27º Leilão unificado do TRT/20 é aguardado com expectativa

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 20/10/2018 às 06:58:00

 

O Tribunal Regional Eleitoral em Sergipe (TRT 20ª Região) está ultimando os preparativos para realizar dia 25 de outubro (quinta-feira), o seu 27º leilão unificado. Na oportunidade, serão colocados a venda, pelo maior preço ofertado, 255 lotes, com os mais variados tipos de bens, a exemplo de casas, apartamentos, glebas de terra, fazendas, veículos, eletrodométicos, tratores, etc. O início do leilão está previsto para às 8h30, no auditório do prédio amarelo do complexo TRT/20, na Av. Carlos Rodrigues da Cruz, Centro Administrativo Governador Augusto Franco, bairro Capucho, Zona Oeste de Aracaju. O objetivo do pregão é angariar recursos financeiros para pagamento de dívidas trabalhistas, cujas ações já tenham sido transitadas em julgado.
De acordo com o administrador do pregão, Valério César de Azevedo Déda, responsável por diversos leilões já registrados no âmbito do TRT/20, essa é uma atividade extremamente segura e rentável, tendo em vista que os preços dos bens são fixados em cima da avaliação feita: imóveis têm desconto de 50%; veículos 60% e os demais objetos 70%. "Justamente pelos preços acessíveis e facilidade no pagamento dos bens arrematados, podendo ser parcelados, é que essa modalidade de atividade vem crescendo a cada dia", afirmou.
Segundo o coordenador de leilões do TRT/20, Juiz Antônio Francisco de Andrade, os pregões realizados na esfera da Justiça do Trabalho são atividades seguras e se houver algum problema no curso do processo, desde que não seja causado pelo comprador e em virtude disso a venda vier a ser anulada, aquele que investiu o valor recebe o dinheiro de volta integralmente, inclusive com o valor de comissão do leiloeiro. "No quesito rentabilidade, os leilões judiciais, oriundos de falências, dívidas de impostos e cobranças trabalhistas, costumam ser os mais rentáveis pela concorrência menor e o valor do lanço mínimo ser bastante reduzido", ressaltou.

O Tribunal Regional Eleitoral em Sergipe (TRT 20ª Região) está ultimando os preparativos para realizar dia 25 de outubro (quinta-feira), o seu 27º leilão unificado. Na oportunidade, serão colocados a venda, pelo maior preço ofertado, 255 lotes, com os mais variados tipos de bens, a exemplo de casas, apartamentos, glebas de terra, fazendas, veículos, eletrodométicos, tratores, etc. O início do leilão está previsto para às 8h30, no auditório do prédio amarelo do complexo TRT/20, na Av. Carlos Rodrigues da Cruz, Centro Administrativo Governador Augusto Franco, bairro Capucho, Zona Oeste de Aracaju. O objetivo do pregão é angariar recursos financeiros para pagamento de dívidas trabalhistas, cujas ações já tenham sido transitadas em julgado.
De acordo com o administrador do pregão, Valério César de Azevedo Déda, responsável por diversos leilões já registrados no âmbito do TRT/20, essa é uma atividade extremamente segura e rentável, tendo em vista que os preços dos bens são fixados em cima da avaliação feita: imóveis têm desconto de 50%; veículos 60% e os demais objetos 70%. "Justamente pelos preços acessíveis e facilidade no pagamento dos bens arrematados, podendo ser parcelados, é que essa modalidade de atividade vem crescendo a cada dia", afirmou.
Segundo o coordenador de leilões do TRT/20, Juiz Antônio Francisco de Andrade, os pregões realizados na esfera da Justiça do Trabalho são atividades seguras e se houver algum problema no curso do processo, desde que não seja causado pelo comprador e em virtude disso a venda vier a ser anulada, aquele que investiu o valor recebe o dinheiro de volta integralmente, inclusive com o valor de comissão do leiloeiro. "No quesito rentabilidade, os leilões judiciais, oriundos de falências, dívidas de impostos e cobranças trabalhistas, costumam ser os mais rentáveis pela concorrência menor e o valor do lanço mínimo ser bastante reduzido", ressaltou.