Catadores de laranja de 14 municípios receberam cartões e senhas do programa Mão Amiga

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 01/12/2018 às 06:56:00

 

Durante toda a semana, a caravana do programa Mão Amiga Laranja percorreu 14 municípios sergipanos para realizar a entrega de cartões e novas senhas aos beneficiários trabalhadores da colheita. Para esta edição de 2018/2019, são contemplados 4.380 citricultores (3.678 antigos e 702 novos) de Pedrinhas, Riachão do Dantas, Lagarto, Salgado, Itaporanga D'Ajuda, Indiaroba, Santa Luzia do Itanhy, Estância, Boquim, Arauá, Itabaianinha, Tomar do Geru, Cristinápolis e Umbaúba.
A estimativa de investimento é de R$ 3.328.800,00 do Governo de Sergipe através da Secretaria de Estado da Inclusão e Assistência Social (Seidh), por meio do Fundo Estadual de Combate à Pobreza. O benefício corresponde ao valor de R$ 760, pagos em quatro parcelas de R$ 190 durante os meses da entressafra. Na cultura da Laranja, de quando iniciou o programa em 2009 até agora, já foram investidos R$ 30.721.760,00 (já incluindo a primeira parcela que será paga em 2018). A entressafra abrange novembro, dezembro, janeiro e fevereiro, período que compromete os trabalhos dos catadores e a colheita fica suspensa.
As atividades da semana encerraram nesta sexta-feira, dia 30, em Tomar do Geru, Cristinápolis e Umbaúba. Tomar do Geru foi a primeira parada da caravana do Mão Amiga. No município são 256 beneficiários (sendo 54 novatos) distribuídos nos povoados Bastião, Brejinho, Batista, 27 de abril, Cascavel e Serrote. A primeira parcela do Mão Amiga Laranja em Tomar do Geru totaliza R$ 48.640,00. De 2009 até 2018, foram investidos R$ 1.476.110,00 para 2.142 trabalhadores do município (incluindo esta primeira parcela).

Durante toda a semana, a caravana do programa Mão Amiga Laranja percorreu 14 municípios sergipanos para realizar a entrega de cartões e novas senhas aos beneficiários trabalhadores da colheita. Para esta edição de 2018/2019, são contemplados 4.380 citricultores (3.678 antigos e 702 novos) de Pedrinhas, Riachão do Dantas, Lagarto, Salgado, Itaporanga D'Ajuda, Indiaroba, Santa Luzia do Itanhy, Estância, Boquim, Arauá, Itabaianinha, Tomar do Geru, Cristinápolis e Umbaúba.
A estimativa de investimento é de R$ 3.328.800,00 do Governo de Sergipe através da Secretaria de Estado da Inclusão e Assistência Social (Seidh), por meio do Fundo Estadual de Combate à Pobreza. O benefício corresponde ao valor de R$ 760, pagos em quatro parcelas de R$ 190 durante os meses da entressafra. Na cultura da Laranja, de quando iniciou o programa em 2009 até agora, já foram investidos R$ 30.721.760,00 (já incluindo a primeira parcela que será paga em 2018). A entressafra abrange novembro, dezembro, janeiro e fevereiro, período que compromete os trabalhos dos catadores e a colheita fica suspensa.
As atividades da semana encerraram nesta sexta-feira, dia 30, em Tomar do Geru, Cristinápolis e Umbaúba. Tomar do Geru foi a primeira parada da caravana do Mão Amiga. No município são 256 beneficiários (sendo 54 novatos) distribuídos nos povoados Bastião, Brejinho, Batista, 27 de abril, Cascavel e Serrote. A primeira parcela do Mão Amiga Laranja em Tomar do Geru totaliza R$ 48.640,00. De 2009 até 2018, foram investidos R$ 1.476.110,00 para 2.142 trabalhadores do município (incluindo esta primeira parcela).