Suspeito de latrocínio morre em confronto com a polícia em Maruim

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 13/12/2018 às 05:22:00

 

O ex-presidiário Paulo Henrique dos Santos, 30 anos, morreu em um tiroteio ocorrido durante a noite desta terça-feira no povoado Pau Ferro, em Maruim (Vale do Cotinguiba). Ele era procurado por crimes de latrocínio e roubo, sendo alvo de um mandado de prisão e outro de busca e apreensão. De acordo com a Polícia Civil, agentes da Delegacia Regional de Maruim foram cumprir os mandados no povoado e acabaram recebidos a tiros pelo suspeito, que estava armado com um revólver calibre 38. No tiroteio que se seguiu, Paulo Henrique foi baleado e morreu enquanto era levado ao hospital da cidade.  
Segundo o delegado Ataíde Alves, as investigações identificaram o acusado como um dos autores de um assalto ocorrido na madrugada do dia 3 de dezembro, no mesmo município, contra um ônibus do transporte intermunicipal. A gravação mostra o momento em que ele e um comparsa, identificado pelo apelido 'Luiz Touro', sacam dois revólveres e percorrem os bancos do coletivo, recolhendo pertences e ameaçando passageiros. "Ele aparece nas imagens usando casaco verde e segurando um revólver durante o roubo", disse o delegado.
Henrique também era suspeito de ter cometido o latrocínio contra o caminhoneiro Luiz Carlos da Silva Oliveira, que foi morto na boleia do caminhão que dirigia, enquanto descansava em um posto de gasolina no quilômetro 76 da BR-101, em Maruim. O motorista, que era mineiro e levava uma carga despachada de São Paulo para Pernambuco, teria reagido à tentativa de roubo e levou um tiro no peito que o matou no local. Ataíde Alves confirmou que 'Luiz Touro' também é suspeito de ter participado no crime, e que ele ainda está foragido.

O ex-presidiário Paulo Henrique dos Santos, 30 anos, morreu em um tiroteio ocorrido durante a noite desta terça-feira no povoado Pau Ferro, em Maruim (Vale do Cotinguiba). Ele era procurado por crimes de latrocínio e roubo, sendo alvo de um mandado de prisão e outro de busca e apreensão. De acordo com a Polícia Civil, agentes da Delegacia Regional de Maruim foram cumprir os mandados no povoado e acabaram recebidos a tiros pelo suspeito, que estava armado com um revólver calibre 38. No tiroteio que se seguiu, Paulo Henrique foi baleado e morreu enquanto era levado ao hospital da cidade.  
Segundo o delegado Ataíde Alves, as investigações identificaram o acusado como um dos autores de um assalto ocorrido na madrugada do dia 3 de dezembro, no mesmo município, contra um ônibus do transporte intermunicipal. A gravação mostra o momento em que ele e um comparsa, identificado pelo apelido 'Luiz Touro', sacam dois revólveres e percorrem os bancos do coletivo, recolhendo pertences e ameaçando passageiros. "Ele aparece nas imagens usando casaco verde e segurando um revólver durante o roubo", disse o delegado.
Henrique também era suspeito de ter cometido o latrocínio contra o caminhoneiro Luiz Carlos da Silva Oliveira, que foi morto na boleia do caminhão que dirigia, enquanto descansava em um posto de gasolina no quilômetro 76 da BR-101, em Maruim. O motorista, que era mineiro e levava uma carga despachada de São Paulo para Pernambuco, teria reagido à tentativa de roubo e levou um tiro no peito que o matou no local. Ataíde Alves confirmou que 'Luiz Touro' também é suspeito de ter participado no crime, e que ele ainda está foragido.