Defesa Social divulga pesquisa comparativa de preços dos combustíveis

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
Fiscal do Procon durante pesquisa de preçeos de combustíveis
Fiscal do Procon durante pesquisa de preçeos de combustíveis

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 20/10/2018 às 06:59:00

 

A Secretaria Munici-
pal da Defesa Social 
e da Cidadania (Semdec), por meio do Programa Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon Aracaju), divulgou ontem mais uma pesquisa comparativa de preços dos combustíveis. O levantamento foi realizado na quinta-feira (18), na capital sergipana, com o objetivo de oferecer uma referência de preço aos consumidores, através dos valores obtidos dentro da amostra pesquisada, além de monitorar o mercado. 
Foram visitados 32 estabelecimentos comerciais e coletados os preços dos seguintes combustíveis: Diesel S- 10, Etanol, Gasolina Aditivada, Gasolina Comum e Gás Natural Veicular (GNV). Apesar da pesquisa comparativa ter como objeto os cinco tipos de combustíveis citados, não significa dizer que todos os postos envolvidos comercializem a totalidade destes produtos. 
O coordenador geral do Procon Aracaju, Igor Lopes, revela as variações encontradas para a gasolina. "Para a gasolina comum o menor preço constatado foi de R$ 4,78 e o maior preço foi de R$ 4,999, correspondendo a uma variação de, aproximadamente, R$ 0,219. Já para a gasolina aditivada, o menor preço, dentro da amostragem pesquisa, foi de R$ 4,49 e o maior preço de R$ 5,97, correspondendo a uma variação de R$ 1,48", pontuou o coordenador. 
A partir da análise desenvolvida pelo Procon Aracaju, também foi possível identificar para o Diesel S-10, o menor preço de R$ 3,50 e maior preço de R$ 4,190. Em relação ao Gás Natural Veicular o menor preço R$ 3,36 e maior preço de R$ 3,399. Para o Etanol o menor preço R$ 3,311 e maior preço R$ 3,593, correspondendo a uma variação de R$ 0,282, aproximadamente. 
O coordenador do órgão, Igor Lopes, ressalta que as variações e os preços constatados referem-se ao dia em que foram realizados o levantamento. "Diante disso, os dados estão sujeitos à alteração, conforme a data da compra, inclusive, por ocasião de descontos especiais, ofertas e promoções, bem como pelo fato de que postos de uma mesma rede podem praticar preços diferenciados", concluiu.

A Secretaria Munici- pal da Defesa Social  e da Cidadania (Semdec), por meio do Programa Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon Aracaju), divulgou ontem mais uma pesquisa comparativa de preços dos combustíveis. O levantamento foi realizado na quinta-feira (18), na capital sergipana, com o objetivo de oferecer uma referência de preço aos consumidores, através dos valores obtidos dentro da amostra pesquisada, além de monitorar o mercado. 
Foram visitados 32 estabelecimentos comerciais e coletados os preços dos seguintes combustíveis: Diesel S- 10, Etanol, Gasolina Aditivada, Gasolina Comum e Gás Natural Veicular (GNV). Apesar da pesquisa comparativa ter como objeto os cinco tipos de combustíveis citados, não significa dizer que todos os postos envolvidos comercializem a totalidade destes produtos. 
O coordenador geral do Procon Aracaju, Igor Lopes, revela as variações encontradas para a gasolina. "Para a gasolina comum o menor preço constatado foi de R$ 4,78 e o maior preço foi de R$ 4,999, correspondendo a uma variação de, aproximadamente, R$ 0,219. Já para a gasolina aditivada, o menor preço, dentro da amostragem pesquisa, foi de R$ 4,49 e o maior preço de R$ 5,97, correspondendo a uma variação de R$ 1,48", pontuou o coordenador. 
A partir da análise desenvolvida pelo Procon Aracaju, também foi possível identificar para o Diesel S-10, o menor preço de R$ 3,50 e maior preço de R$ 4,190. Em relação ao Gás Natural Veicular o menor preço R$ 3,36 e maior preço de R$ 3,399. Para o Etanol o menor preço R$ 3,311 e maior preço R$ 3,593, correspondendo a uma variação de R$ 0,282, aproximadamente. 
O coordenador do órgão, Igor Lopes, ressalta que as variações e os preços constatados referem-se ao dia em que foram realizados o levantamento. "Diante disso, os dados estão sujeitos à alteração, conforme a data da compra, inclusive, por ocasião de descontos especiais, ofertas e promoções, bem como pelo fato de que postos de uma mesma rede podem praticar preços diferenciados", concluiu.