Divulgado gabarito do Enem. Resultado só em janeiro

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 15/11/2018 às 08:01:00

 

Conforme prometido há mais de um mês pela direção do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), na manhã de ontem o órgão, em parceria direta com o Ministério da Educação (MEC), divulgou na manhã de ontem o gabarito dos dois dias de do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), realizado nos últimos dois domingos - 04 e 11 de novembro. A partir deste momento, apesar de não saber a ordem classificatória no concurso universitário, cada candidato terá a oportunidade de conferir a respectiva pontuação em cada disciplina. Essa divulgação serve apenas como parâmetro parcial. As notas individuais do Enem serão divulgadas no dia 18 de janeiro.
Para o professor Miguel Fontes, de olho em outros vestibulares - desta vez direcionados exclusivamente à instituições de ensino superior da rede particular, a divulgação das notas do Enem ajudam a compreender em qual determinada área cada candidato deve intensificar os estudos. Aqueles que não pretendem pleitear vagas em faculdades, a publicação do gabarito ajuda a deduzir se segue na disputa por uma vaga, ou não. "Na realidade essa divulgação interessa aos candidatos que depois de horas de prova conseguiram sair com o caderno de perguntas. É um momento de segurar as emoções. A ansiedade é dominante aos que conseguiram alta pontuação", avaliou.
Sobre o trabalho de preparação para os outros vestibulares, o docente garantiu que ainda é tempo de qualificar a respectiva base educacional e manter o foco nos demais concursos. "Essa divulgação com 48 após o fim do Enem tem contribuído na prática aos estudantes que enfrentarão ainda esse ano de outros vestibulares. Sem baixar a guarda, é possível conferir as matérias com menor pontuação e intensificar os estudos. Compreendo que muitos focam na aprovação do exame que pode levar à Universidade Federal de Sergipe, por exemplo, mas não se pode esquecer os outros desafios até à divulgação geral da classificação", pontuou.
A perspectiva do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira é que em janeiro também seja divulgado o resultado da redação. Para consultar as notas, será necessário acessar a página do participante no portal do Inep, tendo em mãos o número do CPF (Cadastro de Pessoa Física) e senha. Na última segunda-feira, 12, o Inep anulou uma das questões da prova de matemática por já ter sido usada em um vestibular da Universidade Federal do Paraná (UFPR), em 2013, descumprindo os requisitos de ineditismo e sigilo do exame. A autarquia instaurou sindicância para apurar responsabilidades.
A nota do exame poderá ser usada para concorrer a vagas no ensino superior público pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu), a bolsas em instituições privadas, pelo Programa Universidade para Todos (ProUni), e para participar do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). (Milton Alves Júnior)

Conforme prometido há mais de um mês pela direção do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), na manhã de ontem o órgão, em parceria direta com o Ministério da Educação (MEC), divulgou na manhã de ontem o gabarito dos dois dias de do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), realizado nos últimos dois domingos - 04 e 11 de novembro. A partir deste momento, apesar de não saber a ordem classificatória no concurso universitário, cada candidato terá a oportunidade de conferir a respectiva pontuação em cada disciplina. Essa divulgação serve apenas como parâmetro parcial. As notas individuais do Enem serão divulgadas no dia 18 de janeiro.
Para o professor Miguel Fontes, de olho em outros vestibulares - desta vez direcionados exclusivamente à instituições de ensino superior da rede particular, a divulgação das notas do Enem ajudam a compreender em qual determinada área cada candidato deve intensificar os estudos. Aqueles que não pretendem pleitear vagas em faculdades, a publicação do gabarito ajuda a deduzir se segue na disputa por uma vaga, ou não. "Na realidade essa divulgação interessa aos candidatos que depois de horas de prova conseguiram sair com o caderno de perguntas. É um momento de segurar as emoções. A ansiedade é dominante aos que conseguiram alta pontuação", avaliou.
Sobre o trabalho de preparação para os outros vestibulares, o docente garantiu que ainda é tempo de qualificar a respectiva base educacional e manter o foco nos demais concursos. "Essa divulgação com 48 após o fim do Enem tem contribuído na prática aos estudantes que enfrentarão ainda esse ano de outros vestibulares. Sem baixar a guarda, é possível conferir as matérias com menor pontuação e intensificar os estudos. Compreendo que muitos focam na aprovação do exame que pode levar à Universidade Federal de Sergipe, por exemplo, mas não se pode esquecer os outros desafios até à divulgação geral da classificação", pontuou.
A perspectiva do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira é que em janeiro também seja divulgado o resultado da redação. Para consultar as notas, será necessário acessar a página do participante no portal do Inep, tendo em mãos o número do CPF (Cadastro de Pessoa Física) e senha. Na última segunda-feira, 12, o Inep anulou uma das questões da prova de matemática por já ter sido usada em um vestibular da Universidade Federal do Paraná (UFPR), em 2013, descumprindo os requisitos de ineditismo e sigilo do exame. A autarquia instaurou sindicância para apurar responsabilidades.
A nota do exame poderá ser usada para concorrer a vagas no ensino superior público pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu), a bolsas em instituições privadas, pelo Programa Universidade para Todos (ProUni), e para participar do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). (Milton Alves Júnior)