Brasileiro de GR homenageia 40 anos da CBG

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
Atletas participantes do Campeonato Brasileiro de GR e ginastas da Seleção Brasileira de GR Conjunto e Individual, apresentam coreografia em homenagem aos 40 anos da entidade
Atletas participantes do Campeonato Brasileiro de GR e ginastas da Seleção Brasileira de GR Conjunto e Individual, apresentam coreografia em homenagem aos 40 anos da entidade

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 25/11/2018 às 06:26:00

 

Último evento da 
temporada 2018 
de Ginástica Rítmica no Brasil, o Campeonato Brasileiro de conjuntos "Ilona Peuker" teve sua abertura realizada nesta quinta-feira (22) à noite, no ginásio de esportes do Colégio Arquidiocesano, unidade centro, em Aracaju (SE).
O torneio, que reúne 184 ginastas representando 19 equipes, vai até o domingo (25), também marca o aniversário de 40 anos de fundação da Confederação Brasileira de Ginástica (CBG). 
Boa parte da história da entidade foi contada na solenidade de abertura em coreografia feita por ginastas de diversos clubes, além de integrantes da Seleção Brasileira de Ginástica Rítmica de Conjuntos e Individual. A apresentação foi criada pela assistente técnica e professora de ballet da Seleção Brasileira, Bruna Martins e pelo colaborador da CBG, Yuri Belchior.
O espetáculo mostrou ao público importantes trechos da história da CBG, desde sua criação, em 25 de novembro de 1978, revivendo ainda a contribuição da professora Ilona Peuker, a grande difusora da ginástica rítmica no Brasil. Relembrou também as campanhas da Seleção Brasileira de conjunto, finalista nas Olimpíadas de Sydney-2000, Atenas-2004 e de ter ficado no top 10 da Rio-2016. As conquistas continentais não foram esquecidas, como as medalhas de ouro em Jogos Pan-Americanos. Já são cinco títulos consecutivos por equipe: Winnipeg-1999, Santo Domingo-2003, Rio-2007, Guadalajara-2011 e Toronto-2015.
 Estou muito feliz em fazer parte da história da CBG. Estamos - comemorando os 40 anos da nossa entidade, sempre buscando o desenvolvimento e o crescimento do nosso esporte no cenário nacional e internacional. Foram muitos os desafios e conquistas estas quatro décadas de existência em nossas sete modalidades, sendo quatro olímpicas. Importante também lembrar que muitos contribuíram para o desenvolvimento da nossa modalidade - ginastas, dirigentes, treinadores, clubes, árbitros, o nosso patrocinador CAIXA, Ministério do Esporte, COB (Comitê Olímpico Brasileiro) e os nossos colaboradores internos e externos", afirmou Luciene Resende, presidente da CBG.

Último evento da  temporada 2018  de Ginástica Rítmica no Brasil, o Campeonato Brasileiro de conjuntos "Ilona Peuker" teve sua abertura realizada nesta quinta-feira (22) à noite, no ginásio de esportes do Colégio Arquidiocesano, unidade centro, em Aracaju (SE).
O torneio, que reúne 184 ginastas representando 19 equipes, vai até o domingo (25), também marca o aniversário de 40 anos de fundação da Confederação Brasileira de Ginástica (CBG). 
Boa parte da história da entidade foi contada na solenidade de abertura em coreografia feita por ginastas de diversos clubes, além de integrantes da Seleção Brasileira de Ginástica Rítmica de Conjuntos e Individual. A apresentação foi criada pela assistente técnica e professora de ballet da Seleção Brasileira, Bruna Martins e pelo colaborador da CBG, Yuri Belchior.
O espetáculo mostrou ao público importantes trechos da história da CBG, desde sua criação, em 25 de novembro de 1978, revivendo ainda a contribuição da professora Ilona Peuker, a grande difusora da ginástica rítmica no Brasil. Relembrou também as campanhas da Seleção Brasileira de conjunto, finalista nas Olimpíadas de Sydney-2000, Atenas-2004 e de ter ficado no top 10 da Rio-2016. As conquistas continentais não foram esquecidas, como as medalhas de ouro em Jogos Pan-Americanos. Já são cinco títulos consecutivos por equipe: Winnipeg-1999, Santo Domingo-2003, Rio-2007, Guadalajara-2011 e Toronto-2015.
 Estou muito feliz em fazer parte da história da CBG. Estamos - comemorando os 40 anos da nossa entidade, sempre buscando o desenvolvimento e o crescimento do nosso esporte no cenário nacional e internacional. Foram muitos os desafios e conquistas estas quatro décadas de existência em nossas sete modalidades, sendo quatro olímpicas. Importante também lembrar que muitos contribuíram para o desenvolvimento da nossa modalidade - ginastas, dirigentes, treinadores, clubes, árbitros, o nosso patrocinador CAIXA, Ministério do Esporte, COB (Comitê Olímpico Brasileiro) e os nossos colaboradores internos e externos", afirmou Luciene Resende, presidente da CBG.