Polícia apreende 50 quilos de maconha prensada em Estância

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
A drogada foi apreendida em Estância
A drogada foi apreendida em Estância

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 01/12/2018 às 07:02:00

 

Policiais civis da Delegacia Regional de Estância, coordenados pelos delegados Allan Faustino, Vivianne Jardim e Cledson Ferreira, apreenderam, no final da tarde de anteontem, aproximadamente 50 quilos de maconha prensada no subsolo de um imóvel, no bairro Porto D'Areia, periferia da cidade.
Na ocasião, foi preso Artur dos Santos Andrade, 24 anos, que armazenava o entorpecente. Com ele, também foi encontrado um revólver calibre 22. De acordo com levantamentos, existe a suspeita de que o infrator pertence a uma associação criminosa e, dentro do grupo, ele era responsável por guardar a maconha.
"A droga seria pulverizada aqui em Estância durante esse mês de dezembro. Apesar de somente ter ocorrido a prisão de um integrante, é importante ressaltar que a retirada de circulação da droga foi o principal objetivo nesse momento. Estamos fazendo um trabalho constante de investigação, associado à inteligência, o que permitiu a apreensão rapidamente", declarou a delegada Vivianne Jardim.

Policiais civis da Delegacia Regional de Estância, coordenados pelos delegados Allan Faustino, Vivianne Jardim e Cledson Ferreira, apreenderam, no final da tarde de anteontem, aproximadamente 50 quilos de maconha prensada no subsolo de um imóvel, no bairro Porto D'Areia, periferia da cidade.
Na ocasião, foi preso Artur dos Santos Andrade, 24 anos, que armazenava o entorpecente. Com ele, também foi encontrado um revólver calibre 22. De acordo com levantamentos, existe a suspeita de que o infrator pertence a uma associação criminosa e, dentro do grupo, ele era responsável por guardar a maconha.
"A droga seria pulverizada aqui em Estância durante esse mês de dezembro. Apesar de somente ter ocorrido a prisão de um integrante, é importante ressaltar que a retirada de circulação da droga foi o principal objetivo nesse momento. Estamos fazendo um trabalho constante de investigação, associado à inteligência, o que permitiu a apreensão rapidamente", declarou a delegada Vivianne Jardim.