Sergipe se prepara para temporada

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
O novo presidente do Sergipe Carlson Silva destaca a conquista do bicampeonato como o principal objetivo para 2019
O novo presidente do Sergipe Carlson Silva destaca a conquista do bicampeonato como o principal objetivo para 2019

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 02/11/2018 às 10:46:00

 

Givaldo Batista
O Sergipe está se pre-
parando na base 
para dar um longo voo na próxima temporada. O primeiro passo foi a eleição de uma nova diretoria e constituição do Conselho Fiscal. A partir de agora, o processo de renovação está voltado para o elenco de futebol.
O novo presidente, Carlson Silva deixou essa tarefa sob o comando do diretor de futebol Lailson Melo. O time rubro já tem uma Comissão Técnica completa e agora parte para a contrafação de atletas para formação do elenco.
O novo presidente do Sergipe já deixou bem claro que o time rubro terá competições importantes no próximo ano como o Campeonato Estadual, as Copas do Brasil e do Nordeste sem contar o Brasileiro da Série D. "Mas já deixamos bem claro para toda a comissão técnica, que o objetivo primeiro na próxima temporada é a conquista do certame estadual. Porque é a partir do título estadual que se adquire calendário para o ano seguinte. Com certeza vamos montar uma grande equipe para o estadual e na contrapartida, esse bom elenco campeão estadual, servirá de suporte para as demais competições, principalmente o Brasileiro da Série D, onde o objetivo é 1 conquista do acesso à Série C", disse o presidente rubro
O Sergipe luta junto as autoridades para conseguir o alvará do Estádio João Hora de Oliveira. "Já temos tudo pronto, estamos realizando uma reforma no gramado. Esperamos agora a liberação por parte do Ministério Público. Nós fizemos tudo o que foi solicitado e agora esperamos a liberação do João Hora. Pretendemos mandar nossos jogos em casa, pois assim os custos serão bem menores e agregamos ainda mais a nossa torcida", afirmou Lailson Melo.
Na parte financeira, o presidente Carlson Silva também quer ver o Sergipe com as fianças sanadas. "Nos assustamos com as contas. É difícil quando você arrecada R$ 15 mil e tem que pagar R$ 70 mil por mês. Então a gente vai ter que fazer muita ginástica. Negociar muito com jogadores que ficaram, funcionários, fornecedores, uma forma de a gente poder fazer com que todos sejam beneficiados, mas que a gente não fique estrangulado para o ano que vem. Não quero é usar recursos do ano que vem, neste ano. Porque eu estaria reduzindo nossa capacidade financeira para 2019. Então vamos negociar para preservar esses recursos".
A ideia é também utilizar mais o João Hora ao longo da temporada, não só para treinos, mas para alguns jogos. Alguns ajustes estão sendo feitos na estrutura do estádio, que deve ficar pronto em meados de novembro.
- A intenção é jogar aqui também, a maioria dos jogos, pois diminuem os nossos custos, traz a torcida para mais perto, para dentro da nossa casa. Já ouvi que não dá sorte, mas sorte é uma coisa relativa. Quando você faz um trabalho correto, direito, as coisas dão certo. As pessoas acham que é sorte. Acho que vai muito de você ser correto, ter fé, fazer as coisas direito, que a sorte chega-disse.
A base terá atenção especial nesta nova gestão. Leônidas Carvalho Neto assume o departamento. A ideia é continuar revelando e aproveitar o máximo essas joias no profissional.

O Sergipe está se pre- parando na base  para dar um longo voo na próxima temporada. O primeiro passo foi a eleição de uma nova diretoria e constituição do Conselho Fiscal. A partir de agora, o processo de renovação está voltado para o elenco de futebol.
O novo presidente, Carlson Silva deixou essa tarefa sob o comando do diretor de futebol Lailson Melo. O time rubro já tem uma Comissão Técnica completa e agora parte para a contrafação de atletas para formação do elenco.
O novo presidente do Sergipe já deixou bem claro que o time rubro terá competições importantes no próximo ano como o Campeonato Estadual, as Copas do Brasil e do Nordeste sem contar o Brasileiro da Série D. "Mas já deixamos bem claro para toda a comissão técnica, que o objetivo primeiro na próxima temporada é a conquista do certame estadual. Porque é a partir do título estadual que se adquire calendário para o ano seguinte. Com certeza vamos montar uma grande equipe para o estadual e na contrapartida, esse bom elenco campeão estadual, servirá de suporte para as demais competições, principalmente o Brasileiro da Série D, onde o objetivo é 1 conquista do acesso à Série C", disse o presidente rubro
O Sergipe luta junto as autoridades para conseguir o alvará do Estádio João Hora de Oliveira. "Já temos tudo pronto, estamos realizando uma reforma no gramado. Esperamos agora a liberação por parte do Ministério Público. Nós fizemos tudo o que foi solicitado e agora esperamos a liberação do João Hora. Pretendemos mandar nossos jogos em casa, pois assim os custos serão bem menores e agregamos ainda mais a nossa torcida", afirmou Lailson Melo.
Na parte financeira, o presidente Carlson Silva também quer ver o Sergipe com as fianças sanadas. "Nos assustamos com as contas. É difícil quando você arrecada R$ 15 mil e tem que pagar R$ 70 mil por mês. Então a gente vai ter que fazer muita ginástica. Negociar muito com jogadores que ficaram, funcionários, fornecedores, uma forma de a gente poder fazer com que todos sejam beneficiados, mas que a gente não fique estrangulado para o ano que vem. Não quero é usar recursos do ano que vem, neste ano. Porque eu estaria reduzindo nossa capacidade financeira para 2019. Então vamos negociar para preservar esses recursos".
A ideia é também utilizar mais o João Hora ao longo da temporada, não só para treinos, mas para alguns jogos. Alguns ajustes estão sendo feitos na estrutura do estádio, que deve ficar pronto em meados de novembro.
- A intenção é jogar aqui também, a maioria dos jogos, pois diminuem os nossos custos, traz a torcida para mais perto, para dentro da nossa casa. Já ouvi que não dá sorte, mas sorte é uma coisa relativa. Quando você faz um trabalho correto, direito, as coisas dão certo. As pessoas acham que é sorte. Acho que vai muito de você ser correto, ter fé, fazer as coisas direito, que a sorte chega-disse.
A base terá atenção especial nesta nova gestão. Leônidas Carvalho Neto assume o departamento. A ideia é continuar revelando e aproveitar o máximo essas joias no profissional.