Polícia investiga galpão clandestino de combustível

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 27/12/2018 às 07:09:00

 

A Delegacia de Proteção ao Consumidor e ao Meio Ambiente (Deprocoma) vai abrir inquérito para investigar o funcionamento de um galpão utilizado para a revenda clandestina de combustíveis. O local, situado no Loteamento Boa Viagem, em Nossa Senhora do Socorro (Grande Aracaju), foi fechado no último sábado por equipes da Polícia Militar, que foram até lá a partir de uma denúncia anônima. As primeiras investigações apontaram que o depósito armazenava tanques de etanol e gasolina, sendo mantido por um grupo ligado a motoristas de um aplicativo. 
Os PMs que estiveram no local encontraram um caminhão-pipa com gasolina, encontrando também pelo menos dois carros que abasteciam naquele momento. De acordo com o coronel Vivaldy Cabral, comandante de Policiamento da Capital, os motoristas flagrados e os funcionários do galpão acabaram detidos e levados para prestar depoimento na Delegacia Plantonista Norte. Os condutores se identificaram como motoristas de um aplicativo e admitiram que recorriam ao esquema para abastecer os veículos com preços mais baratos do que os cobrados atualmente no mercado. 
No depósito, os PMs apreenderam um caderno de anotações com informações sobre a movimentação de compra e venda dos produtos, além do caminhão-pipa com o combustível. A polícia constatou que o material estava armazenado irregularmente e não atendeu às regras da Agência Nacional do Petróleo (ANP). A ocorrência foi registrada o sábado, mas apenas ontem a ocorrência foi notificada à Deprocoma, que deve começar hoje a ouvir os depoimentos de alguns clientes e funcionários. A revenda não-autorizada de combustíveis é considerada crime e oferece risco de acidentes graves com fogo.

A Delegacia de Proteção ao Consumidor e ao Meio Ambiente (Deprocoma) vai abrir inquérito para investigar o funcionamento de um galpão utilizado para a revenda clandestina de combustíveis. O local, situado no Loteamento Boa Viagem, em Nossa Senhora do Socorro (Grande Aracaju), foi fechado no último sábado por equipes da Polícia Militar, que foram até lá a partir de uma denúncia anônima. As primeiras investigações apontaram que o depósito armazenava tanques de etanol e gasolina, sendo mantido por um grupo ligado a motoristas de um aplicativo. 
Os PMs que estiveram no local encontraram um caminhão-pipa com gasolina, encontrando também pelo menos dois carros que abasteciam naquele momento. De acordo com o coronel Vivaldy Cabral, comandante de Policiamento da Capital, os motoristas flagrados e os funcionários do galpão acabaram detidos e levados para prestar depoimento na Delegacia Plantonista Norte. Os condutores se identificaram como motoristas de um aplicativo e admitiram que recorriam ao esquema para abastecer os veículos com preços mais baratos do que os cobrados atualmente no mercado. 
No depósito, os PMs apreenderam um caderno de anotações com informações sobre a movimentação de compra e venda dos produtos, além do caminhão-pipa com o combustível. A polícia constatou que o material estava armazenado irregularmente e não atendeu às regras da Agência Nacional do Petróleo (ANP). A ocorrência foi registrada o sábado, mas apenas ontem a ocorrência foi notificada à Deprocoma, que deve começar hoje a ouvir os depoimentos de alguns clientes e funcionários. A revenda não-autorizada de combustíveis é considerada crime e oferece risco de acidentes graves com fogo.