Empresas apontam SE como estado de baixo risco de roubo a cargas

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 07/12/2018 às 05:01:00

 

O trabalho integrado entre as instituições que compõem a Secretaria da Segurança Pública (SSP) e órgãos federais também trouxe resultados positivos nas estradas. Os levantamentos feitos pelas empresas seguradoras de transporte rodoviário apontaram Sergipe como de baixo risco no tocante a roubos de cargas.
De acordo com os últimos levantamentos apresentados por uma das empresas de gerência em riscos do transporte logístico, as estradas sergipanas estão entre as que apresentam menor índice de roubos a cargas durante o transporte por todo o país. Além de Sergipe, apenas outros cinco estados também são apontados como seguros.
Segundo o delegado Dernival Eloi, diretor do Complexo de Operações Policiais Especiais (Cope), o resultado está diretamente ligado ao rápido trabalho de investigação. "Assim que há informação de nossa Divisão de Inteligência (Dipol), nossas equipes agem rápido para localizar cargas roubadas e prender os responsáveis pelo crime", ressaltou.

O trabalho integrado entre as instituições que compõem a Secretaria da Segurança Pública (SSP) e órgãos federais também trouxe resultados positivos nas estradas. Os levantamentos feitos pelas empresas seguradoras de transporte rodoviário apontaram Sergipe como de baixo risco no tocante a roubos de cargas.
De acordo com os últimos levantamentos apresentados por uma das empresas de gerência em riscos do transporte logístico, as estradas sergipanas estão entre as que apresentam menor índice de roubos a cargas durante o transporte por todo o país. Além de Sergipe, apenas outros cinco estados também são apontados como seguros.
Segundo o delegado Dernival Eloi, diretor do Complexo de Operações Policiais Especiais (Cope), o resultado está diretamente ligado ao rápido trabalho de investigação. "Assim que há informação de nossa Divisão de Inteligência (Dipol), nossas equipes agem rápido para localizar cargas roubadas e prender os responsáveis pelo crime", ressaltou.