TRE-SE realiza sessão de preenchimento das cédulas que serão usadas na auditoria das urnas

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 23/10/2018 às 07:02:00

 

Na manhã desta se-
gunda-feira (22), o 
Tribunal Regional Eleitoral de Sergipe (TRE-SE), por meio da Comissão de Auditoria nas Urnas, realizou a reunião na qual houve o preenchimento das cédulas que serão utilizadas na auditoria, no próximo domingo, dia 28, segundo turno das eleições. Como no primeiro turno, o evento foi aberto a representantes de partidos políticos e à sociedade civil.
Ana Cláudia Alvares Dias Todt, membro da Comissão de Auditoria das Urnas, explicou como se executa o processo: "As cédulas serão distribuídas em três urnas de lona, devidamente lacradas, e serão abertas somente às 8h do dia do pleito, quando haverá a auditoria das urnas eletrônicas sorteadas previamente."
Ainda, segundo Ana Cláudia, o evento é de suma importância porque desmistifica as fake news propagadas, principalmente, nas redes sociais, sobre a lisura do processo eleitoral. "Realizamos esseprocedimento para que todos possam tirar suas dúvidas no tocante às urnas e a todo o processo, infelizmente, apesar de darmos publicidade ao evento, poucas pessoas comparecem", lamentou.
Ela ainda informou que, pelo baixo número de pessoas para preencher as cédulas, a comissão irá ao Tribunal de Justiça de Sergipe, Tribunal de Contas do Estado de Sergipe e Ministério Público em busca de voluntários que possam contribuir com o preenchimento. "No dia da votação, a sociedade deve comparecer para ver como funciona a auditoria das urnas. O processo é filmado, em auditores do Tribunal Superior Eleitoral assistem a ele", finalizou.

Na manhã desta se- gunda-feira (22), o  Tribunal Regional Eleitoral de Sergipe (TRE-SE), por meio da Comissão de Auditoria nas Urnas, realizou a reunião na qual houve o preenchimento das cédulas que serão utilizadas na auditoria, no próximo domingo, dia 28, segundo turno das eleições. Como no primeiro turno, o evento foi aberto a representantes de partidos políticos e à sociedade civil.
Ana Cláudia Alvares Dias Todt, membro da Comissão de Auditoria das Urnas, explicou como se executa o processo: "As cédulas serão distribuídas em três urnas de lona, devidamente lacradas, e serão abertas somente às 8h do dia do pleito, quando haverá a auditoria das urnas eletrônicas sorteadas previamente."
Ainda, segundo Ana Cláudia, o evento é de suma importância porque desmistifica as fake news propagadas, principalmente, nas redes sociais, sobre a lisura do processo eleitoral. "Realizamos esseprocedimento para que todos possam tirar suas dúvidas no tocante às urnas e a todo o processo, infelizmente, apesar de darmos publicidade ao evento, poucas pessoas comparecem", lamentou.
Ela ainda informou que, pelo baixo número de pessoas para preencher as cédulas, a comissão irá ao Tribunal de Justiça de Sergipe, Tribunal de Contas do Estado de Sergipe e Ministério Público em busca de voluntários que possam contribuir com o preenchimento. "No dia da votação, a sociedade deve comparecer para ver como funciona a auditoria das urnas. O processo é filmado, em auditores do Tribunal Superior Eleitoral assistem a ele", finalizou.