Chapa 1 vence eleições do SINTUFS com 92% dos votos válidos

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 30/11/2018 às 06:59:00

 

Nos dias 27 e 28 de novembro os servidores técnico-administrativos da Universidade Federal de Sergipe (UFS) elegeram a Coordenação Executiva e Conselho Fiscal do Sintufs para o período 2019-2020. A chapa "Somos a Resistência - A Luta Continua" foi eleita com 301 votos do total de 327 votantes de todos os campi da UFS, com a presença de trabalhadores da Ebserh, aposentados, terceirizados e servidores do Regime Jurídico Único (RJU). Uma média de 92% de votos válidos.
Também foram eleitos para o Conselho Fiscal os servidores Clerton Magno Rocha Santana Pereira (51 votos), Verônica de Barros Santos ( 120 votos), Jileno Ferreira Santos ( 100 votos ) e Carlos Fernandes Mariano Nogueira ( 15 votos ) , todos do Campus São Cristóvão. A apuração teve início às 19h50 desta quarta-feira (28), no Laboratório de Estudos Geográficos do Campus São Cristóvão, no segundo piso da Didática II.
Dentre as propostas da chapa vencedora, ganham destaque a luta pela revogação da Emenda Constitucional/ 95 - que congela investimentos nas áreas sociais por 20 anos - a ampliação do quadro de servidores efetivos da UFS, a defesa do Plano de Cargos, Carreiras e Salários da categoria (PCCTAE), a luta pelo cumprimento da flexibilização de jornada para 30 horas semanais e a revogação do Decreto 9.262, que extingue cerca de 60 mil cargos do Poder Executivo federal.
 "Estamos muito felizes por consolidar mais um processo democrático do nosso sindicato. O calendário das eleições seguiu como previsto, aprovado e reforçado em assembleia com a presença de toda a categoria. O ano de 2019 vai ser muito difícil para a Universidade Pública e os serviços públicos como um todo, preciso estar atentos e fortes", afirmou Wagner Vieira, coordenador geral da chapa eleita.
A homologação do pleito por parte da Comissão Eleitoral está prevista para esta sexta-feira (30). A posse da nova gestão deve ocorrer em janeiro de 2019.

Nos dias 27 e 28 de novembro os servidores técnico-administrativos da Universidade Federal de Sergipe (UFS) elegeram a Coordenação Executiva e Conselho Fiscal do Sintufs para o período 2019-2020. A chapa "Somos a Resistência - A Luta Continua" foi eleita com 301 votos do total de 327 votantes de todos os campi da UFS, com a presença de trabalhadores da Ebserh, aposentados, terceirizados e servidores do Regime Jurídico Único (RJU). Uma média de 92% de votos válidos.
Também foram eleitos para o Conselho Fiscal os servidores Clerton Magno Rocha Santana Pereira (51 votos), Verônica de Barros Santos ( 120 votos), Jileno Ferreira Santos ( 100 votos ) e Carlos Fernandes Mariano Nogueira ( 15 votos ) , todos do Campus São Cristóvão. A apuração teve início às 19h50 desta quarta-feira (28), no Laboratório de Estudos Geográficos do Campus São Cristóvão, no segundo piso da Didática II.
Dentre as propostas da chapa vencedora, ganham destaque a luta pela revogação da Emenda Constitucional/ 95 - que congela investimentos nas áreas sociais por 20 anos - a ampliação do quadro de servidores efetivos da UFS, a defesa do Plano de Cargos, Carreiras e Salários da categoria (PCCTAE), a luta pelo cumprimento da flexibilização de jornada para 30 horas semanais e a revogação do Decreto 9.262, que extingue cerca de 60 mil cargos do Poder Executivo federal.
 "Estamos muito felizes por consolidar mais um processo democrático do nosso sindicato. O calendário das eleições seguiu como previsto, aprovado e reforçado em assembleia com a presença de toda a categoria. O ano de 2019 vai ser muito difícil para a Universidade Pública e os serviços públicos como um todo, preciso estar atentos e fortes", afirmou Wagner Vieira, coordenador geral da chapa eleita.
A homologação do pleito por parte da Comissão Eleitoral está prevista para esta sexta-feira (30). A posse da nova gestão deve ocorrer em janeiro de 2019.