Adulto e dois menores são detidos por latrocínio em Lagarto

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 04/12/2018 às 07:21:00

 

Gabriel Damásio
Policiais civis da Dele-
gacia Regional de La-
garto (Centro-Sul) prenderam neste domingo três acusados por um latrocínio cometido em 15 de novembro deste ano no povoado Quilombo, área rural de Lagarto. Na ocasião, o motociclista Ronaldo Conceição Santos se acidentou após esbarrar em pedras espalhadas pela pista e, em seguida, foi agredido com uma paulada na cabeça, morrendo na hora. A polícia apurou que o crime foi cometido pelo adulto Joseval de Santana, 35 anos, e por um casal de adolescentes de 17 anos. Os três foram detidos em Camaçari (BA). 
Segundo a delegada Michele Araújo, o casal de adolescentes estava bebendo em um bar do povoado quando resolveram assaltar. Ambos colocaram pedras na estrada que liga as cidades de Lagarto e Simão Dias, com a intenção de que alguém se desequilibrasse e caísse no local. Ronaldo, que dirigia uma motocicleta, caiu na rodovia e foi atingido com uma paulada pelos acusados. Ao cair no chão, um automóvel teria passado por cima da vítima, que morreu no local.
"O trio confessou a autoria do crime e relatou que decidiu praticar um assalto. Colocaram pedras na estrada e, eventualmente, a vítima se desequilibrou e caiu. Enquanto a vítima estava no chão, o adolescente de 17 anos, que estava escondido, desferiu uma paulada contra Ronaldo. Assim que ele caiu, os acusados relataram que a vítima continuava agonizando, e enquanto eles estavam roubando a motocicleta, passou um carro e atropelou a vítima", explicou a delegada.
Ainda segundo Michele, o caso foi divulgado inicialmente como um acidente de trânsito. Entretanto, a partir do recebimento de denúncias de populares, cujas informações informavam que o ocorrido se tratava, na realidade, de um crime de latrocínio, os agentes começaram a investigar. Foram roubados a motocicleta e o aparelho celular da vítima.
A apreensão dos acusados ocorreu enquanto a adolescente estava indo se encontrar com os outros dois envolvidos. De imediato, os agentes se dirigiram ao estado da Bahia, e localizaram o trio. Diante dos fatos, as investigações continuam. Joseval responderá pelo crime de latrocínio e corrupção de menores. Já os dois adolescentes, foram apreendidos pela prática de ato infracional semelhante ao crime de latrocínio.

Policiais civis da Dele- gacia Regional de La- garto (Centro-Sul) prenderam neste domingo três acusados por um latrocínio cometido em 15 de novembro deste ano no povoado Quilombo, área rural de Lagarto. Na ocasião, o motociclista Ronaldo Conceição Santos se acidentou após esbarrar em pedras espalhadas pela pista e, em seguida, foi agredido com uma paulada na cabeça, morrendo na hora. A polícia apurou que o crime foi cometido pelo adulto Joseval de Santana, 35 anos, e por um casal de adolescentes de 17 anos. Os três foram detidos em Camaçari (BA). 
Segundo a delegada Michele Araújo, o casal de adolescentes estava bebendo em um bar do povoado quando resolveram assaltar. Ambos colocaram pedras na estrada que liga as cidades de Lagarto e Simão Dias, com a intenção de que alguém se desequilibrasse e caísse no local. Ronaldo, que dirigia uma motocicleta, caiu na rodovia e foi atingido com uma paulada pelos acusados. Ao cair no chão, um automóvel teria passado por cima da vítima, que morreu no local.
"O trio confessou a autoria do crime e relatou que decidiu praticar um assalto. Colocaram pedras na estrada e, eventualmente, a vítima se desequilibrou e caiu. Enquanto a vítima estava no chão, o adolescente de 17 anos, que estava escondido, desferiu uma paulada contra Ronaldo. Assim que ele caiu, os acusados relataram que a vítima continuava agonizando, e enquanto eles estavam roubando a motocicleta, passou um carro e atropelou a vítima", explicou a delegada.
Ainda segundo Michele, o caso foi divulgado inicialmente como um acidente de trânsito. Entretanto, a partir do recebimento de denúncias de populares, cujas informações informavam que o ocorrido se tratava, na realidade, de um crime de latrocínio, os agentes começaram a investigar. Foram roubados a motocicleta e o aparelho celular da vítima.
A apreensão dos acusados ocorreu enquanto a adolescente estava indo se encontrar com os outros dois envolvidos. De imediato, os agentes se dirigiram ao estado da Bahia, e localizaram o trio. Diante dos fatos, as investigações continuam. Joseval responderá pelo crime de latrocínio e corrupção de menores. Já os dois adolescentes, foram apreendidos pela prática de ato infracional semelhante ao crime de latrocínio.