Vídeos ajudam eleitores a esclarecer boatos nas eleições

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 26/10/2018 às 07:04:00

 

Quatorze vídeos produzidos e veiculados pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), a partir de suas redes sociais, ajudam os eleitores brasileiros a refutar informações falsas que circularam na internet. O objetivo é deixá-los melhor esclarecidos antes e durante o dia da votação no segundo turno das Eleições 2018.
Os vídeos foram produzidos pela Assessoria de Comunicação (Ascom) do TSE, e constituem uma resposta aos ataques que a Justiça Eleitoral sofreu durante o primeiro turno das Eleições 2018 - em especial, no dia 7 de outubro, data do pleito.
A ofensiva contra o Judiciário baseou-se, sobretudo, na disseminação de vídeos anônimos com informações falsas ou distorcidas sobre as urnas eletrônicas, além de alegações infundadas de supostas fraudes nas eleições.
Até o momento, 12 vídeos já foram veiculados pelo TSE, com duração variável entre 45 e 75 segundos. Em linguagem simples e acessível, o material busca orientar o eleitor a não acreditar em boatos que ponham em dúvida a lisura do processo eleitoral.
Temas como horário de votação, funcionamento das urnas, registro de queixas, suspensão do voto e boletins de urna, entre outros, são abordados de forma clara e incisiva, contribuindo para que o eleitor vote com a certeza de que as eleições brasileiras são conduzidas de forma absolutamente legal e justa.
"Nossa intenção é que este conteúdo sirva para proporcionar acesso à informação verdadeira, com agilidade e na mesma linguagem utilizada nas redes sociais", afirma a assessora-chefe de Comunicação do TSE, Ana Cristina Rosa.
A série completa de vídeos pode ser acessada a partir do canal oficial do TSE no YouTube. O material está sendo divulgado também via perfis que a Justiça Eleitoral mantém no Facebook, Twitter e Instagram.
Confira abaixo os 12 vídeos da Série produzidos até o momento:
Só o eleitor pode anular o próprio voto - https://www.youtube.com/watch?v=mzLoRoXA_uo
Código 555 e a suspensão do voto - https://www.youtube.com/watch?v=x1CILSxY2RE
NÃO é possível solicitar voto em papel! - https://www.youtube.com/watch?v=QMgoAWZg4go
Saiba como ter acesso ao boletim de urna - https://www.youtube.com/watch?v=wFHYbLIPRSg
Esclarecimentos sobre o dia da votação - https://www.youtube.com/watch?v=2HDSe1xYADc
Tumultuar a votação é crime! - https://www.youtube.com/watch?v=lfdsVyYQSa0
Urna eletrônica é totalmente segura! - https://www.youtube.com/watch?v=PpGZGSZqwhQ
Falha NÃO é fraude - https://www.youtube.com/watch?v=8rEQRDxbm5Q
Presenciou alguma irregularidade no dia da votação? Denuncie - https://www.youtube.com/watch?v=jZQ5Kih-yQQ
Votação será de 8h às 17h, no horário local - https://www.youtube.com/watch?v=Oo78OJVvizE
Saiba mais sobre a totalização dos votos - https://www.youtube.com/watch?v=gyqG_7wn5kI
Aplicativo Pardal ganha nova funcionalidade - https://www.youtube.com/watch?v=G7cx0WoZfrw

Quatorze vídeos produzidos e veiculados pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), a partir de suas redes sociais, ajudam os eleitores brasileiros a refutar informações falsas que circularam na internet. O objetivo é deixá-los melhor esclarecidos antes e durante o dia da votação no segundo turno das Eleições 2018.
Os vídeos foram produzidos pela Assessoria de Comunicação (Ascom) do TSE, e constituem uma resposta aos ataques que a Justiça Eleitoral sofreu durante o primeiro turno das Eleições 2018 - em especial, no dia 7 de outubro, data do pleito.
A ofensiva contra o Judiciário baseou-se, sobretudo, na disseminação de vídeos anônimos com informações falsas ou distorcidas sobre as urnas eletrônicas, além de alegações infundadas de supostas fraudes nas eleições.
Até o momento, 12 vídeos já foram veiculados pelo TSE, com duração variável entre 45 e 75 segundos. Em linguagem simples e acessível, o material busca orientar o eleitor a não acreditar em boatos que ponham em dúvida a lisura do processo eleitoral.
Temas como horário de votação, funcionamento das urnas, registro de queixas, suspensão do voto e boletins de urna, entre outros, são abordados de forma clara e incisiva, contribuindo para que o eleitor vote com a certeza de que as eleições brasileiras são conduzidas de forma absolutamente legal e justa.
"Nossa intenção é que este conteúdo sirva para proporcionar acesso à informação verdadeira, com agilidade e na mesma linguagem utilizada nas redes sociais", afirma a assessora-chefe de Comunicação do TSE, Ana Cristina Rosa.
A série completa de vídeos pode ser acessada a partir do canal oficial do TSE no YouTube. O material está sendo divulgado também via perfis que a Justiça Eleitoral mantém no Facebook, Twitter e Instagram.
Confira abaixo os 12 vídeos da Série produzidos até o momento:
Só o eleitor pode anular o próprio voto - https://www.youtube.com/watch?v=mzLoRoXA_uo
Código 555 e a suspensão do voto - https://www.youtube.com/watch?v=x1CILSxY2RE
NÃO é possível solicitar voto em papel! - https://www.youtube.com/watch?v=QMgoAWZg4go
Saiba como ter acesso ao boletim de urna - https://www.youtube.com/watch?v=wFHYbLIPRSg
Esclarecimentos sobre o dia da votação - https://www.youtube.com/watch?v=2HDSe1xYADc
Tumultuar a votação é crime! - https://www.youtube.com/watch?v=lfdsVyYQSa0
Urna eletrônica é totalmente segura! - https://www.youtube.com/watch?v=PpGZGSZqwhQ
Falha NÃO é fraude - https://www.youtube.com/watch?v=8rEQRDxbm5Q
Presenciou alguma irregularidade no dia da votação? Denuncie - https://www.youtube.com/watch?v=jZQ5Kih-yQQ
Votação será de 8h às 17h, no horário local - https://www.youtube.com/watch?v=Oo78OJVvizE
Saiba mais sobre a totalização dos votos - https://www.youtube.com/watch?v=gyqG_7wn5kI
Aplicativo Pardal ganha nova funcionalidade - https://www.youtube.com/watch?v=G7cx0WoZfrw