Temer lança edital de concessão do Aeroporto de Aracaju

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
LEILÃO DO AEROPORTO DE ARACAJU DEVE SER FEITO ATÉ MARÇO, EM CONJUNTO COM O BLOCO NORDESTE, FORMADO TAMBÉM PELOS AEROPORTOS DE RECIFE, MACEIÓ, JOÃO PESSOA, CAMPINA GRANDE 9PB0 E JUAZEIRO DO NORTE (CE)
LEILÃO DO AEROPORTO DE ARACAJU DEVE SER FEITO ATÉ MARÇO, EM CONJUNTO COM O BLOCO NORDESTE, FORMADO TAMBÉM PELOS AEROPORTOS DE RECIFE, MACEIÓ, JOÃO PESSOA, CAMPINA GRANDE 9PB0 E JUAZEIRO DO NORTE (CE)

O Aeroporto de Aracaju deverá ser privatizado até o mês de março de 2019
O Aeroporto de Aracaju deverá ser privatizado até o mês de março de 2019

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 30/11/2018 às 07:01:00

 

Editais de 12 aeropor-
tos da Ferrovia Nor-
te-Sul e quatro terminais portuários foram lançados ontem(29) pelo Programa de Parceiras de Investimentos (PPI), no Palácio do Planalto. O Aeroporto Santa Maria, de Aracaju, está na lista.
Esses editais preveem que sejam licitados para concessão à iniciativa privada, de uma vez, 12 aeroportos divididos em três blocos.
Na prática, caberá ao governo do presidente eleito Jair Bolsonaro tocar o pacote fechado de projetos de concessão a partir de 2019. Segundo o ministro dos Transportes, Valter Casimiro, todo o processo de finalização dos editais foi acompanhado pela equipe de transição do futuro presidente.
"O que nós estamos fazendo nesse governo é tirar o país de século 20 e trazer para o século 21. O estado não pode fazer tudo por conta própria, deve haver uma interação com a iniciativa privada, trazendo investimentos", disse o presidente Michel Temer, destacando que as PPIs prestigiam duas forças do setor produtivo - os empresários e os trabalhadores.
PPI - Os editais lançados hoje preveem que sejam licitados para concessão à iniciativa privada, de uma vez, 12 aeroportos divididos em três blocos. Juntos, esses terminais recebem, por ano, 19,6 milhões de passageiros e respondem por 9,5% do mercado nacional de aviação.
Ainda no caso dos aeroportos, o prazo para realização do leilão é de, no mínimo, 100 dias a partir da publicação do edital, no caso, a primeira quinzena de março.
Os 12 aeroportos regionais são os de Recife (PE), Maceió (AL), Aracaju (SE), João Pessoa (PB), Juazeiro do Norte (CE), Campina Grande (PB); Cuiabá, Rondonópolis, Alta Floresta e Sinop (MT); Vitória (ES) e Macaé (RJ).
Desde o início do governo Temer, em 2016, o PPI aprovou 73 empreendimentos de concessões e arrendamentos no setor de transportes - 21 deles foram concluídos, 44 estão em andamento e oito tiveram seus prazos de concessão prorrogados. No total, foram arrecadados R$ 3,8 bilhões em outorgas.

Editais de 12 aeropor- tos da Ferrovia Nor- te-Sul e quatro terminais portuários foram lançados ontem(29) pelo Programa de Parceiras de Investimentos (PPI), no Palácio do Planalto. O Aeroporto Santa Maria, de Aracaju, está na lista.
Esses editais preveem que sejam licitados para concessão à iniciativa privada, de uma vez, 12 aeroportos divididos em três blocos.
Na prática, caberá ao governo do presidente eleito Jair Bolsonaro tocar o pacote fechado de projetos de concessão a partir de 2019. Segundo o ministro dos Transportes, Valter Casimiro, todo o processo de finalização dos editais foi acompanhado pela equipe de transição do futuro presidente.
"O que nós estamos fazendo nesse governo é tirar o país de século 20 e trazer para o século 21. O estado não pode fazer tudo por conta própria, deve haver uma interação com a iniciativa privada, trazendo investimentos", disse o presidente Michel Temer, destacando que as PPIs prestigiam duas forças do setor produtivo - os empresários e os trabalhadores.

PPI - Os editais lançados hoje preveem que sejam licitados para concessão à iniciativa privada, de uma vez, 12 aeroportos divididos em três blocos. Juntos, esses terminais recebem, por ano, 19,6 milhões de passageiros e respondem por 9,5% do mercado nacional de aviação.
Ainda no caso dos aeroportos, o prazo para realização do leilão é de, no mínimo, 100 dias a partir da publicação do edital, no caso, a primeira quinzena de março.
Os 12 aeroportos regionais são os de Recife (PE), Maceió (AL), Aracaju (SE), João Pessoa (PB), Juazeiro do Norte (CE), Campina Grande (PB); Cuiabá, Rondonópolis, Alta Floresta e Sinop (MT); Vitória (ES) e Macaé (RJ).
Desde o início do governo Temer, em 2016, o PPI aprovou 73 empreendimentos de concessões e arrendamentos no setor de transportes - 21 deles foram concluídos, 44 estão em andamento e oito tiveram seus prazos de concessão prorrogados. No total, foram arrecadados R$ 3,8 bilhões em outorgas.