Ednaldo Rodrigues promete olhar pelo Nordeste

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 02/12/2018 às 10:42:00

 

Ednaldo Rodrigues vive seus últimos dias na presidência da Federação Bahiana de Futebol (FBF). Ele deixará o comando do futebol baiano para integrar o quadro de vice-presidente da CBF, no mandato do próximo presidente da entidade Rogério Caboclo, eleito no último mês de abril. Quando assumir o cargo, Ednaldo prometeu olhar para o Nordeste.
"Eu sempre me coloquei à disposição dos nossos filiados. Sempre estivemos juntos com os clubes. Na CBF faremos um trabalho a nível nacional, mas com certeza estaremos olhando para o futebol nordestino, pois sabemos de todos os problemas. Para que as desigualdades que atingem o futebol nordestino, e consequentemente o futebol do nosso estado, sejam diminuídas", afirmou Rodrigues.
Rogério Caboclo assumirá a presidência da CBF em abril do ano que vem e o seu mandato vai durar até abril de 2023. Já Ednaldo Rodrigues será um dos oito vices de Caboclo no comando do futebol brasileiro. Ele estará ao lado de Fernando Sarney (Maranhão), Gustavo Feijó (Alagoas), Marcus Vicente (Espírito Santo), Antônio Carlos Nunes (Pará), que já eram vice-presidentes, e agora terão a companhia de Francisco Noveletto (Rio Grande do Sul), Castellar Guimarães (Minas Gerais) e Antônio Aquino Lopes (Acre).

Ednaldo Rodrigues vive seus últimos dias na presidência da Federação Bahiana de Futebol (FBF). Ele deixará o comando do futebol baiano para integrar o quadro de vice-presidente da CBF, no mandato do próximo presidente da entidade Rogério Caboclo, eleito no último mês de abril. Quando assumir o cargo, Ednaldo prometeu olhar para o Nordeste.
"Eu sempre me coloquei à disposição dos nossos filiados. Sempre estivemos juntos com os clubes. Na CBF faremos um trabalho a nível nacional, mas com certeza estaremos olhando para o futebol nordestino, pois sabemos de todos os problemas. Para que as desigualdades que atingem o futebol nordestino, e consequentemente o futebol do nosso estado, sejam diminuídas", afirmou Rodrigues.
Rogério Caboclo assumirá a presidência da CBF em abril do ano que vem e o seu mandato vai durar até abril de 2023. Já Ednaldo Rodrigues será um dos oito vices de Caboclo no comando do futebol brasileiro. Ele estará ao lado de Fernando Sarney (Maranhão), Gustavo Feijó (Alagoas), Marcus Vicente (Espírito Santo), Antônio Carlos Nunes (Pará), que já eram vice-presidentes, e agora terão a companhia de Francisco Noveletto (Rio Grande do Sul), Castellar Guimarães (Minas Gerais) e Antônio Aquino Lopes (Acre).