SMTT entrega cópias das planilhas de custos do transporte público ao Movimento Não Pago

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
O superintendente da SMTT entrega planilha a dirigente do Movimento Não Pago
O superintendente da SMTT entrega planilha a dirigente do Movimento Não Pago

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 12/12/2018 às 06:58:00

 

O superintendente municipal interino de Transportes e Trânsito (SMTT), Renato Telles, entregou, na tarde desta terça-feira  cópia das planilhas de custos do transporte público coletivo para representantes do Movimento Não Pago. A entrega foi feita na sede do órgão e nas planilhas constam os cálculos apresentados pelo Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros (Setransp) e a análise final feita pelos técnicos SMTT. 
O superintendente interino destacou que a Prefeitura Municipal de Aracaju (PMA) e a SMTT prezam pela transparência no processo de reajuste da tarifa. "O Movimento protocolou o pedido das cópias das planilhas e fizemos a entrega. A população tem o direito de saber a forma como é calculada a tarifa e os fatores que são considerados neste cálculo. A tarifa foi reajustada de forma totalmente transparente e justa", afirma. 
As planilhas também foram entregues esta semana ao presidente da Câmara de Vereadores de Aracaju, Josenito Vitale (PSD), e ao procurador-geral de Justiça do Ministério Público de Sergipe (MPE), Eduardo D'Ávila. 
A tarifa - O reajuste de 14,2% da tarifa do transporte público da região metropolitana está em vigor desde o último domingo, 9 de dezembro. A população foi informada do novo valor ainda na quinta-feira, 6. O acréscimo concedido pela Prefeitura de Aracaju é 47% menor do que o valor pleiteado pelo Setransp.

O superintendente municipal interino de Transportes e Trânsito (SMTT), Renato Telles, entregou, na tarde desta terça-feira  cópia das planilhas de custos do transporte público coletivo para representantes do Movimento Não Pago. A entrega foi feita na sede do órgão e nas planilhas constam os cálculos apresentados pelo Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros (Setransp) e a análise final feita pelos técnicos SMTT. 
O superintendente interino destacou que a Prefeitura Municipal de Aracaju (PMA) e a SMTT prezam pela transparência no processo de reajuste da tarifa. "O Movimento protocolou o pedido das cópias das planilhas e fizemos a entrega. A população tem o direito de saber a forma como é calculada a tarifa e os fatores que são considerados neste cálculo. A tarifa foi reajustada de forma totalmente transparente e justa", afirma. 
As planilhas também foram entregues esta semana ao presidente da Câmara de Vereadores de Aracaju, Josenito Vitale (PSD), e ao procurador-geral de Justiça do Ministério Público de Sergipe (MPE), Eduardo D'Ávila. 

A tarifa - O reajuste de 14,2% da tarifa do transporte público da região metropolitana está em vigor desde o último domingo, 9 de dezembro. A população foi informada do novo valor ainda na quinta-feira, 6. O acréscimo concedido pela Prefeitura de Aracaju é 47% menor do que o valor pleiteado pelo Setransp.