Trabalhadores de Riachão do Dantas, Boquim e Arauá recebem benefícios do Programa Mão Amiga

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
O governador Belivaldo Chagas discursa em Riachão do Dantas
O governador Belivaldo Chagas discursa em Riachão do Dantas

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 30/11/2018 às 07:10:00

 

Nesta quinta-feira (29), foi a vez dos trabalhadores rurais dos municípios de Riachão do Dantas, Boquim e Arauá receberem os benefícios do Programa Mão Amiga Laranja, que totalizam 1.125 beneficiários. 
 O governador Belivaldo Chagas esteve presente para a entrega dos cartões e senhas aos 375 beneficiários do município de Riachão do Dantas, no Sul sergipano. A primeira parcela do  Mão Amiga Laranja em Riachão totaliza um investimento de R$ 71.250,00. 
Desde a última segunda-feira (26), o governo do Estado iniciou o ciclo de entregas de cartões e novas senhas aos beneficiários do Programa em 14 municípios da cultura de citros. No total, o Programa Mão Amiga Laranja contemplará 4.380 citricultores (3.678 antigos e 702 novos) de Pedrinhas, Riachão do Dantas, Lagarto, Salgado, Itaporanga D'Ajuda, Indiaroba, Santa Luzia do Itanhy, Estância, Boquim, Arauá, Itabaianinha, Tomar do Geru, Cristinápolis e Umbaúba.
 O governador Belivaldo Chagas falou sobre a importância do programa, que beneficia os produtores rurais há quase dez anos, atuando no período das entressafras da laranja e da cana-de-açúcar e afirmou que trabalhará pela ampliação do Mão Amiga no próximo ano. 
"Estamos trabalhando na possibilidade de ampliar esse programa para os trabalhadores da bacia leiteira. Esse programa nasceu em 20019, quando Marcelo Déda era governador e eu, vice. Estou como governador dando continuidade e vamos trabalhar para, próximo ano, aumentar o valor da parcela para ajudar os trabalhadores. Quem critica o programa não sabe o valor de R$190 para quem precisa. Enquanto for governador, o Mão Amiga não vai acabar, vai crescer", afirmou.

Nesta quinta-feira (29), foi a vez dos trabalhadores rurais dos municípios de Riachão do Dantas, Boquim e Arauá receberem os benefícios do Programa Mão Amiga Laranja, que totalizam 1.125 beneficiários. 
 O governador Belivaldo Chagas esteve presente para a entrega dos cartões e senhas aos 375 beneficiários do município de Riachão do Dantas, no Sul sergipano. A primeira parcela do  Mão Amiga Laranja em Riachão totaliza um investimento de R$ 71.250,00. 
Desde a última segunda-feira (26), o governo do Estado iniciou o ciclo de entregas de cartões e novas senhas aos beneficiários do Programa em 14 municípios da cultura de citros. No total, o Programa Mão Amiga Laranja contemplará 4.380 citricultores (3.678 antigos e 702 novos) de Pedrinhas, Riachão do Dantas, Lagarto, Salgado, Itaporanga D'Ajuda, Indiaroba, Santa Luzia do Itanhy, Estância, Boquim, Arauá, Itabaianinha, Tomar do Geru, Cristinápolis e Umbaúba.
 O governador Belivaldo Chagas falou sobre a importância do programa, que beneficia os produtores rurais há quase dez anos, atuando no período das entressafras da laranja e da cana-de-açúcar e afirmou que trabalhará pela ampliação do Mão Amiga no próximo ano. 
"Estamos trabalhando na possibilidade de ampliar esse programa para os trabalhadores da bacia leiteira. Esse programa nasceu em 20019, quando Marcelo Déda era governador e eu, vice. Estou como governador dando continuidade e vamos trabalhar para, próximo ano, aumentar o valor da parcela para ajudar os trabalhadores. Quem critica o programa não sabe o valor de R$190 para quem precisa. Enquanto for governador, o Mão Amiga não vai acabar, vai crescer", afirmou.