Inácio Krauss é o novo presidente da OAB/SE

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
A ELEIÇÃO MOBILIZOU MAIS DE SEIS MIL ADVOGADOS E FOI REALIZADA EM SEIS MUNICÍPIOS SERGIPANOS
A ELEIÇÃO MOBILIZOU MAIS DE SEIS MIL ADVOGADOS E FOI REALIZADA EM SEIS MUNICÍPIOS SERGIPANOS

Inácio Krauss comemora com aliados vitória para comandar OAB/SE
Inácio Krauss comemora com aliados vitória para comandar OAB/SE

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 20/11/2018 às 06:49:00

 

Milton Alves Júnior
Inácio Krauss é eleito o 
novo presidente da Or-
dem dos Advogados do Brasil (OAB - Seccional Sergipe), para o triênio 2019-2021. O resultado foi oficializado no início da noite de ontem, por volta das 18h30, conforme previamente antevisto pela comissão eleitoral. Depois de 15 dias de disputa acirrada entre os agrupamentos: Chapa 01 - Por uma Ordem presente, liderada por Carlos Augusto; Chapa 02 - Muda OAB, liderada por Arnaldo Machado; e Chapa 03 - Advocacia forte, avança! liderada por Inácio Krauss, durante todo o dia de ontem as sessões eleitorais estiveram repletas de militantes e candidatos na expectativa de conquistar o voto dos indecisos.
Ao todo, eram esperados cerca de 6.900 advogados aptos a votar em seis municípios de Sergipe: Aracaju, Lagarto, Estância, Nossa Senhora da Glória, Itabaiana e Propriá. Previsto no Estatuto da OAB, o voto é obrigatório para todos os advogados associados, em dias com a obrigatoriedade financeira junto à Ordem. A ausência injustificada gera multa no valor de 20% da anuidade. Aracaju, por se tratar do maior colégio eleitoral da categoria, reuniu o maior número de eleitores durante as 10 horas seguidas de votação. Na perspectiva de assegurar a pacífica condução do pleito, bem como minimizar o risco de fraude, agentes da Polícia Militar acompanharam a mobilização nas seis cidades escolhidas para computar os votos.
Semelhantemente ao pleito anterior, realizada no segundo semestre de 2015, o processo eleitoral contou com o apoio de urnas eletrônicas fornecidas pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE), iguais às utilizadas no primeiro e segundo turno das eleições destinadas à cargos executivos e legislativos deste ano no Brasil. As chapas contavam com 33 Conselheiros Seccionais titulares e 33 suplentes, sendo que dos primeiros, cinco diretores; três conselheiros federais titulares e três suplentes; cinco diretores e cinco membros suplentes, da Caixa de Assistência dos Advogados. Paralelo ao apoio recebido do atual presidente da OAB, Henri Clay Andrade, Krauss destaca o respectivo plano de governo como ponto positivo para a vitória.
 "Quando assumimos a OAB, em 2016, encontramos uma Instituição que não defendia a classe nem a sociedade. Para piorar, tivemos uma péssima surpresa, ao constatar que a presidência foi também calamitosa do ponto de vista administrativo, fiscal e financeiro. Nosso plano foi construído de acordo com o que desejam os nossos colegas advogados. Pena que muitas vezes formos agredidos verbalmente e desrespeitados por agora um ex-concorrente. Estamos prontos para injetar ainda mais progresso na casa do advogado (OAB)", declarou. Entre as componentes da chapa vencedora estão, por exemplo, Ana Lúcia Aguiar, vice-presidente; Hermosa França e Susan Manuela, eleitas presidente, e vice, respectivamente, para a CAA/SE.
Currículo - Atual vice-presidente da entidade máxima dos advogados em Sergipe e ex-presidente da Caixa de Assistência dos Advogados do Estado, Inácio Krauss é bacharel em Direito, possui especialização em Direito e Processo Civil e atua como advogado há 18 anos. Entre outras funções exercidas no Conselho Federal da OAB, na OAB/SE e na CAA/SE, Inácio foi conselheiro e diretor da Associação Sergipana dos Advogados Trabalhistas (ASSAT). Logo após a confirmação da vitória nas urnas, Krauss voltou a se esquivar de polêmicas envolvendo a disputa eleitoral com as demais chapas opositoras, e reforçou o desejo de manter a linha administrativa atualmente orquestrada por Henri Clay.
 "Formos eleitos porque todos nós acreditamos no projeto da atual gestão: um projeto de uma OAB plural, inclusiva, que resgatou a valorização da advocacia, abraçou a advocacia do interior sergipano, lutou incessantemente pelo respeito das prerrogativas da advocacia, atualizou através de diversos cursos os advogados e advogadas e esteve à frente das grandes causas sociais. A OAB que se tornou forte de novo sem precisar de qualquer "super-herói". No geral, a advocacia e a sociedade foram abraçadas por esta gestão e podem ter certeza que assim permanecerão pelos próximos anos" pontuou o presidente eleito.
Votação - Ao Jornal do Dia, exatamente às 19h20 a coordenação geral oficializou a apuração referente a mais de 99,8% dos números: Inácio Krauss obteve 2.217; Augusto Monteiro em segundo conquistou 1.862; em terceiro ficou Arnaldo Machado com 1.321 votos. Votos brancos foram 53 e nulos 77. No geral, 5.531 advogados aptos a votar compareceram às urnas. Um voto, em Lagarto, realizado em cédula, não havia sido computado até o fechamento desta matéria.

Inácio Krauss é eleito o  novo presidente da Or- dem dos Advogados do Brasil (OAB - Seccional Sergipe), para o triênio 2019-2021. O resultado foi oficializado no início da noite de ontem, por volta das 18h30, conforme previamente antevisto pela comissão eleitoral. Depois de 15 dias de disputa acirrada entre os agrupamentos: Chapa 01 - Por uma Ordem presente, liderada por Carlos Augusto; Chapa 02 - Muda OAB, liderada por Arnaldo Machado; e Chapa 03 - Advocacia forte, avança! liderada por Inácio Krauss, durante todo o dia de ontem as sessões eleitorais estiveram repletas de militantes e candidatos na expectativa de conquistar o voto dos indecisos.
Ao todo, eram esperados cerca de 6.900 advogados aptos a votar em seis municípios de Sergipe: Aracaju, Lagarto, Estância, Nossa Senhora da Glória, Itabaiana e Propriá. Previsto no Estatuto da OAB, o voto é obrigatório para todos os advogados associados, em dias com a obrigatoriedade financeira junto à Ordem. A ausência injustificada gera multa no valor de 20% da anuidade. Aracaju, por se tratar do maior colégio eleitoral da categoria, reuniu o maior número de eleitores durante as 10 horas seguidas de votação. Na perspectiva de assegurar a pacífica condução do pleito, bem como minimizar o risco de fraude, agentes da Polícia Militar acompanharam a mobilização nas seis cidades escolhidas para computar os votos.
Semelhantemente ao pleito anterior, realizada no segundo semestre de 2015, o processo eleitoral contou com o apoio de urnas eletrônicas fornecidas pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE), iguais às utilizadas no primeiro e segundo turno das eleições destinadas à cargos executivos e legislativos deste ano no Brasil. As chapas contavam com 33 Conselheiros Seccionais titulares e 33 suplentes, sendo que dos primeiros, cinco diretores; três conselheiros federais titulares e três suplentes; cinco diretores e cinco membros suplentes, da Caixa de Assistência dos Advogados. Paralelo ao apoio recebido do atual presidente da OAB, Henri Clay Andrade, Krauss destaca o respectivo plano de governo como ponto positivo para a vitória.
 "Quando assumimos a OAB, em 2016, encontramos uma Instituição que não defendia a classe nem a sociedade. Para piorar, tivemos uma péssima surpresa, ao constatar que a presidência foi também calamitosa do ponto de vista administrativo, fiscal e financeiro. Nosso plano foi construído de acordo com o que desejam os nossos colegas advogados. Pena que muitas vezes formos agredidos verbalmente e desrespeitados por agora um ex-concorrente. Estamos prontos para injetar ainda mais progresso na casa do advogado (OAB)", declarou. Entre as componentes da chapa vencedora estão, por exemplo, Ana Lúcia Aguiar, vice-presidente; Hermosa França e Susan Manuela, eleitas presidente, e vice, respectivamente, para a CAA/SE.

Currículo - Atual vice-presidente da entidade máxima dos advogados em Sergipe e ex-presidente da Caixa de Assistência dos Advogados do Estado, Inácio Krauss é bacharel em Direito, possui especialização em Direito e Processo Civil e atua como advogado há 18 anos. Entre outras funções exercidas no Conselho Federal da OAB, na OAB/SE e na CAA/SE, Inácio foi conselheiro e diretor da Associação Sergipana dos Advogados Trabalhistas (ASSAT). Logo após a confirmação da vitória nas urnas, Krauss voltou a se esquivar de polêmicas envolvendo a disputa eleitoral com as demais chapas opositoras, e reforçou o desejo de manter a linha administrativa atualmente orquestrada por Henri Clay.
 "Formos eleitos porque todos nós acreditamos no projeto da atual gestão: um projeto de uma OAB plural, inclusiva, que resgatou a valorização da advocacia, abraçou a advocacia do interior sergipano, lutou incessantemente pelo respeito das prerrogativas da advocacia, atualizou através de diversos cursos os advogados e advogadas e esteve à frente das grandes causas sociais. A OAB que se tornou forte de novo sem precisar de qualquer "super-herói". No geral, a advocacia e a sociedade foram abraçadas por esta gestão e podem ter certeza que assim permanecerão pelos próximos anos" pontuou o presidente eleito.

Votação - Ao Jornal do Dia, exatamente às 19h20 a coordenação geral oficializou a apuração referente a mais de 99,8% dos números: Inácio Krauss obteve 2.217; Augusto Monteiro em segundo conquistou 1.862; em terceiro ficou Arnaldo Machado com 1.321 votos. Votos brancos foram 53 e nulos 77. No geral, 5.531 advogados aptos a votar compareceram às urnas. Um voto, em Lagarto, realizado em cédula, não havia sido computado até o fechamento desta matéria.