Roda de conversa sobre suicídio infanto-juvenil e jogos virtuais acontece nesta quarta-feira

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 30/10/2018 às 10:50:00

 

A Ordem dos Advogados do Brasil, em Sergipe, realiza nesta quarta-feira, 31, a roda de conversa "Suicídio Infanto-juvenil e Jogos Virtuais". Promovido através da Comissão da Infância, Adolescência e Juventude e da Escola Superior de Advocacia, o evento tem o intuito de alertar e conscientizar sobre os danos que o mundo virtual pode inferir na vida dos jovens.
Segundo a Organização Mundial da Saúde, dos 800.000 casos de suicídio registrados ao redor do mundo anualmente, 78% ocorrem em países de baixa e média renda, e 220.000 provêm da faixa etária entre 15 e 29 anos. Além disso, de acordo com uma pesquisa publicada neste ano no periódico científico nova-iorquino "Pediatrics", o número de crianças e adolescentes hospitalizados por tentar tirar a própria vida dobrou na última década.

A Ordem dos Advogados do Brasil, em Sergipe, realiza nesta quarta-feira, 31, a roda de conversa "Suicídio Infanto-juvenil e Jogos Virtuais". Promovido através da Comissão da Infância, Adolescência e Juventude e da Escola Superior de Advocacia, o evento tem o intuito de alertar e conscientizar sobre os danos que o mundo virtual pode inferir na vida dos jovens.
Segundo a Organização Mundial da Saúde, dos 800.000 casos de suicídio registrados ao redor do mundo anualmente, 78% ocorrem em países de baixa e média renda, e 220.000 provêm da faixa etária entre 15 e 29 anos. Além disso, de acordo com uma pesquisa publicada neste ano no periódico científico nova-iorquino "Pediatrics", o número de crianças e adolescentes hospitalizados por tentar tirar a própria vida dobrou na última década.