MinC e Apex-Brasil abrem MicBR 2018 no Dia Nacional da Cultura

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 06/11/2018 às 23:48:00

 

Sob os acordes da sanfoneira Lívia Mattos, o colorido do palco e os movimentos dos dançarinos da Cia Base, o Ministério da Cultura e a Apex-Brasil - em parceria com a OEI-Brasil - abriram, última segunda-feira, Dia Nacional da Cultura, o Mercado das Indústrias Criativas do Brasil (MicBR).
Na ocasião, o ministro da Cultura, Sérgio Sá Leitão, destacou a "feliz coincidência" de abrir o MicBR no Dia Nacional da Cultura. "É uma honra começar o MicBR neste 5 de novembro, é momento oportuno para a afirmação da importância, potência, intensidade e capacidade de contribuição das atividades criativas para o desenvolvimento do País", afirmou.
Ao longo do evento, o ministro defendeu, novamente, a importância das atividades econômicas e criativas brasileiras para o desenvolvimento do País. 
"As atividades criativas e culturais são vocação e setor dinâmico do País, têm elevado impacto sobre a geração de renda, de emprego e de arrecadação de impostos, têm influencia crescente no dia a dia dos cidadãos, contribuindo para formação dos indivíduos e a construção de uma imagem positiva do Brasil. Têm duplo ativo, econômico e social. Está mais do que na hora de os brasileiros se darem conta disso", avaliou.
O ministro falou ainda sobre a expectativa de que o MicBR seja um evento constante, agradeceu a união de esforços para que ocorresse e dedicou o evento ao cineasta Pedro Rovai, falecido recentemente. "Ele marcou o cinema brasileiro e, portanto, a cultura do País. Ele nunca deixou a peteca cair. E essa é a marca da cultura brasileira", lembrou Sá o ministro.

Sob os acordes da sanfoneira Lívia Mattos, o colorido do palco e os movimentos dos dançarinos da Cia Base, o Ministério da Cultura e a Apex-Brasil - em parceria com a OEI-Brasil - abriram, última segunda-feira, Dia Nacional da Cultura, o Mercado das Indústrias Criativas do Brasil (MicBR).
Na ocasião, o ministro da Cultura, Sérgio Sá Leitão, destacou a "feliz coincidência" de abrir o MicBR no Dia Nacional da Cultura. "É uma honra começar o MicBR neste 5 de novembro, é momento oportuno para a afirmação da importância, potência, intensidade e capacidade de contribuição das atividades criativas para o desenvolvimento do País", afirmou.
Ao longo do evento, o ministro defendeu, novamente, a importância das atividades econômicas e criativas brasileiras para o desenvolvimento do País. 
"As atividades criativas e culturais são vocação e setor dinâmico do País, têm elevado impacto sobre a geração de renda, de emprego e de arrecadação de impostos, têm influencia crescente no dia a dia dos cidadãos, contribuindo para formação dos indivíduos e a construção de uma imagem positiva do Brasil. Têm duplo ativo, econômico e social. Está mais do que na hora de os brasileiros se darem conta disso", avaliou.
O ministro falou ainda sobre a expectativa de que o MicBR seja um evento constante, agradeceu a união de esforços para que ocorresse e dedicou o evento ao cineasta Pedro Rovai, falecido recentemente. "Ele marcou o cinema brasileiro e, portanto, a cultura do País. Ele nunca deixou a peteca cair. E essa é a marca da cultura brasileira", lembrou Sá o ministro.