Preço da gasolina vendida em Sergipe aumentou 5,4%

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 16/10/2018 às 07:49:00

 

O preço médio da gasolina vendida em Sergipe, em setembro deste ano, aumentou 5,4%, quando comparado com o último mês de agosto, segugndo análise realizada pelo Boletim Sergipe Econômico, parceria do Núcleo de Informações Econômicas da Federação das Indústrias do Estado de Sergipe (FIES) e do Departamento de Economia da UFS, com base nos dados da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), revelou que.
Em valores, o preço médio ficou em R$ 4,755 por litro, no mês analisado. No comparativo com setembro do ano passado, o preço médio cresceu 22,1%.
Para o etanol, o preço médio situou-se em R$ 3,516, registrando queda de 2,9%, sobre agosto último. Já no comparativo com setembro de 2017, observou-se aumento de 9,1%.
No tocante ao óleo diesel, notou-se que o preço médio, pelo litro do produto, situou-se em R$ 3,653, no mês analisado. Em termos comparativos, verificou-se alta de 7,3% em relação ao mês imediatamente anterior. Na comparação com o mesmo mês do ano passado, observou-se expansão de 14,1%.

O preço médio da gasolina vendida em Sergipe, em setembro deste ano, aumentou 5,4%, quando comparado com o último mês de agosto, segugndo análise realizada pelo Boletim Sergipe Econômico, parceria do Núcleo de Informações Econômicas da Federação das Indústrias do Estado de Sergipe (FIES) e do Departamento de Economia da UFS, com base nos dados da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), revelou que.
Em valores, o preço médio ficou em R$ 4,755 por litro, no mês analisado. No comparativo com setembro do ano passado, o preço médio cresceu 22,1%.
Para o etanol, o preço médio situou-se em R$ 3,516, registrando queda de 2,9%, sobre agosto último. Já no comparativo com setembro de 2017, observou-se aumento de 9,1%.
No tocante ao óleo diesel, notou-se que o preço médio, pelo litro do produto, situou-se em R$ 3,653, no mês analisado. Em termos comparativos, verificou-se alta de 7,3% em relação ao mês imediatamente anterior. Na comparação com o mesmo mês do ano passado, observou-se expansão de 14,1%.