Ordem do Mérito Cultural é entregue ao Museu da Gente Sergipana

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
Ézio Déda ao receber a premiação em nome do Museu da Gente Sergipana
Ézio Déda ao receber a premiação em nome do Museu da Gente Sergipana

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 30/11/2018 às 06:43:00

 

O último dia 8 de novembro foi muito especial para o Museu da Gente Sergipana Gov. Marcelo Déda, o Instituto Banese e o Banco do Estado de Sergipe. Inaugurado há sete anos, visitado por quase 600 mil pessoas, o Museu da Gente é um marco para a cultura sergipana, merecedor de diversas premiações. Dessa vez, o Museu foi condecorado com a Ordem do Mérito Cultural, maior honraria do Ministério da Cultura.
A solenidade aconteceu no Palácio do Planalto, em Brasília, e a Ordem do Mérito Cultural foi entregue pelo Presidente da República, Michel Temer e pelo Ministro da Cultura, Sérgio Sá Leitão. A maior honraria pública da cultura foi concedida à 35 personalidades e instituições que se destacaram no cenário cultural, contribuindo para o desenvolvimento do país. 
O tema deste ano foi 'Cultura gera Futuro'. O Museu da Gente foi premiado na 'Classe Sem Grau'. Nomes como a atriz Eva Wilma, o ator Milton Gonçalves, o compositor Sergio Mendes, e o professor da Universidade Federal de Sergipe Saulo Ferreira, além do Museu de Arte de São Paulo - MASP, o Museu de Arte Moderna de São Paulo - MAM, e o Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro, que são os principais museus do país, estão na lista de premiados este ano.
Estiveram em Brasília para receber o prêmio e participar do evento, o Diretor Superintendente do Instituto Banese, Ezio Déda, o Diretor de Programa e Projetos, João Francisco, a Diretora Administrativa e Financeira, Leila Cruz, a assessora da presidência do Banese, Lea Monteiro, e a historiadora e pesquisadora, Josevanda Franca.
"Estamos muito felizes com esse reconhecimento nacional. É um Museu de Sergipe, agraciado com uma honraria importante, sete anos após a sua inauguração. Um projeto do Banese e do Governo de Sergipe que valoriza a cultura sergipana. Receber essa premiação, que está agraciando personalidades e instituições renomados mostra que o Museu está sendo um diferencial enxergado fora de Sergipe", disse Ezio Déda.
Outras premiações - O Museu da Gente Sergipana Gov. Marcelo Déda já recebeu durante esses sete anos: 'O Melhor da Arquitetura 2012' na categoria Restauro, premiação inédita em Sergipe; 'Atração do Ano' pelo Guia Quatro Rodas Brasil de 2013; 'Prêmio Rodrigo de Melo Franco Andrade' na categoria Responsabilidade Social, concedido pelo Iphan; e o 'Certificado de Excelência 2014' do site TripAdvisor, no setor Hospitalidade ao Redor do Mundo. Além dessas premiações, o Museu da Gente está entre os 10 melhores museus do Brasilsegundo o Travellers' Choice Museus 2014. E em 2016, a Expedia, uma das maiores agências de viagens online do mundo, o indicou como um dos museus mais visitados no Brasil. Fora tudo isso, em 2018 o Museu foi classificado como o primeiro, dos cinco museus, mais visitados do Nordeste, segundo o Instituto Brasileiro de Museus -IBRAM

O último dia 8 de novembro foi muito especial para o Museu da Gente Sergipana Gov. Marcelo Déda, o Instituto Banese e o Banco do Estado de Sergipe. Inaugurado há sete anos, visitado por quase 600 mil pessoas, o Museu da Gente é um marco para a cultura sergipana, merecedor de diversas premiações. Dessa vez, o Museu foi condecorado com a Ordem do Mérito Cultural, maior honraria do Ministério da Cultura.
A solenidade aconteceu no Palácio do Planalto, em Brasília, e a Ordem do Mérito Cultural foi entregue pelo Presidente da República, Michel Temer e pelo Ministro da Cultura, Sérgio Sá Leitão. A maior honraria pública da cultura foi concedida à 35 personalidades e instituições que se destacaram no cenário cultural, contribuindo para o desenvolvimento do país. 
O tema deste ano foi 'Cultura gera Futuro'. O Museu da Gente foi premiado na 'Classe Sem Grau'. Nomes como a atriz Eva Wilma, o ator Milton Gonçalves, o compositor Sergio Mendes, e o professor da Universidade Federal de Sergipe Saulo Ferreira, além do Museu de Arte de São Paulo - MASP, o Museu de Arte Moderna de São Paulo - MAM, e o Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro, que são os principais museus do país, estão na lista de premiados este ano.
Estiveram em Brasília para receber o prêmio e participar do evento, o Diretor Superintendente do Instituto Banese, Ezio Déda, o Diretor de Programa e Projetos, João Francisco, a Diretora Administrativa e Financeira, Leila Cruz, a assessora da presidência do Banese, Lea Monteiro, e a historiadora e pesquisadora, Josevanda Franca.
"Estamos muito felizes com esse reconhecimento nacional. É um Museu de Sergipe, agraciado com uma honraria importante, sete anos após a sua inauguração. Um projeto do Banese e do Governo de Sergipe que valoriza a cultura sergipana. Receber essa premiação, que está agraciando personalidades e instituições renomados mostra que o Museu está sendo um diferencial enxergado fora de Sergipe", disse Ezio Déda.

Outras premiações - O Museu da Gente Sergipana Gov. Marcelo Déda já recebeu durante esses sete anos: 'O Melhor da Arquitetura 2012' na categoria Restauro, premiação inédita em Sergipe; 'Atração do Ano' pelo Guia Quatro Rodas Brasil de 2013; 'Prêmio Rodrigo de Melo Franco Andrade' na categoria Responsabilidade Social, concedido pelo Iphan; e o 'Certificado de Excelência 2014' do site TripAdvisor, no setor Hospitalidade ao Redor do Mundo. Além dessas premiações, o Museu da Gente está entre os 10 melhores museus do Brasilsegundo o Travellers' Choice Museus 2014. E em 2016, a Expedia, uma das maiores agências de viagens online do mundo, o indicou como um dos museus mais visitados no Brasil. Fora tudo isso, em 2018 o Museu foi classificado como o primeiro, dos cinco museus, mais visitados do Nordeste, segundo o Instituto Brasileiro de Museus -IBRAM