Cena musical sancristovense será destaque no 35º FASC

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 30/10/2018 às 10:41:00

 

Nos dias 15, 16, 17 e 18 de novembro, a Prefeitura de São Cristóvão promove a 35ª edição do Festival de Artes de São Cristóvão (FASC), no Centro Histórico. Valorizando os talentos da própria cidade, artistas sancristovenses de diversas vertentes musicais ganham espaços de destaque na programação. Desde a criação, na década de 70, o festival serve de vitrine para que os moradores exponham sua arte e se façam atrativos, artisticamente citando, para os próprios conterrâneos.
Representando a música instrumental, Mateus Santana vai se apresentar no dia 15 de novembro, no Salão de Literatura José Augusto Garcez, na Praça Getúlio Vargas (Praça da Matriz), às 14h. "Ano passado me apresentei com o Ferdinando Blues Trio no Palco Santa Cecília. Este ano estou preparando um repertório baseado no blues em formato acústico", declarou Mateus.
Atração do dia 16 de novembro, The Baggios vai subir no Palco João Bebe-Água pontualmente a meia-noite para apresentar o show da nova turnê. Certamente uma das atrações mais aguardadas do FASC, a banda, que nasceu em São Cristóvão, ganhou proporções internacionais, concorrendo ao Grammy Latino como melhor álbum de Rock ou Música Alternativa em língua portuguesa, em 2017.
"Cresci e compus várias músicas sentado na Praça São Francisco, sendo que algumas letras foram inspiradas em São Cristóvão. O show que fizemos no FASC de 2017 foi um momento de muita emoção para The Baggios. Agora, a edição de 2018 será outro marco para nós, pois vamos apresentar a nova turnê da banda, mostrando o show que será levado em 2019 para outras partes do Brasil e do exterior", contou o vocalista Júlio Andrade.   
O Grupo de Chorinho Cidade Histórica se apresentará às 20h, do dia 18 de novembro, na Praça da Matriz. Formado por sete integrantes, tem como principais representantes: Jacob do bandolim, Dimas Conceição, Waldir Azevedo e Ernesto Nazareth. O repertório que pretendem apresentar será eclético, composto por sucessos de grandes nomes do Choro Brasileiro, como por exemplos, Pixinguinha e Sivuca. 
"Iniciamos sempre nossas apresentações homenageando alguns ícones do Chorinho e prezamos muito uma função rítmica nossa para nos diferenciar e impor nossa característica", frisou Dimas Conceição, um dos componentes do Chorinho.
Já os meninos da banda Cidade Dormitório subirão ao Palco João Bebe-Água, na Praça São Francisco, às 20h do dia 18 de novembro. O show terá músicas autorais do primeiro álbum da banda e outras inéditas, do segundo CD, em fase de pós-produção. 
"Está muito forte em nossa memória a experiência maravilhosa que foi tocar no ano passado, na 34ª edição do FASC. Isto só nos motiva a nos prepararmos para a nova apresentação. Temos certeza que será um dos shows mais importantes da nossa carreira, neste que é sem dúvida um dos maiores festivais do Brasil", ressaltou Lauro Francis, líder da Cidade Dormitório.

Nos dias 15, 16, 17 e 18 de novembro, a Prefeitura de São Cristóvão promove a 35ª edição do Festival de Artes de São Cristóvão (FASC), no Centro Histórico. Valorizando os talentos da própria cidade, artistas sancristovenses de diversas vertentes musicais ganham espaços de destaque na programação. Desde a criação, na década de 70, o festival serve de vitrine para que os moradores exponham sua arte e se façam atrativos, artisticamente citando, para os próprios conterrâneos.
Representando a música instrumental, Mateus Santana vai se apresentar no dia 15 de novembro, no Salão de Literatura José Augusto Garcez, na Praça Getúlio Vargas (Praça da Matriz), às 14h. "Ano passado me apresentei com o Ferdinando Blues Trio no Palco Santa Cecília. Este ano estou preparando um repertório baseado no blues em formato acústico", declarou Mateus.
Atração do dia 16 de novembro, The Baggios vai subir no Palco João Bebe-Água pontualmente a meia-noite para apresentar o show da nova turnê. Certamente uma das atrações mais aguardadas do FASC, a banda, que nasceu em São Cristóvão, ganhou proporções internacionais, concorrendo ao Grammy Latino como melhor álbum de Rock ou Música Alternativa em língua portuguesa, em 2017.
"Cresci e compus várias músicas sentado na Praça São Francisco, sendo que algumas letras foram inspiradas em São Cristóvão. O show que fizemos no FASC de 2017 foi um momento de muita emoção para The Baggios. Agora, a edição de 2018 será outro marco para nós, pois vamos apresentar a nova turnê da banda, mostrando o show que será levado em 2019 para outras partes do Brasil e do exterior", contou o vocalista Júlio Andrade.   
O Grupo de Chorinho Cidade Histórica se apresentará às 20h, do dia 18 de novembro, na Praça da Matriz. Formado por sete integrantes, tem como principais representantes: Jacob do bandolim, Dimas Conceição, Waldir Azevedo e Ernesto Nazareth. O repertório que pretendem apresentar será eclético, composto por sucessos de grandes nomes do Choro Brasileiro, como por exemplos, Pixinguinha e Sivuca. 
"Iniciamos sempre nossas apresentações homenageando alguns ícones do Chorinho e prezamos muito uma função rítmica nossa para nos diferenciar e impor nossa característica", frisou Dimas Conceição, um dos componentes do Chorinho.
Já os meninos da banda Cidade Dormitório subirão ao Palco João Bebe-Água, na Praça São Francisco, às 20h do dia 18 de novembro. O show terá músicas autorais do primeiro álbum da banda e outras inéditas, do segundo CD, em fase de pós-produção. 
"Está muito forte em nossa memória a experiência maravilhosa que foi tocar no ano passado, na 34ª edição do FASC. Isto só nos motiva a nos prepararmos para a nova apresentação. Temos certeza que será um dos shows mais importantes da nossa carreira, neste que é sem dúvida um dos maiores festivais do Brasil", ressaltou Lauro Francis, líder da Cidade Dormitório.