Coral Vozes do Banese comemora 20 anos de fundação

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
O coral Vozes do Banese é regido pelo maestro Jairo Melo
O coral Vozes do Banese é regido pelo maestro Jairo Melo

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 27/12/2018 às 06:54:00

 

O coral Vozes do Bane-
se realizou nesta 
quinta-feira, 20, um recital comemorativo dos 20 anos de existência do grupo, completados no final do ano passado. A apresentação especial, composta por um repertório de canções natalinas e de outros gêneros musicais cantados pelo coral ao longo das últimas duas décadas, foi muito aplaudida pelos funcionários que a assistiram, no auditório do centro administrativo do banco, em Aracaju.
Patrocinado pelo Banese, o coral é constituído por um grupo de funcionários ativos, aposentados, de empresas coligadas e dependentes. Fundado em setembro de 1997, com o propósito de levar à clientela interna e externa do banco uma melhor qualidade de vida, demonstrada através da música do canto coral, ele vem desenvolvendo o seu trabalho com participações marcantes em eventos locais, como na inauguração do Teatro Tobias Barreto e nos encontros Estadual e Nacional de Coros, realizados em Aracaju, além de participações em outros estados.
O grupo, que se apresenta também na rede agências do Banese, reuniu antigos integrantes para o recital comemorativo dos seus 20 anos. "No ano passado não fizemos nenhuma apresentação especial pelo transcurso dos 20 anos de existência do grupo, e então aproveitamos para lembrar a data nessa apresentação de Natal. Ensaiamos muito, e estamos aqui com muito amor para presentear os funcionários do banco com o nosso show", disse a soprano Tânia Maria de Jesus, integrante do coral há 18 anos.
A funcionária do Banese Aída Araújo Cavalcante, da Área de Monitoração, disse que a apresentação do coral superou as suas expectativas. "Gostei muito de ouvir o histórico dos vinte anos de vida do Coral. Assim, conheci um pouco da sua trajetória: as principais apresentações, os diversos locais por onde se apresentou, e também as pessoas que por ele passaram. Mas, o que mais me surpreendeu, foi o nível da apresentação como um todo. Do repertório bem eclético, fazendo uma viagem por vários gêneros musicais, a harmonia das vozes, até as caracterizações dos cantores em cada música. Excelente apresentação", ressaltou.

O coral Vozes do Bane- se realizou nesta  quinta-feira, 20, um recital comemorativo dos 20 anos de existência do grupo, completados no final do ano passado. A apresentação especial, composta por um repertório de canções natalinas e de outros gêneros musicais cantados pelo coral ao longo das últimas duas décadas, foi muito aplaudida pelos funcionários que a assistiram, no auditório do centro administrativo do banco, em Aracaju.
Patrocinado pelo Banese, o coral é constituído por um grupo de funcionários ativos, aposentados, de empresas coligadas e dependentes. Fundado em setembro de 1997, com o propósito de levar à clientela interna e externa do banco uma melhor qualidade de vida, demonstrada através da música do canto coral, ele vem desenvolvendo o seu trabalho com participações marcantes em eventos locais, como na inauguração do Teatro Tobias Barreto e nos encontros Estadual e Nacional de Coros, realizados em Aracaju, além de participações em outros estados.
O grupo, que se apresenta também na rede agências do Banese, reuniu antigos integrantes para o recital comemorativo dos seus 20 anos. "No ano passado não fizemos nenhuma apresentação especial pelo transcurso dos 20 anos de existência do grupo, e então aproveitamos para lembrar a data nessa apresentação de Natal. Ensaiamos muito, e estamos aqui com muito amor para presentear os funcionários do banco com o nosso show", disse a soprano Tânia Maria de Jesus, integrante do coral há 18 anos.
A funcionária do Banese Aída Araújo Cavalcante, da Área de Monitoração, disse que a apresentação do coral superou as suas expectativas. "Gostei muito de ouvir o histórico dos vinte anos de vida do Coral. Assim, conheci um pouco da sua trajetória: as principais apresentações, os diversos locais por onde se apresentou, e também as pessoas que por ele passaram. Mas, o que mais me surpreendeu, foi o nível da apresentação como um todo. Do repertório bem eclético, fazendo uma viagem por vários gêneros musicais, a harmonia das vozes, até as caracterizações dos cantores em cada música. Excelente apresentação", ressaltou.