Estádio João Hora ainda não foi liberado

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 21/12/2018 às 04:36:00

 

Já se sabe que o desejo dos dirigentes do Sergipe é apresentar à Federação Sergipana de Futebol (FSF), o estádio João Hora de Oliveira, como campo para mando dos pequenos e médios jogos da equipe no certame estadual. No entanto, o estádio não foi ainda liberado pelos órgãos competentes e os dirigentes lutam para que isso aconteça o mais rápido possível. 
Desde quando o João Hora foi interditado, que os dirigentes colorados vem realizando as reformas, para atender as exigências que foram impostas pelo Ministério Público Estadual e o Corpo de Bombeiros Militar de Sergipe, com o principal objetivo de ter aquela praça de esportes à disposição do clube em 2019, fato que até agora não aconteceu.
Inicialmente, foram realizadas ações como: a troca da caixa d'água; reforma e adequação nos banheiros; reconstrução da praça de lazer, arquibancadas e refeitório; melhorias nos alojamentos, entre outras melhorias. Mas, o que mais cria expectativa é a liberação do complexo para os jogos oficiais do clube, evitando gastos com taxas no cumprimento da tabela do estadual.

Já se sabe que o desejo dos dirigentes do Sergipe é apresentar à Federação Sergipana de Futebol (FSF), o estádio João Hora de Oliveira, como campo para mando dos pequenos e médios jogos da equipe no certame estadual. No entanto, o estádio não foi ainda liberado pelos órgãos competentes e os dirigentes lutam para que isso aconteça o mais rápido possível. 
Desde quando o João Hora foi interditado, que os dirigentes colorados vem realizando as reformas, para atender as exigências que foram impostas pelo Ministério Público Estadual e o Corpo de Bombeiros Militar de Sergipe, com o principal objetivo de ter aquela praça de esportes à disposição do clube em 2019, fato que até agora não aconteceu.
Inicialmente, foram realizadas ações como: a troca da caixa d'água; reforma e adequação nos banheiros; reconstrução da praça de lazer, arquibancadas e refeitório; melhorias nos alojamentos, entre outras melhorias. Mas, o que mais cria expectativa é a liberação do complexo para os jogos oficiais do clube, evitando gastos com taxas no cumprimento da tabela do estadual.