Banese participa em Brasília de reunião de avaliação do Fundo Geral de Turismo

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
Os executivos do Banese, Ricardo Morais (esq.), Bruno Goveia, Josefa Eraldina e Lauro Rocha, participaram do encontro em Brasília
Os executivos do Banese, Ricardo Morais (esq.), Bruno Goveia, Josefa Eraldina e Lauro Rocha, participaram do encontro em Brasília

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 19/12/2018 às 08:37:00

 

O Banco do Estado de 
Sergipe (Banese) par-
ticipou da 1ª Reunião de Avaliação do Fundo Geral de Turismo (Fungetur), realizada no final da semana passada, em Brasília (DF), na sede do Ministério do Turismo (MTur). O Banese é uma das instituições financeiras do país autorizadas a gerir recursos do Fungetur. Reestruturado recentemente, pelo MTur, o Fundo concedeu, em 2018, R$ 55 milhões em financiamentos para hotéis, pousadas, barcos, restaurantes e empresas de transporte turístico, entre outros.
Durante o encontro em Brasília, que contou com a presença do ministro do Turismo, Vinicius Lummertz, o superintendente de Crédito de Desenvolvimento do Banese, Lauro Monteiro Rocha, fez uma apresentação em que falou sobre as operações já realizadas pelo banco com recursos do Fungetur, no valor total de R$ 1,632 milhão além das perspectivas para concessão no ano de 2019. O superintendente do Banese informou que o banco ainda dispõe de R$ 3,087 milhões em recursos do Fungetur para o financiamento de projetos de empreendedores do setor de turismo em Sergipe.
Para o gerente da Área de Crédito de Desenvolvimento do Banese, Bruno Santiago Silva Goveia, que também participou da reunião, o encontro promovido pelo MTur foi importante para que as instituições financeiras que operam com recursos do Fungetur pudessem trocar experiências sobre prospecção e concessão de crédito para o público composto de empresas que atuam no ramo turístico. "Através do Fungetur, o Banese disponibiliza aos seus clientes (empresas do setor turístico) uma linha de crédito que apresenta prazo de pagamento e taxas acessíveis, fomentando a economia local e auxiliando na promoção do desenvolvimento do Estado de Sergipe", ressaltou o gerente.
Também participaram do evento em Brasília, o gerente da Área de Controle de Crédito do Banese, Ricardo Xavier Morais, e a gerente de suporte da Área, Josefa Eraldina dos Santos. Além do Banese, são as seguintes as instituições financeiras do país credenciadas pelo MTur para operar as linhas de crédito do Fungetur: Agência de Fomento do Mato Grosso (Desenvolve MT), Agência de Fomento do Rio Grande do Sul (Badesul), Banco de Desenvolvimento do Espírito Santo (Bandes), Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG), Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE), Caixa Econômica Federal (CEF) e Agência de Desenvolvimento de São Paulo (Desenvolve SP).
 
Encontro em Canindé - Ainda na semana passada, o Banese participou do Seminário Canideense de Turismo e Desenvolvimento Econômico, realizado no município de Canindé do São Francisco, em Sergipe, pela prefeitura local, através da Secretaria Municipal de Turismo, Cultura e Esporte. O evento, destinado a orientar empresários interessados em utilizar recursos do Fungetur, contou com a presença do gerente do Banese em Canindé, José Ailton Santos, e a gerente Regional do banco, Josilene da Silva Santos, além dos gerentes das agências da instituição nas cidades de Glória e Poço Redondo, Marivaldo Pereira e Antônio Perete Filho, respectivamente.

O Banco do Estado de  Sergipe (Banese) par- ticipou da 1ª Reunião de Avaliação do Fundo Geral de Turismo (Fungetur), realizada no final da semana passada, em Brasília (DF), na sede do Ministério do Turismo (MTur). O Banese é uma das instituições financeiras do país autorizadas a gerir recursos do Fungetur. Reestruturado recentemente, pelo MTur, o Fundo concedeu, em 2018, R$ 55 milhões em financiamentos para hotéis, pousadas, barcos, restaurantes e empresas de transporte turístico, entre outros.
Durante o encontro em Brasília, que contou com a presença do ministro do Turismo, Vinicius Lummertz, o superintendente de Crédito de Desenvolvimento do Banese, Lauro Monteiro Rocha, fez uma apresentação em que falou sobre as operações já realizadas pelo banco com recursos do Fungetur, no valor total de R$ 1,632 milhão além das perspectivas para concessão no ano de 2019. O superintendente do Banese informou que o banco ainda dispõe de R$ 3,087 milhões em recursos do Fungetur para o financiamento de projetos de empreendedores do setor de turismo em Sergipe.
Para o gerente da Área de Crédito de Desenvolvimento do Banese, Bruno Santiago Silva Goveia, que também participou da reunião, o encontro promovido pelo MTur foi importante para que as instituições financeiras que operam com recursos do Fungetur pudessem trocar experiências sobre prospecção e concessão de crédito para o público composto de empresas que atuam no ramo turístico. "Através do Fungetur, o Banese disponibiliza aos seus clientes (empresas do setor turístico) uma linha de crédito que apresenta prazo de pagamento e taxas acessíveis, fomentando a economia local e auxiliando na promoção do desenvolvimento do Estado de Sergipe", ressaltou o gerente.
Também participaram do evento em Brasília, o gerente da Área de Controle de Crédito do Banese, Ricardo Xavier Morais, e a gerente de suporte da Área, Josefa Eraldina dos Santos. Além do Banese, são as seguintes as instituições financeiras do país credenciadas pelo MTur para operar as linhas de crédito do Fungetur: Agência de Fomento do Mato Grosso (Desenvolve MT), Agência de Fomento do Rio Grande do Sul (Badesul), Banco de Desenvolvimento do Espírito Santo (Bandes), Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG), Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE), Caixa Econômica Federal (CEF) e Agência de Desenvolvimento de São Paulo (Desenvolve SP). 

Encontro em Canindé - Ainda na semana passada, o Banese participou do Seminário Canideense de Turismo e Desenvolvimento Econômico, realizado no município de Canindé do São Francisco, em Sergipe, pela prefeitura local, através da Secretaria Municipal de Turismo, Cultura e Esporte. O evento, destinado a orientar empresários interessados em utilizar recursos do Fungetur, contou com a presença do gerente do Banese em Canindé, José Ailton Santos, e a gerente Regional do banco, Josilene da Silva Santos, além dos gerentes das agências da instituição nas cidades de Glória e Poço Redondo, Marivaldo Pereira e Antônio Perete Filho, respectivamente.