Alegria toma conta da Orla durante a virada

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
Milhares de  pessoas participaram da festa de réveillon na orala
Milhares de pessoas participaram da festa de réveillon na orala

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 03/01/2019 às 05:50:00

 

Um clima de celebração e euforia tomou conta do palco montado pela Prefeitura de Aracaju, na Orla da Atalaia, em cada música tocada pelas três atrações que fizeram a festa. Com uma programação eclética, variando entre samba, arrocha e axé, o público teve a chance de recepcionar 2019 com energias renovadas. Cerca de 150 mil pessoas prestigiaram a festa da virada.
Quem primeiro subiu ao palco foi a banda sergipana Samba do Arnesto. O grupo recupera as raízes do samba brasileiro e apresenta músicas autorais que são símbolo de resistência de um gênero. "Nós estamos muito empolgados, porque a gente sempre esteve presente como plateia. Agora estamos entre as atrações. Então, é muito emocionante. Nós tocamos um repertório que trabalhamos há seis anos. Preparamos o sumo do sumo para nossos conterrâneos, e para os que não são também", explica o cantor e violonista, Rafa Oliva.
A segunda atração a entrar no palco foi a sensação Luanzinho Moraes, também nascido no estado de Sergipe. Um dos artistas que mais fizeram sucesso no ano, Luanzinho levou seus fãs ao delírio com a performance de seus sucessos. Ele foi responsável também, ao lado do prefeito Edvaldo Nogueira, por fazer a contagem regressiva para a virada de ano.  "Eu estou feliz demais de participar dessa festa. A Orla está lotada de gente. Só tenho que agradecer a Prefeitura de Aracaju pela oportunidade e por valorizar um artista local", afirmou.
Após a contagem, o novo ano foi comemorado com 12 minutos de queima de fogos de artifício, que embalaram as trocas de carinho, felicitações e promessas de todos os que compareceram.
Quem fechou a festa, trazendo toda sua experiência e animação, foi a banda Chiclete com Banana. As músicas foram entoadas por um coro alucinado, festejando 2019, com a certeza de que a noite de Réveillon foi o sinal de um período melhor.  "Para nós é um prazer enorme recepcionar 2019 nessa cidade tão especial. Só temos que agradecer pela oportunidade e honrar todos esses chicleteiros", garante o vocalista Khill.
A diversidade das apresentações agradou aqueles que estavam na areia da praia, mostrando o carinho e admiração por todos que passaram pelo palco. 

Um clima de celebração e euforia tomou conta do palco montado pela Prefeitura de Aracaju, na Orla da Atalaia, em cada música tocada pelas três atrações que fizeram a festa. Com uma programação eclética, variando entre samba, arrocha e axé, o público teve a chance de recepcionar 2019 com energias renovadas. Cerca de 150 mil pessoas prestigiaram a festa da virada.
Quem primeiro subiu ao palco foi a banda sergipana Samba do Arnesto. O grupo recupera as raízes do samba brasileiro e apresenta músicas autorais que são símbolo de resistência de um gênero. "Nós estamos muito empolgados, porque a gente sempre esteve presente como plateia. Agora estamos entre as atrações. Então, é muito emocionante. Nós tocamos um repertório que trabalhamos há seis anos. Preparamos o sumo do sumo para nossos conterrâneos, e para os que não são também", explica o cantor e violonista, Rafa Oliva.
A segunda atração a entrar no palco foi a sensação Luanzinho Moraes, também nascido no estado de Sergipe. Um dos artistas que mais fizeram sucesso no ano, Luanzinho levou seus fãs ao delírio com a performance de seus sucessos. Ele foi responsável também, ao lado do prefeito Edvaldo Nogueira, por fazer a contagem regressiva para a virada de ano.  "Eu estou feliz demais de participar dessa festa. A Orla está lotada de gente. Só tenho que agradecer a Prefeitura de Aracaju pela oportunidade e por valorizar um artista local", afirmou.
Após a contagem, o novo ano foi comemorado com 12 minutos de queima de fogos de artifício, que embalaram as trocas de carinho, felicitações e promessas de todos os que compareceram.
Quem fechou a festa, trazendo toda sua experiência e animação, foi a banda Chiclete com Banana. As músicas foram entoadas por um coro alucinado, festejando 2019, com a certeza de que a noite de Réveillon foi o sinal de um período melhor.  "Para nós é um prazer enorme recepcionar 2019 nessa cidade tão especial. Só temos que agradecer pela oportunidade e honrar todos esses chicleteiros", garante o vocalista Khill.
A diversidade das apresentações agradou aqueles que estavam na areia da praia, mostrando o carinho e admiração por todos que passaram pelo palco.