Presos integrantes de quadrilha de roubos de veículos em Areia Branca

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 06/11/2018 às 05:42:00

 

Uma investigação de mais de quatro meses culminou com a prisão de integrantes de uma quadrilha armada que praticava assaltos no município de Areia Branca (Agreste). A ordem judicial para prender Luiz Fernando Santana Santos, conhecido como "Nandinho", e Jonatas Souza da Cruz foi cumprida neste final de semana na cidade de Areia Branca. 
Segundo informações da polícia, o primeiro assalto praticado por Nandinho ocorreu na noite do dia 30 de abril de 2018, no povoado Rio das Pedras, contra um motociclista de Aracaju. Na época, Nandinho e o comparsa José Renilson Santos Júnior, conhecido como "Galeguinho", sacaram um simulacro de pistola ponto 40, renderam a vítima e subtraíram uma motocicleta Honda CG Titan 150, cor branca. Renilson está foragido, mas a Polícia Civil investiga a informação de que ele foi alvejado por inimigos com seis tiros em um município de Sergipe.
Assim que a vítima prestou um Boletim de Ocorrência, a polícia começou a investigar o caso e descobriu que Nandinho tinha feito outras vítimas. "O esquema funcionava assim: Nandinho alugava para outros comparsas uma arma de fogo, bem como o veículo que ele roubou e em troca exigia receber parte dos produtos roubados", disse o delegado de Areia Branca, Cleones Santos.
Nesses termos, uma nova motocicleta foi roubada no dia 03 de maio de 2018, na zona rural de Areia Branca, tendo como vítima um funcionário da Usina Pinheiro. Dessa vez, os assaltos foram feitos por Jonatas e Rafael Cardoso da Silva, outros membros do grupo. A informação é que eles perceberam o trabalhador em uma motocicleta Honda NXR 160 Bros, cor vermelha, e o obrigaram a parar. "Os suspeitos estavam com uma pistola e a motocicleta Honda, cor branca, roubada por Nandinho e tomaram do trabalhador uma motocicleta e um celular Samsung J7, que foi repassado a Nandinho como forma de pagamento", explicou o delegado.

Uma investigação de mais de quatro meses culminou com a prisão de integrantes de uma quadrilha armada que praticava assaltos no município de Areia Branca (Agreste). A ordem judicial para prender Luiz Fernando Santana Santos, conhecido como "Nandinho", e Jonatas Souza da Cruz foi cumprida neste final de semana na cidade de Areia Branca. 
Segundo informações da polícia, o primeiro assalto praticado por Nandinho ocorreu na noite do dia 30 de abril de 2018, no povoado Rio das Pedras, contra um motociclista de Aracaju. Na época, Nandinho e o comparsa José Renilson Santos Júnior, conhecido como "Galeguinho", sacaram um simulacro de pistola ponto 40, renderam a vítima e subtraíram uma motocicleta Honda CG Titan 150, cor branca. Renilson está foragido, mas a Polícia Civil investiga a informação de que ele foi alvejado por inimigos com seis tiros em um município de Sergipe.
Assim que a vítima prestou um Boletim de Ocorrência, a polícia começou a investigar o caso e descobriu que Nandinho tinha feito outras vítimas. "O esquema funcionava assim: Nandinho alugava para outros comparsas uma arma de fogo, bem como o veículo que ele roubou e em troca exigia receber parte dos produtos roubados", disse o delegado de Areia Branca, Cleones Santos.
Nesses termos, uma nova motocicleta foi roubada no dia 03 de maio de 2018, na zona rural de Areia Branca, tendo como vítima um funcionário da Usina Pinheiro. Dessa vez, os assaltos foram feitos por Jonatas e Rafael Cardoso da Silva, outros membros do grupo. A informação é que eles perceberam o trabalhador em uma motocicleta Honda NXR 160 Bros, cor vermelha, e o obrigaram a parar. "Os suspeitos estavam com uma pistola e a motocicleta Honda, cor branca, roubada por Nandinho e tomaram do trabalhador uma motocicleta e um celular Samsung J7, que foi repassado a Nandinho como forma de pagamento", explicou o delegado.