Nova era

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
No último sábado o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM/RJ), conseguiu reunir em um almoço na casa do ex-prefeito e ex-deputado federal Jerônimo Reis, no povoado Brejo, em Lagarto, o governador Belivaldo Chagas (PSD); o líder do governo Temer no Congre
No último sábado o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM/RJ), conseguiu reunir em um almoço na casa do ex-prefeito e ex-deputado federal Jerônimo Reis, no povoado Brejo, em Lagarto, o governador Belivaldo Chagas (PSD); o líder do governo Temer no Congre

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 27/11/2018 às 06:05:00

 

Passada as eleições Sergipe começa a 
ver uma nova era na política do esta-
do com membros da oposição e situação convivendo em clima de civilidade e harmonia.
Um exemplo maior foi registrado nesse último final de semana quando estiveram juntos em eventos políticos o governador Belivaldo Chagas (PSD), os deputados federais Fábio Reis (MDB) e André Moura (PSC), e o deputado federal eleito Bosco Costa (PR).
Belivaldo esteve com André e Bosco na sexta-feira na passagem do ministro dos Transportes a Sergipe, Valter Cassimiro, para visitar as obras das rodovias federais BR 235, liberar trechos da BR 101 e assinar ordem de início das obras do encabeçamento da Ponte sobre o Rio São Francisco, na divisa dos estados de Sergipe e Alagoas.
Como se não bastasse, no sábado os três voltaram a se encontrar novamente quando da vinda a Sergipe do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM/RJ). Se juntou aos três o deputado Fábio Reis, que convidou Maia a uma visita a Lagarto, sua terra natal.
Fábio e André acompanharam o presidente da Câmara a uma visita ao prefeito Edvaldo Nogueira (PCdoB) no sábado pela manhã. Depois seguiram para Lagarto, para um almoço na casa do ex-prefeito e ex-deputado federal Jerônimo Reis (MDB-Lagarto).
Também foram recepcionados por Jerônimo no sábado, em visita a Maia, o governador Belivaldo; o presidente da Assembleia Legislativa, Luciano Bispo (MDB); e o deputado federal eleito Bosco Costa.
Belivaldo, Fábio Reis, Jerônimo Reis e Luciano Bispo são aliados e estiveram do mesmo lado nas eleições deste ano, onde o agrupamento foi vitorioso com a reeleição do governador, do deputado federal e do deputado estadual.
Já André e Bosco disputaram as eleições pela oposição, na chapa encabeçada pelo senador Eduardo Amorim (PSDB) que perdeu o governo para Belivaldo ainda no primeiro turno.
Bosco foi eleito deputado federal e André não conseguiu se eleger senador, mas continua trabalhando como se tivesse sido eleito. Em Brasília, Moura permanece recebendo lideranças de Sergipe e se empenhando na liberação de recursos do governo federal para o estado e municípios.
Tem surpreendido a muita gente a forma republicana como André Moura continua atuando, mesmo tendo sido derrotado nas eleições. Principalmente as suas declarações reconhecendo o resultado das urnas, sem externar qualquer mágoa ou sentimento de revolta.
Trocando em miúdos, estamos vendo na política de Sergipe um novo estilo, onde o ódio e o rancor estão sendo superados e a oposição prevalecendo apenas na campanha eleitoral, com todos, vitoriosos e derrotados, descendo do palanque e trabalhando para ajudar Sergipe...

Passada as eleições Sergipe começa a  ver uma nova era na política do esta- do com membros da oposição e situação convivendo em clima de civilidade e harmonia.
Um exemplo maior foi registrado nesse último final de semana quando estiveram juntos em eventos políticos o governador Belivaldo Chagas (PSD), os deputados federais Fábio Reis (MDB) e André Moura (PSC), e o deputado federal eleito Bosco Costa (PR).
Belivaldo esteve com André e Bosco na sexta-feira na passagem do ministro dos Transportes a Sergipe, Valter Cassimiro, para visitar as obras das rodovias federais BR 235, liberar trechos da BR 101 e assinar ordem de início das obras do encabeçamento da Ponte sobre o Rio São Francisco, na divisa dos estados de Sergipe e Alagoas.
Como se não bastasse, no sábado os três voltaram a se encontrar novamente quando da vinda a Sergipe do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM/RJ). Se juntou aos três o deputado Fábio Reis, que convidou Maia a uma visita a Lagarto, sua terra natal.
Fábio e André acompanharam o presidente da Câmara a uma visita ao prefeito Edvaldo Nogueira (PCdoB) no sábado pela manhã. Depois seguiram para Lagarto, para um almoço na casa do ex-prefeito e ex-deputado federal Jerônimo Reis (MDB-Lagarto).
Também foram recepcionados por Jerônimo no sábado, em visita a Maia, o governador Belivaldo; o presidente da Assembleia Legislativa, Luciano Bispo (MDB); e o deputado federal eleito Bosco Costa.
Belivaldo, Fábio Reis, Jerônimo Reis e Luciano Bispo são aliados e estiveram do mesmo lado nas eleições deste ano, onde o agrupamento foi vitorioso com a reeleição do governador, do deputado federal e do deputado estadual.
Já André e Bosco disputaram as eleições pela oposição, na chapa encabeçada pelo senador Eduardo Amorim (PSDB) que perdeu o governo para Belivaldo ainda no primeiro turno.
Bosco foi eleito deputado federal e André não conseguiu se eleger senador, mas continua trabalhando como se tivesse sido eleito. Em Brasília, Moura permanece recebendo lideranças de Sergipe e se empenhando na liberação de recursos do governo federal para o estado e municípios.
Tem surpreendido a muita gente a forma republicana como André Moura continua atuando, mesmo tendo sido derrotado nas eleições. Principalmente as suas declarações reconhecendo o resultado das urnas, sem externar qualquer mágoa ou sentimento de revolta.
Trocando em miúdos, estamos vendo na política de Sergipe um novo estilo, onde o ódio e o rancor estão sendo superados e a oposição prevalecendo apenas na campanha eleitoral, com todos, vitoriosos e derrotados, descendo do palanque e trabalhando para ajudar Sergipe...

Satisfação

O governador Belivaldo Chagas (PSD) avaliou como positivo o encontro com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM/RJ), os deputados federais Fábio Reis (MDB) e André Moura (PSC), o deputado federal eleito Bosco Costa (PR) e o presidente da Assembleia, Luciano Bispo (MDB).  "Tivemos uma boa conversa sobre os projetos que tramitam no Congresso Nacional para ajudar estados e municípios. A hora é de somar forças para vencermos as dificuldades e melhorar a vida da nossa população", declarou.

Apelo

No encontro do prefeito Edvaldo Nogueira (PCdoB) com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, no sábado, o gestor municipal fez um apelo para que seja votado o projeto da cessão onerosa do pré-sal, com destinação de parte dos recursos para Estados e municípios. Maia e o líder do governo federal no Congresso, deputado federal André Moura, que também participou da reunião, se comprometeram em dar celeridade à tramitação da proposta, que, aprovada, permitirá que as gestões municipais recebam recursos equivalentes a até quatro vezes o valor do Fundo de Participação dos Municípios (FPM).

Explicações 1

O presidente da Câmara destacou que o PL de cessão onerosa foi "uma ideia que partiu do próprio Democratas" e, agora, no Senado, "em um diálogo do futuro ministro da Economia, Paulo Guedes, com os deputados federais, a exemplo de Fábio Reis e André Moura, "se colocou à disposição para partilhar esses recursos com Estados e Municípios". "Se o Senado votar assim, volta para a Câmara e, no mesmo dia que chegar, nós vamos votar para ir para sanção, para que os nossos prefeitos e governadores tenham acesso a um recurso, que é de todos os brasileiros", comprometeu-se Rodrigo Maia.

Explicações 2

Segundo André, nessa quarta-feira será votado no Senado e na Câmara a cessão onerosa com a previsibilidade de 20% daquilo que for arrecadado para os Estados e Municípios. "Isso vai permitir que no próximo ano Estados e Municípios recebam o equivalente  a quatro meses da sua arrecadação de FPM. Como líder do governo, estou comandando esse processo. Já conversamos com toda a nossa base no Senado e na Câmara para que a gente possa aprovar a cessão onerosa com essa previsão", explicou.

Pote de mágoa 1

Do ainda presidente estadual do PPS, Clóvis Silveira, que perderá o comando do partido em Sergipe para o senador eleito delegado Alessandro Vieira (Rede): "Quando um demagogo é eleito, temos a chance de nos livramos dele 4 ou 8 anos depois, porque você pode enganar o povo por um período, mas não o tempo todo!".

Pote de mágoa 2

Declara ainda Clóvis nas redes sociais: "Depois de vários aborrecimentos é justo entender que há janelas que não valem a pena, porque elas sempre dão-lhe energia ruim!".

Fechando o cerco

A delegada Thaís Lemos, do Departamento de Combate aos Crimes Tributários e Administrativos (Deotap), encaminhou ofício a Prefeitura de Itabaiana pedindo informações sobre como funcionava o matadouro nas gestões dos então prefeitos, hoje deputados estaduais, Luciano Bispo (MDB) e Maria Mendonça (PSDB). O prefeito atual Valmir de Francisquinho (PR) chegou a ser preso e encontra-se afastado do cargo por vários crimes cometidos na administração do matadouro.

Lagarto 1

A vice-prefeita de Lagarto, Hilda Ribeiro, assume hoje o comando da Prefeitura de Lagarto no lugar de Valmir Monteiro (PSC), que por decisão judicial foi afastado por 180 dias do cargo para que seja investigado possíveis irregularidades na administração do matadouro municipal. A solenidade de posse será às 10h, na Câmara Municipal.

Lagarto 2

A justiça decidiu pelo afastamento de Valmir no último dia 21 de novembro para não prejudicar o andamento das investigações. Ele, que já recorreu, foi comunicado na sexta-feira passada do seu afastamento e a Câmara Municipal foi notificada ontem para a posse da vice. Em nota ontem à imprensa Valmir disse que estava tranquilo e que considerava como um processo natural a posse interina da sua vice.

Coletiva a imprensa

Nesta terça-feira a Procuradoria Regional Eleitoral em Sergipe realiza entrevista coletiva sobre o resultado das investigações decorrentes das Eleições gerais de 2018. A entrevista com a procuradora Regional Eleitoral Eunice Dantas será às 8h, na Sede do Ministério Público Federal em Sergipe. Ela deverá informar os nomes dos candidatos eleitos e não eleitos que serão denunciados por compra de votos.

Corrupção 1

Da delegada Erika Marena - superintendente da Polícia Federal em Sergipe e escolhida pelo futuro ministro da Justiça, Sergio Moro, para ser a chefe do Departamento de Recuperação de Ativos e Cooperação Jurídica Internacional - durante Simpósio de Combate à Corrupção, na Fundação Getúlio Vargas, no Rio de Janeiro: "Ainda há muitas pessoas dispostas a roubar este país. Há uma demanda por lavagem muito grande. Seja para lavar o dinheiro, ou seja para usufruir do dinheiro sujo. Então a demanda por estes profissionais é muito grande". Enfatizou que eles voltam ao mercado mesmo depois de passarem um tempo presos.

 Corrupção 2

 Erika, que atuou tanto na Operação Lava Jato quanto no Caso Banestado - que teve o envolvimento de autoridades de Sergipe - chegou a declarar ainda no simpósio: "A corrupção desequilibra o jogo democrático, pois políticos corruptos passam a ter mais chances, como também o jogo econômico, já que desequilibra a chance de concorrência no mercado. Precisamos que as nossas instituições funcionem com liberdade, sem ingerências políticas ou partidárias".

Desfiliação 1

O prefeito de Estância, Gilson Andrade, assinou ontem a sua desfiliação do PTC, mediante o fato do partido não ter atingido a cláusula de barreira nas  eleições deste ano. Segue sem partido, mas já estuda convites de outras legendas. 

Desfiliação 2

"Agradeço aos dirigentes do PTC pelo apoio nos últimos anos, mas é o momento de buscar novos ares. Agora, nossa maior preocupação é continuar conduzindo Estância de maneira correta, pagando os salários dos servidores em dia, tocando diversas obras e oferecendo serviços de qualidade para os estancianos. Vamos analisar os convites e decidir nosso novo partido mais à frente", afirmou Gilson, filiado ao PTC desde 2009.

Veja essa ...

Do ex-deputado federal João Fontes nas redes sociais: "A próxima gaiola vai ser para um prefeito que desviou R$ 35 milhões. O bolo é grande. Érika Marena [superintendente da Polícia Federal em Sergipe] vai encerrar as atividades em Sergipe fazendo um gol de placa. Peixe grande na rede! Época de Natal é peru. O Peru é grande!".

Curtas

Na sessão plenária de ontem do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) foi aprovada por unanimidade, mas com ressalvas, a prestação de contas do PT de Sergipe do exercício financeiro de 2015.

O pleno do TRE também julgou improcedente representação da deputada estadual eleita Maria Mendonça (PSDB) contra o deputado estadual eleito e já com diploma cassado Talysson Costa (PR) e o prefeito afastado Valmir de Francisquinho (PR-Itabaiana). A acusação era de conduta vedada e abuso de poder econômico nas eleições em Itabaiana.

Ainda ontem o TRE negou provimento ao recurso impetrado por Maria Mendonça contra Talysson por propaganda política, através de alto-falante, no município de Ribeirópolis.

No último domingo 15 municípios de Sergipe celebraram 65 anos de emancipação política. São eles: Amparo do São Francisco, Barra dos Coqueiros, Canindé do São Francisco, Carira, Cumbe, Itabi, Monte Alegre, Malhada dos Bois, Malhador, Pacatuba, Pedrinhas, Pinhão, Poço Verde, Santa Rosa de Lima e Tomar do Geru.