Capes aprova dois cursos de doutorado e um de mestrado profissional da UFS

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 16/10/2018 às 07:59:00

 

A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) aprovou novos cursos de pós-graduação da UFS: dois doutorados (Filosofia e Psicologia) e um mestrado profissional (Segurança, Sociedade e Políticas Públicas). 
O doutorado em Filosofia terá, a princípio, duas linhas de pesquisa: Filosofia da História e Modernidade; e Conhecimento e Linguagem. Segundo o coordenador do programa, professor Evaldo Becker, o processo ainda está sendo oficializado com a Capes, porém os temas tratados nas linhas de pesquisa vão englobar política, estética, teoria do conhecimento, lógica, dentre outros.
A previsão é de que o edital para 15 vagas seja liberado em 2019.1 para ingresso em 2019.2. "Desde 2012, nosso programa de mestrado tem dado bons resultados e, na primeira vez que a gente tenta o doutorado, já conseguimos aprovação. [...] Estamos com uma boa perspectiva para ver o diálogo da Filosofia com essas outras áreas", diz Evaldo.
De acordo com professor Eduardo Cunha, coordenador do programa de Psicologia, a primeira turma do doutorado deverá ter início no primeiro semestre do próximo ano. Serão três linhas de pesquisa: Conflito Intergrupal: Processos Identitários e Racismo; Psicanálise e Cultura Contemporânea; e Saúde e Desenvolvimento Humano.
Segundo a professora Christine Jacquet, do mestrado profissional em Segurança, Sociedade e Políticas Públicas, a aprovação do curso é resultado do "trabalho de mais de dez anos da Rede Nacional de Altos Estudos em Segurança Pública (Renaesp) na UFS, estrutura montada pelo Ministério da Justiça. É a consolidação de toda a história da Renaesp em Sergipe".
O mestrado, realizado em parceria com o Ministério Público de Sergipe (MP-SE), vai ofertar 20 vagas: 10 para o MP-SE e 10 para a comunidade. Ainda não há previsão para lançamento do edital.
A UFS teve na última avaliação quadrienal da Capes cinco cursos com elevação da nota: Sociologia obteve nota 5 e Odontologia, Letras, Filosofia e Psicologia ficaram com 4.

A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) aprovou novos cursos de pós-graduação da UFS: dois doutorados (Filosofia e Psicologia) e um mestrado profissional (Segurança, Sociedade e Políticas Públicas). 
O doutorado em Filosofia terá, a princípio, duas linhas de pesquisa: Filosofia da História e Modernidade; e Conhecimento e Linguagem. Segundo o coordenador do programa, professor Evaldo Becker, o processo ainda está sendo oficializado com a Capes, porém os temas tratados nas linhas de pesquisa vão englobar política, estética, teoria do conhecimento, lógica, dentre outros.
A previsão é de que o edital para 15 vagas seja liberado em 2019.1 para ingresso em 2019.2. "Desde 2012, nosso programa de mestrado tem dado bons resultados e, na primeira vez que a gente tenta o doutorado, já conseguimos aprovação. [...] Estamos com uma boa perspectiva para ver o diálogo da Filosofia com essas outras áreas", diz Evaldo.
De acordo com professor Eduardo Cunha, coordenador do programa de Psicologia, a primeira turma do doutorado deverá ter início no primeiro semestre do próximo ano. Serão três linhas de pesquisa: Conflito Intergrupal: Processos Identitários e Racismo; Psicanálise e Cultura Contemporânea; e Saúde e Desenvolvimento Humano.
Segundo a professora Christine Jacquet, do mestrado profissional em Segurança, Sociedade e Políticas Públicas, a aprovação do curso é resultado do "trabalho de mais de dez anos da Rede Nacional de Altos Estudos em Segurança Pública (Renaesp) na UFS, estrutura montada pelo Ministério da Justiça. É a consolidação de toda a história da Renaesp em Sergipe".
O mestrado, realizado em parceria com o Ministério Público de Sergipe (MP-SE), vai ofertar 20 vagas: 10 para o MP-SE e 10 para a comunidade. Ainda não há previsão para lançamento do edital.
A UFS teve na última avaliação quadrienal da Capes cinco cursos com elevação da nota: Sociologia obteve nota 5 e Odontologia, Letras, Filosofia e Psicologia ficaram com 4.