Paciente internado em estado grave com calazar

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 06/12/2018 às 07:44:00

 

Milton Alves Júnior
Permanece em estado 
critico de saúde o pa-
ciente natural do município sergipano de Gararu, o qual foi diagnosticado com calazar. Internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), do Hospital de Urgência de Sergipe (Huse), o paciente permanece em conservação e recebendo as atenções necessárias. No final da tarde de ontem o Jornal do Dia dialogou com o superintendente da unidade hospitalar, o Dr. Darcy Tavares Pinto, que confirmou o diagnóstico. Preservando a identidade do usuário do Sistema Único de Saúde (SUS), a Secretaria de Estado da Saúde informou que o paciente foi internado no dia 24 de novembro, e, após sucessivos exames, já no dia 26 o laudo deu positivo para a doença.
De acordo com o superintendente, todos os procedimentos para esse tipo de doença foram adotados em caráter imediato ao ponto de ser identificado uma leve, porém representativa reação positiva por parte do cidadão acolhido. Apesar dos esforços na tarde da última terça-feira (04), a equipe médica se deparou com o agravamento do caso e necessitou transferi-lo em caráter de urgência para a UTI. Na perspectiva de deixar os amigos e familiares do paciente à par de toda a sequência de medidas medicas, Darcy Tavares destacou que os profissionais escalados para acompanhar o caso seguem apresentando boletins médicos diariamente. O superintendente garantiu cuidado redobrado na esperança de proporcionar melhoria ao paciente.
 "Lamentavelmente fomos informados do agravamento deste caso que de fato procede o diagnostico de calazar, mas reafirmamos o compromisso da nossa ética profissional e do comprometimento público cidadão do Governo de Sergipe em unificar as forças e lutar pela vida deste paciente. Neste momento ele continua recebendo a atenção necessária na UTI, os familiares seguem recebendo atenção paralela e, quando obtivemos atualização do prontuário repassaremos (aos meios de comunicação) através da Secretaria da Saúde", declarou.
A doença - O calazar é causada pelo protozoário parasita Leishmania que é transmitido pela picada de mosquitos-palha infectados. O parasita ataca o sistema imunológico e, meses após a infecção inicial, a doença pode evoluir para uma forma visceral mais grave, que é quase sempre fatal se não for tratada. A doença, quando progride, se manifesta de dois a oito meses após a infecção com e se caracteriza por acessos irregulares de febre, perda de peso, fraqueza, aumento do baço e do fígado, nódulos linfáticos inchados e anemia. No entanto, se a carga parasitária é alta ou o nível de imunidade do paciente é baixo, o período de incubação é de 10 a 14 dias.
Anualmente, cerca de 250 pessoas morrem em decorrência da doença no Brasil. Para manter sua casa, família e animais livres do contágio, a recomendação é usar produtos repelentes nos ambientes favoráveis ao desenvolvimento de mosquitos. Produzido pela Labgard, o Certrine 25 SC é ideal para prevenir a proliferação de insetos. O produto é inodoro, pode ser aplicado dentro de casa, pátios e jardins e também é eficaz no interior das casinhas, frestas e buracos.

Permanece em estado  critico de saúde o pa- ciente natural do município sergipano de Gararu, o qual foi diagnosticado com calazar. Internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), do Hospital de Urgência de Sergipe (Huse), o paciente permanece em conservação e recebendo as atenções necessárias. No final da tarde de ontem o Jornal do Dia dialogou com o superintendente da unidade hospitalar, o Dr. Darcy Tavares Pinto, que confirmou o diagnóstico. Preservando a identidade do usuário do Sistema Único de Saúde (SUS), a Secretaria de Estado da Saúde informou que o paciente foi internado no dia 24 de novembro, e, após sucessivos exames, já no dia 26 o laudo deu positivo para a doença.
De acordo com o superintendente, todos os procedimentos para esse tipo de doença foram adotados em caráter imediato ao ponto de ser identificado uma leve, porém representativa reação positiva por parte do cidadão acolhido. Apesar dos esforços na tarde da última terça-feira (04), a equipe médica se deparou com o agravamento do caso e necessitou transferi-lo em caráter de urgência para a UTI. Na perspectiva de deixar os amigos e familiares do paciente à par de toda a sequência de medidas medicas, Darcy Tavares destacou que os profissionais escalados para acompanhar o caso seguem apresentando boletins médicos diariamente. O superintendente garantiu cuidado redobrado na esperança de proporcionar melhoria ao paciente.
 "Lamentavelmente fomos informados do agravamento deste caso que de fato procede o diagnostico de calazar, mas reafirmamos o compromisso da nossa ética profissional e do comprometimento público cidadão do Governo de Sergipe em unificar as forças e lutar pela vida deste paciente. Neste momento ele continua recebendo a atenção necessária na UTI, os familiares seguem recebendo atenção paralela e, quando obtivemos atualização do prontuário repassaremos (aos meios de comunicação) através da Secretaria da Saúde", declarou.

A doença -
O calazar é causada pelo protozoário parasita Leishmania que é transmitido pela picada de mosquitos-palha infectados. O parasita ataca o sistema imunológico e, meses após a infecção inicial, a doença pode evoluir para uma forma visceral mais grave, que é quase sempre fatal se não for tratada. A doença, quando progride, se manifesta de dois a oito meses após a infecção com e se caracteriza por acessos irregulares de febre, perda de peso, fraqueza, aumento do baço e do fígado, nódulos linfáticos inchados e anemia. No entanto, se a carga parasitária é alta ou o nível de imunidade do paciente é baixo, o período de incubação é de 10 a 14 dias.
Anualmente, cerca de 250 pessoas morrem em decorrência da doença no Brasil. Para manter sua casa, família e animais livres do contágio, a recomendação é usar produtos repelentes nos ambientes favoráveis ao desenvolvimento de mosquitos. Produzido pela Labgard, o Certrine 25 SC é ideal para prevenir a proliferação de insetos. O produto é inodoro, pode ser aplicado dentro de casa, pátios e jardins e também é eficaz no interior das casinhas, frestas e buracos.