Bebês com microcefalia ganham festa de Natal antecipada

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 07/12/2018 às 05:13:00

 

A Universidade Tiradentes, por meio do curso de Odontologia, realiza nesta sexta-feira, 07, a partir das 8h30, a festividade natalina para os pacientes com microcefalia do projeto intitulado "Sorrindo para a Vida". A iniciativa é pioneira no estado de Sergipe e referência no Nordeste no atendimento às crianças com a patologia.
Desde 2016, o projeto de extensão oferece gratuitamente atendimento odontológico a pacientes com microcefalia, de 0 a 3 anos, com foco na prevenção de doenças bucais e fornecimento de orientações para higienização da boca e dentes garantindo uma melhor qualidade de vida. Atualmente, o projeto atende mais de 50 crianças de Sergipe, Bahia e Alagoas.
Os pacientes com microcefalia possuem um comprometimento neuromotor acentuado, o que prejudica a deglutição, altera a erupção dentária, provoca manchas com impactos estéticos e cáries. No projeto, além dos atendimentos, são oferecidas orientações às mães dos bebês para a diminuição dos problemas de saúde e a garantia de uma higiene eficaz.
Além do tratamento odontológico, o "Sorrindo para vida" oferece assistência interdisciplinar com profissionais e estudantes de Nutrição, Psicologia, Enfermagem, Pedagogia, Fonoaudiologia e Direito para que as crianças e familiares tenham acesso a auxílio de saúde e direitos garantidos. Todos são voluntários.
A previsão para o próximo ano é a ampliação do serviço para outras famílias. Em Sergipe, são 128 crianças diagnosticadas com microcefalia após o surto do Zika Vírus. 
A comemoração acontece na Clínica Odontológica da Unit, que fica localizada na Rua Siriri, nº 263, Centro.

A Universidade Tiradentes, por meio do curso de Odontologia, realiza nesta sexta-feira, 07, a partir das 8h30, a festividade natalina para os pacientes com microcefalia do projeto intitulado "Sorrindo para a Vida". A iniciativa é pioneira no estado de Sergipe e referência no Nordeste no atendimento às crianças com a patologia.
Desde 2016, o projeto de extensão oferece gratuitamente atendimento odontológico a pacientes com microcefalia, de 0 a 3 anos, com foco na prevenção de doenças bucais e fornecimento de orientações para higienização da boca e dentes garantindo uma melhor qualidade de vida. Atualmente, o projeto atende mais de 50 crianças de Sergipe, Bahia e Alagoas.
Os pacientes com microcefalia possuem um comprometimento neuromotor acentuado, o que prejudica a deglutição, altera a erupção dentária, provoca manchas com impactos estéticos e cáries. No projeto, além dos atendimentos, são oferecidas orientações às mães dos bebês para a diminuição dos problemas de saúde e a garantia de uma higiene eficaz.
Além do tratamento odontológico, o "Sorrindo para vida" oferece assistência interdisciplinar com profissionais e estudantes de Nutrição, Psicologia, Enfermagem, Pedagogia, Fonoaudiologia e Direito para que as crianças e familiares tenham acesso a auxílio de saúde e direitos garantidos. Todos são voluntários.
A previsão para o próximo ano é a ampliação do serviço para outras famílias. Em Sergipe, são 128 crianças diagnosticadas com microcefalia após o surto do Zika Vírus. 
A comemoração acontece na Clínica Odontológica da Unit, que fica localizada na Rua Siriri, nº 263, Centro.