no Festival de Bayreuth, evento concebido pelo compositor Wagner; 'La Bohème', em uma versão futurista que se passa na Lua, vista na Ópera Nacional de Paris, e 'Carmen', em uma montagem que reflete a crise de imigração e se passa na fronteira entre o México e os Estados Unidos.
Nessa edição, as obras 'Boris Godunov', 'Don Pasquale', 'Turandot', 'Andréa Chenier', 'Tristão e Isolda' e 'Romeu e Julieta' serão apresentadas pela primeira vez no âmbito do Festival.
Após as exibições no Parque Lage, os filmes do festival chegarão aos cinemas de mais de 20 cidades brasileiras, onde ficarão em cartaz até outubro de 2019.

Integrado à agenda cultural carioca, o Festival Ópera na Tela, em sua quarta edição, retorna ao Parque Lage, na zona sul do Rio, exibindo 12 óperas inéditas e recentes (2017/2018) em um telão em uma tenda cristal ao ar livre montada especialmente para o evento. Entre 27 de outubro e 8 de novembro, o público poderá assistir montagens clássicas e célebres apresentadas em teatros de Paris, Milão, Roma, Barcelona, Praga, Berlim, Salzburgo e Bayreuth, entre outros grandes palcos líricos.
O festival dará ao público mais uma vez a oportunidade de se emocionar com os maiores cantores do mundo: com destaques este ano para Anna Netrebko (presente em três óperas: Aída, Macbeth e Andrea Chénier), Plácido Domingo (Macbeth), Aida Garifullina (Romeu e Julieta e La Bohème), Anja Harteros(Tosca) e o tenor brasileiro Atalla Ayan (La Bohème). Também estão presentes regentes lendários, comoRiccardo Muti (Aída), Daniel Barenboim (Macbeth), Plácido Domingo (Don Giovanni), Riccardo Chailly(Don Pasquale e Andrea Chénier) e Christian Thielemann (Tosca e Tristão e Isolda).
Entre os destaques deste ano estão 'Don Giovanni', dirigida por Plácido Domingo, em uma reconstituição da regência de Mozart no Teatro dos Estados de Praga há 230 anos; 'Tristão e Isolda', apresentada no Festival de Bayreuth, evento concebido pelo compositor Wagner; 'La Bohème', em uma versão futurista que se passa na Lua, vista na Ópera Nacional de Paris, e 'Carmen', em uma montagem que reflete a crise de imigração e se passa na fronteira entre o México e os Estados Unidos.
Nessa edição, as obras 'Boris Godunov', 'Don Pasquale', 'Turandot', 'Andréa Chenier', 'Tristão e Isolda' e 'Romeu e Julieta' serão apresentadas pela primeira vez no âmbito do Festival.
Após as exibições no Parque Lage, os filmes do festival chegarão aos cinemas de mais de 20 cidades brasileiras, onde ficarão em cartaz até outubro de 2019.