Marinha e Bombeiros preparam esquema de segurança para procissão

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
A procissão de Bom Jesus reúne milhares de pessoas
A procissão de Bom Jesus reúne milhares de pessoas

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 29/12/2018 às 07:15:00

 

Milton Alves Júnior
Equipes da Marinha do 
Brasil e do Corpo de 
Bombeiros Militar se preparam para realizar na próxima terça-feira, em Aracaju, um trabalho de prevenção contra acidentes aquáticos nas margens do Rio Sergipe. A ação tem como meta garantir que todos os fiéis participantes da tradicional festa do Bom Jesus dos Navegantes, realizada sempre no primeiro dia de cada ano, estejam seguros, imunes inclusive de ocorrências que possam gerar entre outros problemas, os afogamentos. Previsto para acontecer a partir das 13 horas, a primeira procissão fluvial de 2019 deve contar com mais de 30 embarcações que se juntam às duas centrais que conduzem a imagem do santo homenageado.
Durante aproximadamente uma hora de orações, os fiéis e devotos acompanham a procissão que, conforme programação elaborada pela Igreja Católica, segue da Ponte do Imperador com sentido à praia do bairro Coroa do Meio, onde retornam para o ponto de partida para realizar o desembarque da imagem. Conforme destacado pela Arquidiocese da capital sergipana, agora em 2019 a festividade religiosa completa 163 anos de fundação e a perspectiva é continuar atraindo fiéis de todos os municípios sergipanos e turistas que optaram por passar a entrada de ano na capital sergipana. Para o pescador Luciano Ribeiro Filho, apesar de tradicionalmente ser um evento tranquilo, a presença dos agentes militares será sempre bem-vinda.
"Eu participo todos os anos com a minha família e muitas vezes sequer tomo uma cidra na virada de ano justamente para estar muito bem para participar da procissão. Esse ano nem sei se vou beber uma taça de vinho e dormir um pouco mais tarde. Sempre foi uma festa tranquila, sem acidentes, mas é sempre importante perceber que os salva vidas dos Bombeiros e da Marinha estarão por perto", afirmou. Semelhantemente ao ocorrido nas últimas oito edições, para garantir a integridade física dos devotos do Bom Jesus dos Navegantes, profissionais que atuam no Grupamento Tático Aéreo (GTA) também estão de plantão para em caso de sinistros atuar juntamente com a Marinha e os Bombeiros.?
Interior - De forma paralela, navegando pelo rio São Francisco, já nas intermediações do município de Propriá, dezenas de fiéis também devem participar das festividades que já começaram no último dia 24, e seguem até o final da primeira quinzena de janeiro. De acordo com o padre Clebson Ferreira Moura, iniciar uma nova era com orações significa plantar o bem e colher cada vez mais harmonia e amor junto ao próximo. O padre diz acreditar também vontade coletiva de mudar a humanidade para melhor. Esse sentimento, segundo ele, é o fator principal que resulta na agregação cada vez maior do número de seguidores deste cortejo religioso.
"O amor pelo próximo e por ter essa vontade de começar o ano de bem com a alma, tem conquistado cada vez mais devotos do Bom Jesus dos Navegantes. É uma festa linda que agrega centenas de pessoas que seguem o cortejo nas lanchas, barcos e catamarãs, como também nas margens do rio Sergipe que ficam na Barra dos Coqueiros e em Aracaju. São 160 anos de agradecimento pelo ano que passou e pedidos de fé e compaixão pelo ano que chega", declarou. A festa, assim como ocorre em Aracaju, também tem início na terça-feira, 01, na cidade de Neópolis. Já durante o próximo fim de semana, fiéis se reúnem no município alagoano de Penedo. A programação prevê ainda manifestações católicas na segunda semana de janeiro em Santana de São Francisco.
Por fim, fechando o ciclo de festividades, os devotos do Bom Jesus dos Navegantes se reúnem na cidade de Propriá. A Marinha do Brasil, Corpo de Bombeiros, Polícia Militar e profissionais da Defesa Civil Estadual informaram participar de todas as atividades alusivas ao santo.

Equipes da Marinha do  Brasil e do Corpo de  Bombeiros Militar se preparam para realizar na próxima terça-feira, em Aracaju, um trabalho de prevenção contra acidentes aquáticos nas margens do Rio Sergipe. A ação tem como meta garantir que todos os fiéis participantes da tradicional festa do Bom Jesus dos Navegantes, realizada sempre no primeiro dia de cada ano, estejam seguros, imunes inclusive de ocorrências que possam gerar entre outros problemas, os afogamentos. Previsto para acontecer a partir das 13 horas, a primeira procissão fluvial de 2019 deve contar com mais de 30 embarcações que se juntam às duas centrais que conduzem a imagem do santo homenageado.
Durante aproximadamente uma hora de orações, os fiéis e devotos acompanham a procissão que, conforme programação elaborada pela Igreja Católica, segue da Ponte do Imperador com sentido à praia do bairro Coroa do Meio, onde retornam para o ponto de partida para realizar o desembarque da imagem. Conforme destacado pela Arquidiocese da capital sergipana, agora em 2019 a festividade religiosa completa 163 anos de fundação e a perspectiva é continuar atraindo fiéis de todos os municípios sergipanos e turistas que optaram por passar a entrada de ano na capital sergipana. Para o pescador Luciano Ribeiro Filho, apesar de tradicionalmente ser um evento tranquilo, a presença dos agentes militares será sempre bem-vinda.
"Eu participo todos os anos com a minha família e muitas vezes sequer tomo uma cidra na virada de ano justamente para estar muito bem para participar da procissão. Esse ano nem sei se vou beber uma taça de vinho e dormir um pouco mais tarde. Sempre foi uma festa tranquila, sem acidentes, mas é sempre importante perceber que os salva vidas dos Bombeiros e da Marinha estarão por perto", afirmou. Semelhantemente ao ocorrido nas últimas oito edições, para garantir a integridade física dos devotos do Bom Jesus dos Navegantes, profissionais que atuam no Grupamento Tático Aéreo (GTA) também estão de plantão para em caso de sinistros atuar juntamente com a Marinha e os Bombeiros.?

Interior -
De forma paralela, navegando pelo rio São Francisco, já nas intermediações do município de Propriá, dezenas de fiéis também devem participar das festividades que já começaram no último dia 24, e seguem até o final da primeira quinzena de janeiro. De acordo com o padre Clebson Ferreira Moura, iniciar uma nova era com orações significa plantar o bem e colher cada vez mais harmonia e amor junto ao próximo. O padre diz acreditar também vontade coletiva de mudar a humanidade para melhor. Esse sentimento, segundo ele, é o fator principal que resulta na agregação cada vez maior do número de seguidores deste cortejo religioso.
"O amor pelo próximo e por ter essa vontade de começar o ano de bem com a alma, tem conquistado cada vez mais devotos do Bom Jesus dos Navegantes. É uma festa linda que agrega centenas de pessoas que seguem o cortejo nas lanchas, barcos e catamarãs, como também nas margens do rio Sergipe que ficam na Barra dos Coqueiros e em Aracaju. São 160 anos de agradecimento pelo ano que passou e pedidos de fé e compaixão pelo ano que chega", declarou. A festa, assim como ocorre em Aracaju, também tem início na terça-feira, 01, na cidade de Neópolis. Já durante o próximo fim de semana, fiéis se reúnem no município alagoano de Penedo. A programação prevê ainda manifestações católicas na segunda semana de janeiro em Santana de São Francisco.
Por fim, fechando o ciclo de festividades, os devotos do Bom Jesus dos Navegantes se reúnem na cidade de Propriá. A Marinha do Brasil, Corpo de Bombeiros, Polícia Militar e profissionais da Defesa Civil Estadual informaram participar de todas as atividades alusivas ao santo.