Atletas do Lagarto continuam em avaliação

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
A Fisioterapeuta Morgana Vieira comanda os trabalhos de avaliação dos novos jogadores do Lagarto
A Fisioterapeuta Morgana Vieira comanda os trabalhos de avaliação dos novos jogadores do Lagarto

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 24/11/2018 às 06:08:00

 

A equipe do Lagarto 
está fazendo a dife-
rença nesse início de temporada. O trabalho desenvolvido até o momento é parta superar todas as dificuldades, ultrapassar as grandes equipes e conquistar o título estadual. Pelo menos é esse o objetivo dos seus dirigentes e principalmente do patrono Diego Costa.
A preocupação não está somente dentro de campo. O Lagarto está montando uma estrutura de clube grande e por isso está atraindo muitos atletas de outros estados, além de aproveitar a prata da casa promovendo os juniores. Dentro de campo o comando técnico é de Givanildo Sales.
Até o momento, a equipe continua com a fase de preparação, voltada avaliações físicas, exames médicos e avaliações clinicas. Esta semana os atletas passaram por uma avaliação física em uma clínica de Aracaju.
Sob o comando da fisioterapeuta Morgana Vieira, os atletas passaram por modernos equipamentos, que definiram o estado físico atual e a carga a ser aplicada no trabalho de campo, prevenindo dessa forma os jogadores, de uma possível lesão. São equipamentos de última geração para tratamento preventivo de lesões. 
Para a fisioterapeuta Morgana Vieira, esse trabalho é de extrema importância para a avaliação preventiva nas pré-temporadas ou pós-temporadas.
- Isso facilita a análise de fatores preditivos de riscos de lesão. Faz com que o time em si, acabe minimizando os custos pós lesões dos atletas e fornece uma análise direcionada, para lesões que já aconteceram ou que venham a acontecer", disse Morgana Vieira.    
O preparador físico Anderson Flavio também participou do trabalho de avaliação. É com ele que os atletas posteriormente farão os trabalhos de campo. Ele precisa saber como estão esses atletas, para determinar a carga de trabalho de a ser aplicada durante a temporada. 
- A nossa ideia é antecipar ao trabalho dos clubes grandes como Sergipe, Confiança e Itabaiana. Se a gente quer chegar igualado com eles, temos que nos antecipar com esse trabalho de apresentação e avaliação - disse o professor Anderson Flávio.  
Contratações - O elenco está quase fechado, mas Givanildo ainda deixa perspectivas de algumas contratações, para reforçar o elenco. Até o momento, o Lagarto conta com um elenco de 21 jogadores, que são: Os goleiros Camilo e Adilson; os zagueiros Felipe, Erivelton, Breno e Nivaldo; os laterais Jamesson, Joshua e George; os volantes: Júnior Borracha, Odair, Daniel, Murilo e Wallace Sergipano; os meias Kassio, Diego Costa, Da Silva e Bruninho; e os atacantes Ila, Valber e Thiago Santos. São todos jogadores da confiança do treinador.
- A maioria trabalhou comigo uma, duas, três ou até quatro vezes. Os que não trabalharam já jogaram contra e se destacaram nas partidas. Além de outros que conhecemos por acompanhar o desempenho em competições nacionais, então sabemos das qualidades deles - disse Givanildo. 
Sales pretende aproveitar alguns jogadores da base do Lagarto. O goleiro Vitor, o zagueiro Matheus, o meia Luiz Otávio, que também atua como segundo volante e os atacantes Ailton e Rodrigues, também conhecido por Paraíba. Depois da Copa São Paulo, passam a integrar o elenco principal do Lagarto.
- Eles vão trabalhar comigo a partir deste sábado e só vão se afastar no período da Copa São Paulo, depois eles retornam ao elenco profissional. Além disso, outros dois reforços talvez a gente consiga anunciar até o natal ou ano novo, desde que haja a necessidade - concluiu Givanildo Sales.

A equipe do Lagarto  está fazendo a dife- rença nesse início de temporada. O trabalho desenvolvido até o momento é parta superar todas as dificuldades, ultrapassar as grandes equipes e conquistar o título estadual. Pelo menos é esse o objetivo dos seus dirigentes e principalmente do patrono Diego Costa.
A preocupação não está somente dentro de campo. O Lagarto está montando uma estrutura de clube grande e por isso está atraindo muitos atletas de outros estados, além de aproveitar a prata da casa promovendo os juniores. Dentro de campo o comando técnico é de Givanildo Sales.
Até o momento, a equipe continua com a fase de preparação, voltada avaliações físicas, exames médicos e avaliações clinicas. Esta semana os atletas passaram por uma avaliação física em uma clínica de Aracaju.
Sob o comando da fisioterapeuta Morgana Vieira, os atletas passaram por modernos equipamentos, que definiram o estado físico atual e a carga a ser aplicada no trabalho de campo, prevenindo dessa forma os jogadores, de uma possível lesão. São equipamentos de última geração para tratamento preventivo de lesões. 
Para a fisioterapeuta Morgana Vieira, esse trabalho é de extrema importância para a avaliação preventiva nas pré-temporadas ou pós-temporadas.
- Isso facilita a análise de fatores preditivos de riscos de lesão. Faz com que o time em si, acabe minimizando os custos pós lesões dos atletas e fornece uma análise direcionada, para lesões que já aconteceram ou que venham a acontecer", disse Morgana Vieira.    
O preparador físico Anderson Flavio também participou do trabalho de avaliação. É com ele que os atletas posteriormente farão os trabalhos de campo. Ele precisa saber como estão esses atletas, para determinar a carga de trabalho de a ser aplicada durante a temporada. 
- A nossa ideia é antecipar ao trabalho dos clubes grandes como Sergipe, Confiança e Itabaiana. Se a gente quer chegar igualado com eles, temos que nos antecipar com esse trabalho de apresentação e avaliação - disse o professor Anderson Flávio.  

Contratações - O elenco está quase fechado, mas Givanildo ainda deixa perspectivas de algumas contratações, para reforçar o elenco. Até o momento, o Lagarto conta com um elenco de 21 jogadores, que são: Os goleiros Camilo e Adilson; os zagueiros Felipe, Erivelton, Breno e Nivaldo; os laterais Jamesson, Joshua e George; os volantes: Júnior Borracha, Odair, Daniel, Murilo e Wallace Sergipano; os meias Kassio, Diego Costa, Da Silva e Bruninho; e os atacantes Ila, Valber e Thiago Santos. São todos jogadores da confiança do treinador.
- A maioria trabalhou comigo uma, duas, três ou até quatro vezes. Os que não trabalharam já jogaram contra e se destacaram nas partidas. Além de outros que conhecemos por acompanhar o desempenho em competições nacionais, então sabemos das qualidades deles - disse Givanildo. 
Sales pretende aproveitar alguns jogadores da base do Lagarto. O goleiro Vitor, o zagueiro Matheus, o meia Luiz Otávio, que também atua como segundo volante e os atacantes Ailton e Rodrigues, também conhecido por Paraíba. Depois da Copa São Paulo, passam a integrar o elenco principal do Lagarto.
- Eles vão trabalhar comigo a partir deste sábado e só vão se afastar no período da Copa São Paulo, depois eles retornam ao elenco profissional. Além disso, outros dois reforços talvez a gente consiga anunciar até o natal ou ano novo, desde que haja a necessidade - concluiu Givanildo Sales.