Dois mortos nas rodovias em acidentes durante feriadão

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
As blitzes foram intensificadas durante o feriadão
As blitzes foram intensificadas durante o feriadão

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 20/11/2018 às 06:54:00

 

Milton Alves Júnior
Vinte e quatro pessoas fi-
caram feridas e duas 
morreram após se envolver em acidente automotivo nos últimos cinco dias no Estado de Sergipe. Os dados referem-se à Operação Proclamação da República 2018 que foi realizada em conjunto entre a Polícia Rodoviária Federal (PRF), responsável por monitorar as vias expressas federais, e a Companhia de Policiamento de Trânsito da Polícia Militar (Cptran), responsável por atuar nos municípios que formam a região metropolitana de Aracaju. Um dos óbitos refere-se à uma criança de apenas 10 meses que perdeu a vida na noite da quinta-feira, 15, na rua Altamira, no Bairro Industrial, zona Norte de Aracaju.
A segunda vítima trata-se de José Jocimar Cavalcante Freitas, 38, que morreu em um acidente na rodovia estadual que dá acesso ao município de Santana do São Francisco. Uma terceira vítima que não está incluída no balanço policial refere-se a uma mulher que ainda não foi identificada. Ela foi encontrada morta, na BR 101, próximo ao município de Maruim, vítima de atropelamento. De acordo com o balanço apresentado pela PRF, durante os cinco dias de operação, os agentes federais contabilizaram 464 flagrantes de excesso de velocidade; um índice superior a noventa por dia. Também foram notificados 41 condutores por ultrapassagem indevida.
No quesito Lei Seca foram realizados 600 testes de alcoolemia em que quatro condutores foram notificados pelos policiais por dirigirem sob efeito de álcool, sendo que um deles foi detido por ultrapassar o limite de 0,34 mg/L (miligramas de álcool por litro de ar expelido pelos pulmões). Separados por setor, no roteiro estatístico da Polícia Rodoviária, entre quinta-feira e a noite do domingo, 18, foram registrados 14 acidentes. Durante a operação foram apreendidos 226 papelotes com cocaína e 91 tabletes totalizando 67,8 kg de maconha. A ação conjunta aconteceu no município de Cristinápolis, no Sul de Sergipe.
No domingo os agentes flagraram e apreenderam ainda dois pássaros silvestres, recuperaram uma motocicleta roubada e identificaram um homem que portava um papelote com maconha e um comprimido de ectasy. Essas ocorrências foram registradas nos municípios de Areia Branca, Nossa Senhora do Socorro e Itabaiana. Conforme previsto pela corporação em Sergipe, a próxima operação unificada a ser realizada no Estado está prevista para ocorrer durante o final de ano. O serviço operacional deve iniciar nos dias que antecedem o Natal, e deve ser concluída logo após o réveillon.
CPTran - De acordo com a corporação estadual, a ação ocorreu com o propósito de coibir a criminalidade e reduzir os acidentes de trânsito na capital, com destaque para as operações nas saídas de Aracaju, onde foi intensificada a fiscalização de trânsito. Durante a fiscalização, 23 pessoas foram autuadas na lei seca e duas foram presas por ultrapassarem o limite legislativo de 0.33 mg/l de álcool expelido pelo ar, devidamente detectado pelo etilômetro. Destacando que não houve acidente registrado no período do Festival de Artes de São Cristóvão (FASC).

Vinte e quatro pessoas ficaram feridas e duas  morreram após se envolver em acidente automotivo nos últimos cinco dias no Estado de Sergipe. Os dados referem-se à Operação Proclamação da República 2018 que foi realizada em conjunto entre a Polícia Rodoviária Federal (PRF), responsável por monitorar as vias expressas federais, e a Companhia de Policiamento de Trânsito da Polícia Militar (Cptran), responsável por atuar nos municípios que formam a região metropolitana de Aracaju. Um dos óbitos refere-se à uma criança de apenas 10 meses que perdeu a vida na noite da quinta-feira, 15, na rua Altamira, no Bairro Industrial, zona Norte de Aracaju.
A segunda vítima trata-se de José Jocimar Cavalcante Freitas, 38, que morreu em um acidente na rodovia estadual que dá acesso ao município de Santana do São Francisco. Uma terceira vítima que não está incluída no balanço policial refere-se a uma mulher que ainda não foi identificada. Ela foi encontrada morta, na BR 101, próximo ao município de Maruim, vítima de atropelamento. De acordo com o balanço apresentado pela PRF, durante os cinco dias de operação, os agentes federais contabilizaram 464 flagrantes de excesso de velocidade; um índice superior a noventa por dia. Também foram notificados 41 condutores por ultrapassagem indevida.
No quesito Lei Seca foram realizados 600 testes de alcoolemia em que quatro condutores foram notificados pelos policiais por dirigirem sob efeito de álcool, sendo que um deles foi detido por ultrapassar o limite de 0,34 mg/L (miligramas de álcool por litro de ar expelido pelos pulmões). Separados por setor, no roteiro estatístico da Polícia Rodoviária, entre quinta-feira e a noite do domingo, 18, foram registrados 14 acidentes. Durante a operação foram apreendidos 226 papelotes com cocaína e 91 tabletes totalizando 67,8 kg de maconha. A ação conjunta aconteceu no município de Cristinápolis, no Sul de Sergipe.
No domingo os agentes flagraram e apreenderam ainda dois pássaros silvestres, recuperaram uma motocicleta roubada e identificaram um homem que portava um papelote com maconha e um comprimido de ectasy. Essas ocorrências foram registradas nos municípios de Areia Branca, Nossa Senhora do Socorro e Itabaiana. Conforme previsto pela corporação em Sergipe, a próxima operação unificada a ser realizada no Estado está prevista para ocorrer durante o final de ano. O serviço operacional deve iniciar nos dias que antecedem o Natal, e deve ser concluída logo após o réveillon.

CPTran - De acordo com a corporação estadual, a ação ocorreu com o propósito de coibir a criminalidade e reduzir os acidentes de trânsito na capital, com destaque para as operações nas saídas de Aracaju, onde foi intensificada a fiscalização de trânsito. Durante a fiscalização, 23 pessoas foram autuadas na lei seca e duas foram presas por ultrapassarem o limite legislativo de 0.33 mg/l de álcool expelido pelo ar, devidamente detectado pelo etilômetro. Destacando que não houve acidente registrado no período do Festival de Artes de São Cristóvão (FASC).