FASC em estado de poesia

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
Chico César vai fechar o FASC com chave de ouro
Chico César vai fechar o FASC com chave de ouro

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 18/11/2018 às 06:37:00

 

Domingo (18 de novembro) 
Palco João Bebe-Água (Praça São Francisco): Orquestra Cajuína, Cidade Dormitório, Chico César, Mart'Nália.
Palco Frei Santa Cecília (Praça do Carmo): Anne Karol e Os Afrodrums, Patrícia Polayne, Rincon Sapiência, Papudo Gil e Banda.
Salão de Literatura José Augusto Garcez (Largo da Matriz): Feira da Prensa "Cordel e Imprensa Alternativa", Cantoria para criançada com o espetáculo "Faz de Conta", Guil Costa, Intervenção "Literatura e Mulheres Negras" com Coletivo Coralina Maria de Jesus de Pesquisa em Jornalismo e Cultura, Bate-papo com Euler Lopes sobre textos dramatúrgicos, Contação de estórias como mediação de leitura: Luiz Carlos Nascimento Hora, apresentação musical: Victor Hugo.
Cine Trianon (Teatro Elic): Mostra Festivalzinho; Mostra Curta-SE Festivalzinho (Infantil), Mostra Cinema Acessibilidade (para deficientes auditivos e visuais);
Salão de Artes Visuais Vesta Vianna: Exposição de Artes Permanente, Oficina Arte em Bordado com Naldo Teles, Batalha de Rap.
Palco Antônio Mariano (Praça da Bíblia): Evelise Batistel: Dança Cigana, O Auto da Compadecida: O Julgamento - Cia. Teatral Loucos por Loucos.
Beco do Amor (Largo do Amparo): Pífano de Pife, Luno Torres.
Cortejos: Samba de Coco da Paz, Taieiras de São Cristóvão, Afoxé de Preto.
Igreja do Rosário: Tríade BR, Grupo Chorinho Cidade Histórica.

Hoje, 18 de novembro, quando encerra a 35ª edição do FASC, São Cristóvão vai entrar em estado de poesia. A apresentação do cantor e compositor Chico César no palco João Bebe Água deve atrair milhares de pessoas até a Praça São Francisco, o ponto nevrálgico da festa. Samba, forró, frevo, toada e reggae. Se depender do artista paraibano, filho ilustre de Catolé da Rocha, cada paralelepípedo da cidade histórica vai se arrepiar.

Confira a programação do último dia de FASC:

Domingo (18 de novembro) 
Palco João Bebe-Água (Praça São Francisco): Orquestra Cajuína, Cidade Dormitório, Chico César, Mart'Nália.
Palco Frei Santa Cecília (Praça do Carmo): Anne Karol e Os Afrodrums, Patrícia Polayne, Rincon Sapiência, Papudo Gil e Banda.
Salão de Literatura José Augusto Garcez (Largo da Matriz): Feira da Prensa "Cordel e Imprensa Alternativa", Cantoria para criançada com o espetáculo "Faz de Conta", Guil Costa, Intervenção "Literatura e Mulheres Negras" com Coletivo Coralina Maria de Jesus de Pesquisa em Jornalismo e Cultura, Bate-papo com Euler Lopes sobre textos dramatúrgicos, Contação de estórias como mediação de leitura: Luiz Carlos Nascimento Hora, apresentação musical: Victor Hugo.
Cine Trianon (Teatro Elic): Mostra Festivalzinho; Mostra Curta-SE Festivalzinho (Infantil), Mostra Cinema Acessibilidade (para deficientes auditivos e visuais);
Salão de Artes Visuais Vesta Vianna: Exposição de Artes Permanente, Oficina Arte em Bordado com Naldo Teles, Batalha de Rap.
Palco Antônio Mariano (Praça da Bíblia): Evelise Batistel: Dança Cigana, O Auto da Compadecida: O Julgamento - Cia. Teatral Loucos por Loucos.
Beco do Amor (Largo do Amparo): Pífano de Pife, Luno Torres.
Cortejos: Samba de Coco da Paz, Taieiras de São Cristóvão, Afoxé de Preto.
Igreja do Rosário: Tríade BR, Grupo Chorinho Cidade Histórica.