Grupo Imbuaça emociona público durante o Natal é Cultura

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
A apresentação do Grupo Imbuaça agradou o público
A apresentação do Grupo Imbuaça agradou o público

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 20/12/2018 às 06:48:00

 

Encenação, interpreta
ção, dança e música. 
Quem passou pela praça General Valadão na noite desta terça-feira (18) pode conferir de perto o espetáculo 'Tá caindo fulô: auto do Deus menino', do grupo teatral sergipano Imbuaça. A apresentação foi alusiva às festividades natalinas da Fundação Cultural Cidade de Aracaju (Funcaju).   
"Essa peça do Imbuaça é muito importante para que possamos relembrar essa tradição ocidental cristã e também a nossa identidade, o nosso sotaque com as brincadeiras populares, os brincantes. Tudo isso com um texto erudito. É isso que nós esperamos, um natal cultural, um natal que recupera as nossas origens", pontuou o presidente da Funcaju, Cássio Murilo.
O "Natal é Cultura" da Funcaju foi aprovado pela população. "Lindo e emocionante demais. Pela segunda vez assisto esse espetáculo do Imbuaça e sempre me emociono. Esse período natalino nos deixa mais emotivo e essa apresentação cheia de encanto e beleza ajuda", brincou a dona de casa Juliane Santos.
Para a orientadora educacional, Mércia de Morais, é gratificante ter uma apresentação tão bem montada na praça General Valadão, em frente ao Centro Cultural de Aracaju. "Eu achei belíssimo e digno esse teatro enorme a céu aberto. Ter isso aqui pertinho da gente, no centro da cidade, dando acesso a todos, é maravilhoso", comentou.
 
A peça - Conduzida por uma cigana (personagem emprestada do reisado), a estrutura narrativa do espetáculo pontuou, de forma lúdica e poética, momentos marcantes da história cristã, desde as profecias do Antigo Testamento à natividade descrita pelo Novo Testamento. 
O 'Tá caindo fulô: auto do Deus menino' e sua dramaturgia respeitou, quase que fielmente o texto bíblico, já a encenação o recoloca num universo brincante da cultura popular sergipana, nordestina, brasileira. A produção executiva foi realizada por  Lindolfo Amaral e Manoel Cerqueira com dramaturgia e direção geral de Iradilson Bispo. 
Para Lindolfo Amaral, é gratificante estar na programação natalina da Funcaju. "Esse espetáculo tem o maior tempo no nosso repertório e fazer teatro de rua é muito importante. Trazer para se apresentar com essa multidão em plena praça pública  é muito gratificante. Esse diálogo, essa comunhão com o nosso povo é  importante para a permanência do grupo Imbuaça nessa história", celebrou.

Encenação, interpreta ção, dança e música.  Quem passou pela praça General Valadão na noite desta terça-feira (18) pode conferir de perto o espetáculo 'Tá caindo fulô: auto do Deus menino', do grupo teatral sergipano Imbuaça. A apresentação foi alusiva às festividades natalinas da Fundação Cultural Cidade de Aracaju (Funcaju).   
"Essa peça do Imbuaça é muito importante para que possamos relembrar essa tradição ocidental cristã e também a nossa identidade, o nosso sotaque com as brincadeiras populares, os brincantes. Tudo isso com um texto erudito. É isso que nós esperamos, um natal cultural, um natal que recupera as nossas origens", pontuou o presidente da Funcaju, Cássio Murilo.
O "Natal é Cultura" da Funcaju foi aprovado pela população. "Lindo e emocionante demais. Pela segunda vez assisto esse espetáculo do Imbuaça e sempre me emociono. Esse período natalino nos deixa mais emotivo e essa apresentação cheia de encanto e beleza ajuda", brincou a dona de casa Juliane Santos.
Para a orientadora educacional, Mércia de Morais, é gratificante ter uma apresentação tão bem montada na praça General Valadão, em frente ao Centro Cultural de Aracaju. "Eu achei belíssimo e digno esse teatro enorme a céu aberto. Ter isso aqui pertinho da gente, no centro da cidade, dando acesso a todos, é maravilhoso", comentou.

 A peça - Conduzida por uma cigana (personagem emprestada do reisado), a estrutura narrativa do espetáculo pontuou, de forma lúdica e poética, momentos marcantes da história cristã, desde as profecias do Antigo Testamento à natividade descrita pelo Novo Testamento. 
O 'Tá caindo fulô: auto do Deus menino' e sua dramaturgia respeitou, quase que fielmente o texto bíblico, já a encenação o recoloca num universo brincante da cultura popular sergipana, nordestina, brasileira. A produção executiva foi realizada por  Lindolfo Amaral e Manoel Cerqueira com dramaturgia e direção geral de Iradilson Bispo. 
Para Lindolfo Amaral, é gratificante estar na programação natalina da Funcaju. "Esse espetáculo tem o maior tempo no nosso repertório e fazer teatro de rua é muito importante. Trazer para se apresentar com essa multidão em plena praça pública  é muito gratificante. Esse diálogo, essa comunhão com o nosso povo é  importante para a permanência do grupo Imbuaça nessa história", celebrou.